Diferenças entre edições de "Pandemia de COVID-19 no Brasil"

m
sem resumo de edição
m
Segundo a professora Mirian Goldenberg, titular do Departamento de Antropologia Cultural do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da [[Universidade Federal do Rio de Janeiro]] (UFRJ), a pandemia de COVID-19 evidenciou o preconceito contra idosos ("velhofobia") que existe no Brasil.<ref>{{citar web|url= https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52425735?at_custom1=%5Bpost+type%5D&at_custom4=1A6CC202-8CD2-11EA-8435-7C7696E8478F&at_campaign=64&at_custom3=BBC+Brasil&at_custom2=twitter&at_medium=custom7|título= Pandemia de coronavírus evidencia 'velhofobia' no Brasil, diz antropóloga|acessodata= 2020-05-10|autor= Luis Barrucho|data= 2020-05-02|obra= BBC News Brasil|publicado=BBC|arquivodata= 2020-05-10|arquivourl=https://web.archive.org/web/20200510132921/https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52425735?at_custom1=%5Bpost+type%5D&at_custom4=1A6CC202-8CD2-11EA-8435-7C7696E8478F&at_campaign=64&at_custom3=BBC+Brasil&at_custom2=twitter&at_medium=custom7}}</ref>
 
De acordo com um estudo liderado pela [[Fiocruz]], a circulação do vírus no país começou no início de fevereiro de 2020, semanas antes do primeiro caso confirmado (26 de fevereiro de 2020) e antes que medidas de controle (como restrição de viagens nacionais e internacionais) fossem adotadas. Ainda segundo este estudo, o início da transmissão comunitária no Brasil se deu em um período similar aos estimados para os países do hemisfério norte.<ref>{{Citar periódico |titulo=Tracking the onset date of the community spread of SARS-CoV-2 in western countries |ultimo3=Gräf |primeiro8=Gonzalo |ultimo7=Gräf |primeiro7=Tiago |ultimo6=Mir |primeiro6=Daiana |ultimo5=Delatorre |primeiro5=Edson |ultimo4=Bello |primeiro4=Gonzalo |primeiro3=Tiago |url=http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0074-02762020000100415&lng=en&nrm=iso&tlng=en |ultimo2=Mir |primeiro2=Daiana |ultimo=Delatorre |primeiro=Edson |doi=10.1590/0074-02760200183 |acessodata=2020-09-05 |issn=0074-0276 |data=00/2020 |jornal=Memórias do Instituto Oswaldo Cruz |ultimo8=Bello}}</ref>
 
Em 17 de maio de 2020, os sindicatos dos médicos de São Paulo e do Rio de Janeiro, e mais dez instituições assinaram uma nota acusando o governo brasileiro de "omissão deliberada" no controle da pandemia no país.<ref>{{citar web