Diferenças entre edições de "Hamilton Carvalhido"

m
sem resumo de edição
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Edição móvel avançada
m
 
 
'''Hamilton Carvalhido''' ([[Rio de Janeiro]], [[10 de maio]] de [[1941]] - [[São Paulo]], [[17 de janeiro]] de [[2021]]) foi um [[magistrado]] [[brasileiro]]. Foi ministro do [[Superior Tribunal de Justiça]] (STJ) desde abril de 1999 e ministro efetivo do [[Tribunal Superior Eleitoral]] (TSE) desde abril de 2010. Aposentou-se no Superior Tribunal de JustiçaSTJ em 9 de maio de 2011.
 
== Vida acadêmica e experiência profissional ==
Bacharel em [[Direito]] pela Faculdade de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro, atual [[Universidade Gama Filho]], em 1963. Pouco depois ingressou no [[Ministério Público do Brasil|Ministério Público]] do [[Guanabara|Estado da Guanabara]] alcançando o cargo de Procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro por dois biênios entre 1995 e 1999. Paralelamente a sua carreira, foi professor universitário, entre outras, da [[Universidade Gama Filho]], [[UniCEUB]] e [[Instituto de Educação Superior de Brasília|IESB]]. Foi casado com Eunice Carvalhido, atual Procuradora-Geral do Distrito Federal .<ref>[http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/06/30/lula-nomeia-nova-procuradora-geral-do-df-917030673.asp O Globo, 30/6/2010]</ref>
 
== STJ ==
Aposentou-se em 9 de maio de 2011.<ref name="metropoles"/>
 
== Novo Código de Processo Penal ==
Coordenou a comissão de juristas instalada pelo [[Senado Federal do Brasil|Senado Federal]] em 2008 responsável pela elaboração de anteprojeto de reforma do [[Código de Processo Penal Brasileiro]].<ref>[http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?tl=1&id=785724&tit=Novo-Codigo-de-Processo-Penal-da-primeiros-passosa Gazeta do Povo, 11/7/2008]</ref>
 
== TSE ==
Escolhido em votação no STJ, tornou-se ministro efetivo do [[Tribunal Superior Eleitoral]] (TSE), empossado em 20 de abril de 2010, substituindo [[Fernando Gonçalves (jurista)|Fernando Gonçalves]].<ref>[http://stj.jus.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=96828 STJ últimas, 20/4/2010]</ref>
 
== Morte ==