Diferenças entre edições de "Di Melo"

m (v2.04b - Corrigido usando WP:PCW (Link igual ao texto do link))
Em agosto, foi lançado digitalmente o álbum ''[[Onze (Músicas Inéditas de Adoniran Barbosa)]]'', no qual Di Melo participa cantando uma das canções do [[Adoniran Barbosa|compositor paulista]]. Outros artistas que participam do projeto, patrocinado pela cervejaria catarinense [[Eisenbahn]], incluem [[Elza Soares]], [[Zeca Baleiro]], [[Rubel]], [[Francisco, el Hombre]] e [[Luê Soares|Luê]]. A curadoria foi feita pela Coala Lab, e a produção musical por Lucas Mayer e pela DaHouse Audio.<ref>{{Citar web |ultimo= |primeiro= |ultimo2= |primeiro2= |url=https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2020/07/28/interna_diversao_arte,876200/elza-soares-zeca-baleiro-e-outros-nomes-da-musica-gravam-adoniran-bar.shtml |titulo=Elza Soares, Zeca Baleiro e outros nomes da música gravam Adoniran Barbosa |data=2020-07-28 |acessodata=2020-07-30 |website=Correio Braziliense |publicado= |lingua=pt-BR}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=Correa |primeiro=Angela |url=https://www.metrojornal.com.br/entretenimento/2020/07/29/projeto-lanca-11-composicoes-ineditas-de-adoniran-barbosa-na-voz-de-artistas-contemporaneos.html |titulo=Projeto lança 11 composições inéditas de Adoniran Barbosa na voz de artistas contemporâneos |data=2020-07-29 |acessodata=2020-07-30 |website=Metro Jornal |publicado= |lingua=pt}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=Gonçalves |primeiro=Marina |url=https://blogs.oglobo.globo.com/saideira/post/eisenbahn-vai-lancar-11-cancoes-ineditas-de-adoniran-barbosa.html |titulo=Eisenbahn vai lançar 11 canções inéditas de Adoniran Barbosa |data=2020-07-31 |acessodata=2020-07-31 |website=O Globo |publicado= |lingua=pt-br}}</ref>
 
Em março de 2021, seráfoi lançado o EP ''Podível e Impodível'', produzido por Diogo Strausz e Tó Brandileone, contendo sete canções do artista interpretadas por artistas promissores da música brasileira (Josyara, Felipe El, Theo Bial, [[Arthur Nogueira (cantor)|Arthur Nogueira]], Dora Morelembaum, Yan Cloud e Julia Mestre), além de uma releitura contemporânea de "Minha Estrela" feita pelo próprio Di Melo.<ref>{{Citar web |ultimo=Zagolin |primeiro=Uiara |url=https://namidia.com.br/di-melo-recebe-homenagem-com-ep-podivel-e-impodivel/ |titulo=Di Melo recebe homenagem com EP “Podível e Impodível” |data=2021-02-06 |acessodata=2021-02-12 |website=Na Mídia |lingua=pt-BR}}</ref>
 
== Legado ==