Diferenças entre edições de "Casa de Quimpanzo"

sem resumo de edição
 
== Queda ==
O primeiro governo da Casa de Quimpanzo duraria pouco tempo, já que as disputas pelo trono começadas em 1622 continuariam, apesar dos Quimpanzo terem o apoio do Condado de [[Soio]].<ref>{{Citar livro|url=https://www.worldcat.org/oclc/77494467|título=Central Africans, Atlantic Creoles, and the foundation of the Americas, 1585-1660|ultimo=Heywood|primeiro=Linda M.|data=2007|editora=Cambridge University Press|outros=John K. Thornton|local=Nova Iorque|oclc=77494467}}</ref> Poucos meses do governo de Álvaro V, dois irmãos jesuítas [[Álvaro VI do Congo|Álvaro Nimi]] e [[Garcia II do Congo|Garcia Ancanga]] invadiram [[M'BanzaMabanza Kongocongo|São Salvador]] com um exercito e destronaram o recém-coroado Álvaro V, iniciando uma nova dinastia; [[Casa de Quinzala|Quinzalas]]. Os poucos Quimpanzos sobreviventes buscaram asilo político ao sul, em Soio.
 
== Oposição aos Quinzalas ==