Diferenças entre edições de "Associação Bauru Basketball Team"

Em setembro de 2007, o projeto do basquete voltou às atividades com a refundação da equipe,<ref name=":1" /> surgindo a Associação Bauru Basketball Team que contou com o patrocínio da empresa GRSA.<ref>{{Citar web|título = Basquete: Projeto é consolidado e Bauru Basquete Ball Team será o nome oficial da equipe - Jornal da Cidade|URL = http://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=112941&ano=2007|acessadoem = 2015-09-13}}</ref> Após a volta, a equipe, com o nome de GRSA/Bauru, participou da Supercopa de Basquete e a Copa Ouro (torneios que contavam apenas com equipes do estado de São Paulo), realizados em 2008. No segundo semestre do mesmo ano, disputou também o Campeonato Paulista.<ref>{{Citar web|titulo = Basquete: GRSA/Bauru vai disputar Supercopa e joga na sexta - Jornal da Cidade|url = http://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=124671&ano=2008|website = jcnet.com.br|acessodata = 2016-02-22}}</ref><ref>{{Citar web|titulo = Basquete: GRSA disputa Copa Ouro - Jornal da Cidade|url = http://www.jcnet.com.br/editorias_noticias.php?codigo=127378&ano=2008|website = jcnet.com.br|acessodata = 2016-02-22}}</ref> Em janeiro de 2009, o GRSA/Bauru participou do [[Novo Basquete Brasil de 2008–09|NBB 2008-09]], primeira edição do torneio organizado pela Liga Nacional de Basquete, a qual foi um dos fundadores. Posteriormente, com a Itabom se unindo ao projeto em 2009, a equipe adotou o nome de GRSA/Itabom/Bauru. Em 2010, a GRSA anunciou sua saída do projeto. Em 2012, após um hiato de dez anos, o Bauru voltou a participar de competições internacionais. A equipe do Itabom/Bauru foi anfitriã da primeira fase da [[FIBA Liga das Américas|Liga das Américas]], e logo em seguida participou do [[Torneio Interligas de Basquetebol|Torneio Interligas]].<ref>{{Citar web|url=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2012/03/comecam-hoje-em-bauru-os-jogos-da-liga-das-americas.html|titulo=Começam hoje em Bauru os jogos da Liga das Américas - JCNET|acessodata=2016-08-27|lingua=pt-BR}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2012/03/basquete-itabom-viaja-motivado-para-o-mexico.html|titulo=Basquete: Itabom viaja motivado para o México - JCNET|acessodata=2016-08-27|lingua=pt-BR}}</ref> No segundo semestre de 2012, apos a saída da Itabom, o Bauru acertou com um novo patrocinador máster, a Paschoalotto Serviços Financeiros.<ref>{{Citar web|título = Bauru Basket anuncia Paschoalotto como patrocinador master para 2012/2013 - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/Esportes/2012/05/bauru-basket-anuncia-paschoalotto-como-patrocinador-master-para-20122013.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref> A parceria logo rendeu bons resultados. A terceira colocação do Paschoalotto/Bauru na quinta edição do NBB foi apenas o início. Em 2013, a categoria de base do Bauru foi campeão da [[Liga de Desenvolvimento de Basquete 2012|Liga de Desenvolvimento de Basquete (LDB) de 2012-13]], o Campeonato Brasileiro sub-22.<ref>{{Citar web|título = Basquete:Título de gente grande - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/noticias.php?codigo=277013&p=basquete|obra = jcnet.com.br|acessadoem = 2015-11-24|língua = pt-BR}}</ref> Também em 2013, o Paschoalotto/Bauru conquistou pela segunda vez em sua história o Campeonato Paulista de Basquete (a primeira conquista foi como Tilibra/Copimax/Bauru em 1999) ao vencer o {{Basquetebol Paulistano}} por 3 x 0 na série final.<ref>{{Citar web|título = Basquete: Solta o grito! - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/Esportes/2013/12/campeao.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://databasket.com.br/descricao.asp?NOME=Not%25EDcia&IDMATERIA=29044|titulo=Bauru é campeão Paulista Masculino - 2013 {{!}} Data Basket|acessodata=2017-08-26|obra=Data Basket}}</ref>
 
No segundo semestre de 2014, o clube trouxe grandes reforços como [[Robert Day]], [[Jefferson Willian Silva|Jefferson Willian]], [[Rafael Hettsheimeir]] e [[Alex Ribeiro Garcia|Alex Garcia]]. Estes se juntaram à boa base da equipe que já contava com [[Larry Taylor]], [[Ricardo Fischer]], [[Murilo Becker]] e [[Gui Deodato]]. Como resultado, a temporada 2014-15 foi a mais vitoriosa do Bauru em toda sua história. A equipe do Paschoalotto/Bauru conquistou: o bicampeonato paulista (terceiro titulo estadual no total) ao vencer o {{Basquetebol Limeira}} por 3 x 1 no playoff final;<ref>{{Citar web|título = É tricampeão! Paschoalotto/Bauru conquista mais um título no Campeonato Paulista de Basquete - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/Esportes/2014/10/tricampeao-paschoalottobauru-conquista-mais-um-titulo-no-campeonato-paulista-de-basquete.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref><ref>{{Citar web|título = Sem vacilos, Bauru bate Limeira e garante o tri no Paulista de basquete|URL = http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2014/10/sem-vacilos-bauru-bate-limeira-e-garante-o-tri-no-paulista-de-basquete.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref> os Jogos Abertos do Interior;<ref>{{Citar web|título = São José vence Jogos Abertos do Interior e Bauru fica em sétimo - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/Jogos-Abertos-2014/2014/11/sao-jose-vence-jogos-abertos-do-interior-e-bauru-fica-em-setimo.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref><ref>{{Citar web|título = Bauru vence Sorocaba nos Abertos e time "fecha a trinca" no basquete|URL = http://globoesporte.globo.com/sp/sorocaba/jogos-abertos-do-interior/noticia/2014/11/bauru-vence-sorocaba-nos-abertos-e-time-fecha-trinca-no-basquete.html|obra = globoesporte.com|acessadoem = 2015-12-07}}</ref> a [[Liga Sul-Americana de Basquete|Liga Sul-americana 2014]] (invicto) depois de vencer o {{Basquetebol Mogi das Cruzes}} por 79 x 53;<ref>{{Citar web|url=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2014/11/bauru-basket-e-o-campeao-da-liga-sulamericana.html|titulo=Bauru Basket é o campeão da Liga Sul-Americana - JCNET|acessodata=2016-08-29|lingua=pt-BR}}</ref> a [[FIBA Liga das Américas 2015|Liga das Américas 2015]] (invicto) depois de derrotar o Pioneros (MEX) por 86 a 72;<ref>{{Citar web|url=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2015/03/titulo-inedito-bauru-e-campeao-invicto-da-liga-das-americas.html|titulo=Título inédito: Bauru é campeão invicto da Liga das Américas - JCNET|acessodata=2016-08-28|lingua=pt-BR}}</ref> e o vice-campeonato do [[Novo Basquete Brasil de 2014–15|NBB 2014-15]], após estabelecer no decorrer do campeonato o recorde de vitórias consecutivas e de invencibilidade da competição.<ref>{{Citar web|título = Flamengo tem vitória incontestável, no jogo em Marília, e Bauru é vice - JCNET|URL = http://www.jcnet.com.br/Bairros/2015/05/bauru-perde-para-o-flamengo-e-deixa-briga-pelo-titulo-do-nbb7.html|acessadoem = 2015-09-13}}</ref> Com o título da Ligas das Américas, o Bauru disputou no segundo semestre de 2015 a [[CampeonatoCopa MundialIntercontinental Interclubes de BasqueteFIBA|Copa Intercontinental]] (Mundial de Clubes) contra o campeão da [[Euroliga]] de basquete do mesmo ano ([[Real Madrid Basket|Real Madrid]]).<ref>{{Citar web|título=Coletiva de imprensa marca lançamento do Mundial de Clubes - JCNET|URL=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2015/08/coletiva-de-imprensa-marca-lancamento-do-mundial-de-clubes.html|acessadoem=2015-09-13}}</ref> Após fazer história e vencer o primeiro jogo por 91 a 90, o Paschoalotto/Bauru perdeu o segundo embate por 12 pontos, sendo assim, a agremiação bauruense ficou com o vice-campeonato mundial.<ref>{{Citar web|título=Real Madrid vence Bauru e fatura Intercontinental de basquete no Brasil|URL=http://globoesporte.globo.com/sp/sorocaba/basquete/noticia/2015/09/real-madrid-vence-bauru-e-fatura-intercontinental-de-basquete-no-brasil.html|acessadoem=2015-09-28}}</ref> Devido a ótima temporada realizada, o Bauru foi convidado para fazer amistosos contra as equipes do [[New York Knicks]] e do [[Washington Wizards]] nos EUA, tornando-se o primeiro time paulista a jogar na [[National Basketball Association|NBA]].<ref>{{Citar web|título = Bauru repete feito do Flamengo e jogará contra times da NBA nos EUA|URL = http://globoesporte.globo.com/sp/sorocaba/basquete/noticia/2015/08/bauru-repete-feito-do-flamengo-e-jogara-contra-times-da-nba-nos-eua.html|acessadoem = 2015-09-28}}</ref> Em 2016, o Paschoalotto/Bauru chegou novamente ao Final Four da Liga das Américas. Mesmo com vários desfalques no elenco, a equipe tirou uma desvantagem de 17 pontos no quarto final e passou pelo Flamengo na semifinal. Na decisão foi derrotado pelo anfitrião [[Guaros de Lara]] (VEN).<ref>{{Citar web|url=http://globoesporte.globo.com/sp/sorocaba/basquete/noticia/2016/03/guaros-ven-supera-desfalcado-bauru-e-e-campeao-da-liga-das-americas.html|titulo=Guaros-VEN supera desfalcado Bauru e é campeão da Liga das Américas|acessodata=2016-03-13|obra=globoesporte.com|lingua=pt-BR}}</ref> No [[Novo Basquete Brasil de 2015–16|NBB 2015-16]], o Dragão fez boa campanha e mais uma vez alcançou a final do torneio nacional. Após cinco jogos muito disputados, o Bauru ficou com o vice-campeonato do [[Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino|Campeonato Brasileiro]] ao ser derrotado novamente pelo {{Basquetebol Flamengo}}.<ref>{{citar web|url=http://lnb.com.br/noticias/flamengo-e-penta/|titulo=Flamengo é penta!|data=|acessodata=|obra=|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref>
 
Depois de quatro temporadas, a Paschoalotto anunciou que não seria mais o patrocinador máster do Bauru Basket. Para a lacuna deixada, o clube assinou com a empresa de segurança e limpeza Gocil, passando a jogar sob o nome de Gocil/Bauru.<ref>{{Citar web|url=http://www.jcnet.com.br/Esportes/2016/09/gocil-empresa-bauruense-de-projecao-nacional-e-novo-patrocinador-master-do-bauru-basket.html|titulo=Gocil, empresa bauruense de projeção nacional, é novo patrocinador máster do Bauru Basket - JCNET|acessodata=2016-09-02|lingua=pt-BR}}</ref> A equipe bauruense chegou à final do Paulista de 2016 após um começo de campeonato irregular, porém ficou com vice-campeonato ao perder para o Mogi a série decisiva por 2 x 0.<ref>{{citar web|url=http://globoesporte.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/basquete/noticia/2016/10/espera-acabou-mogi-bate-o-bauru-e-e-campeao-paulista-pela-segunda-vez.html|titulo=A espera acabou: Mogi bate o Bauru e é campeão paulista pela segunda vez|data=|acessodata=|obra=|publicado=|ultimo=|primeiro=}}</ref> No [[Novo Basquete Brasil de 2016–17|NBB 2016-17]], o Bauru teve altos e baixos na fase de classificação e terminou em quinto lugar. Nas oitavas eliminou o {{Basquetebol Macaé}} por 3 x 0. Na série quartas de final, após sair perdendo para o {{Basquetebol Brasília}}, virou o playoff para 3 a 1. Na semifinal contra o {{Basquetebol Pinheiros}}, o time bauruense esteve em desvantagem por 2 a 0, mas depois de grande reação, carimbou a vaga na decisão pela terceira vez seguida, ao derrotar os pinheirenses por 3 a 2. No playoff final, o Gocil/Bauru mais uma vez perdeu os dois primeiros jogos. No entanto, teve forças para reverter a adversidade e 15 anos depois voltou a ser campeão brasileiro ao bater o {{Basquetebol Paulistano}} por três a dois, conquistando o primeiro título do [[Novo Basquete Brasil|NBB]].<ref>{{Citar periódico|titulo=Alex decide, Bauru domina Paulistano e é campeão do NBB pela primeira vez|url=http://www.espn.com.br/noticia/704157_alex-decide-bauru-domina-paulistano-e-e-campeao-do-nbb-pela-primeira-vez|jornal=ESPN|lingua=pt}}</ref>
 
== Campanhas de destaque ==
* [[CampeonatoCopa MundialIntercontinental Interclubes de BasqueteFIBA|Vice-campeão do Campeonato Mundial Interclubes]]: [[Copa Intercontinental de Basquete de 2015|2015]].
* [[FIBA Liga das Américas|Vice-campeão da Liga das Américas]]: [[FIBA Liga das Américas 2016|2016]].
* [[Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões de Basquete Masculino|Vice-campeão do Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões]]: 1999.