Diferenças entre edições de "Casa à Rua da Quitanda, 61"

88 bytes adicionados ,  23h50min de 19 de abril de 2021
sem resumo de edição
(nova página: miniaturadaimagem|Rua da Quitanda, Rio de Janeiro, cerca de 1885 a 1895. A '''Casa à Rua da Quitanda, nº 61''', localizada na cidade Rio de...)
 
Etiqueta: Código wiki errado
A '''Casa à Rua da Quitanda, nº 61''', localizada na cidade [[Rio de Janeiro|Rio de Janeiro-RJ]], é um edifício de arquitetura urbana referente à segunda metade do século XIX.<ref>{{citar web|url=https://benstombadosriodejaneiro.blogspot.com/2018/05/|título=BENS TOMBADOS DA CIDADE E DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO|autor=Celso F Lago|data=31/05/2018|publicado=benstombadosriodejaneiro.blogspot.com|acessodata=19 de abril de 2021}}</ref>
 
== História ==
Localizada em uma das ruas mais conhecidas da cidade do [[Rio de Janeiro]]<ref>{{citar web|url=https://diariodorio.com/historia-da-rua-quitanda-e-seus-muitos-nomes/|título=vHistória da Rua Quitanda e seus muitos nomes|autor=Felipe Lucena|data=04/01/2019|publicado=DiarioDoRio.com|acessodata=19 de abril de 2021}}</ref>, a '''Casa à Rua da Quitanda, nº 61''' foi tombada pelo [[Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional|Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)]] em 29/06/1972<ref name="patrimonio">{{citar web|url=http://www.ipatrimonio.org/rio-de-janeiro-casa-rua-da-quitanda-no-61/#!/map=38329&loc=-22.899452330575933,-43.181151151657104,16|título=Rio de Janeiro – Casa Rua da Quitanda, nº 61|autor=IPHAN|data=29/06/1972|publicado=ipatrimonio.org|acessodata=19 de abril de 2021}}</ref>
 
A indicação na fachada “Era 1872”, provavelmente remete à data de fundação do edifício.<ref name="IPHAN">{{citar web|url=http://portal.iphan.gov.br/ans.net/tema_consulta.asp?Linha=tc_hist.gif&Cod=1687|título=Casa à Rua da Quitanda, 61 (Rio de Janeiro, RJ)|autor=|data=|publicado=http://portal.iphan.gov.br/|acessodata=19 de abril de 2021}}</ref>
 
== Descrição ==
Entre 1978-79, o arquiteto Augusto Silva Telles descreve o edifício como um ótimo exemplo de arquitetura urbana das últimas décadas do século XIX, cita que no entablamento superior havia a indicação “Era 1872”. Detalha que a frontaria é estreita e alta e que o edifício apresenta três pisos em cada um, três vãos. Cita ainda que no pavimento térreo, outrora revestido de cantaria e com vãos de arco pleno, encontra-se desordenado e em uso comercial. O autor cita que nos pisos superiores as guarnições dos vãos, as bacias e as mísulas das sacadas corridas, de apuro acabamento, são de cantaria, e que no entanto o revestimento das paredes é de azulejo estampilhado, cita ainda que os guarda-corpos são de ferro fundido, a cimalha de coroamento, de cantaria obedece à ordenação clássica e serve de apoio à beirada do telhado, cujos telhões eram feitos de louça azul e branca, procedentes do Porto. Atualmente constatamos que no prédio funciona um restaurante e que os telhões de louça portuguesa foram retirados.<ref name="IPHAN"></ref>
 
{{Referencias}}
 
[[Categoria:Rio de Janeiro]]
[[Categoria:!Wikiconcurso Casa Brasileira (artigos)]]
367

edições