Diferenças entre edições de "Bitcoin"

sem resumo de edição
Satoshi Nakamoto, pseudônimo japonês, inicialmente representava uma pessoa anônima ou um grupo de pessoas que criou o protocolo original do bitcoin, em 2007. Além do próprio bitcoin, nenhuma outra referência a essa identidade foi encontrada. Seu envolvimento no protocolo original parece ter se encerrado em meados de 2010.<ref name="Wired:RFB" /> Antes de seu "desaparecimento", Nakamoto mantinha-se ativo tanto postando informações técnicas no fórum BitcoinTalk quanto modificando a rede bitcoin. Sendo responsável por criar a maior parte do protocolo, aceitando raras contribuições de terceiros.<ref name="Wired:RFB" /> Em abril de 2011, Satoshi informou a um colaborador do bitcoin que teria "partido para novas coisas".<ref>{{Citar web|url=http://www.newyorker.com/reporting/2011/10/10/111010fa_fact_davis|título=The Crypto-Currency|data=10 de outubro de 2011|acessodata=16 de fevereiro de 2013|publicado=[[The New Yorker]]|último=Davis|primeiro=Joshua}}</ref>
 
Vários jornais, como o ''[[The New Yorker]]'', ''[[Fast Company (revista)|Fast Company]]'' e ''[[Newsweek]]''&nbsp;investigaram a verdadeira identidade de Satoshi Nakamoto. A ''Fast Company'' insinuou haver uma ligação entre uma [[patente]] de [[criptografia]] requisitada por Neal King, Vladimir Oksman e Charles Bry no dia 15 de agosto de 20072008 e o registro do domínio bitcoin.org, feito 72 horas depois. O pedido de patente<ref>{{citar web |url=http://patent.ipexl.com/U2S/20100042841.html |título=Updating and Distributing Encryption Keys |website=patent.ipexl.com |arquivourl=https://web.archive.org/web/20171017093729/http://patent.ipexl.com/U2S/20100042841-a1.html |arquivodata=17 de outubro de 2017}}</ref> contém tecnologia similar à do bitcoin. Ao menos uma frase idêntica foi encontrada tanto no pedido de patente quanto no documento descrevendo o bitcoin. Os três homens envolvidos na petição de patente negaram explicitamente a especulação.<ref>{{Citar web|url=http://www.fastcompany.com/1785445/bitcoin-crypto-currency-mystery-reopened|título=The Bitcoin Crypto-Currency Mystery Reopened|acessodata=16 de fevereiro de 2013|publicado=[[Fast Company (revista)|Fast Company]]|último=Penenberg|primeiro=Adam}}</ref><ref>{{Citar web|url=http://www.theatlanticwire.com/technology/2011/10/race-unmask-bitcoins-inventors/43535/|título=The Race to Unmask Bitcoin's Inventor(s)|data=11 de outubro de 2011|acessodata=16 de fevereiro de 2013|publicado=[[The Atlantic]]|último=Greenfield|primeiro=Rebecca}}</ref>
 
Muitas teorias foram levantadas sobre a identidade de Satoshi Nakamoto.<ref>{{citar web|url=https://cointimes.com.br/quem-e-satoshi-nakamoto/|titulo=Quem é Satoshi Nakamoto|data=17/04/2018|acessodata=19/09/2018|publicado=Cointimes|ultimo=Neto|primeiro=Guaraci}}</ref> Em 2014 um grupo de 40 estudantes liderados pelo Dr. Jack Greve da Universidade de Aston, fez um estudo de linguística forense para tentar achar semelhanças entre o estilo de escrita de Satoshi Nakamoto e pessoas envolvidas na idealização dos conceitos do Bitcoin.<ref>{{citar web|url=http://www.aston.ac.uk/news/releases/2014/april/researchers-uncover-likely-author-of-original-bitcoin-paper/|titulo=Researchers uncover likely author of original Bitcoin paper|data=16/04/2014|acessodata=19/09/2018|publicado=Universidade de Aston|ultimo=Grieve|primeiro=Jack}}</ref> 13 pessoas foram analisadas nesse estudo estilométrico, o padrão de escrita semelhante ao white paper do Bitcoin<ref>{{citar web|url=https://cointimes.com.br/whitepaper-do-bitcoin-traduzido/|titulo=White paper do bitcoin traduzido|data=23/08/2018|acessodata=19/09/2018|publicado=Cointimes|ultimo=Bassotto|primeiro=Lucas}}</ref> foi relacionado ao criptógrafo [[Nick Szabo]].