Diferenças entre edições de "Usuário(a):LuanCampSouza93/Testes"

sem resumo de edição
|}
{{Fim}}
 
{{Info/Empresa
|logo = MtGox.png
|logo_tamanho =
|fundacao = 2010
|fundador =
|sede = [[Tóquio]]
|principais_pessoas = Tibanne Ltd.
|produtos = [[Exchange (criptomoedas)|Casa de câmbio]]
|website =
}}
'''''Mt. Gox''''' foi uma ''exchange'' de [[Bitcoin|Bitcoins]] sediada em [[Shibuya]], [[Tóquio]], [[Japão]].<ref>{{citar periódico|url=https://books.google.com.br/books?id=oPboDAAAQBAJ&q=mt.+gox&pg=PA47&redir_esc=y|título=Terrorist Use of Cyberspace and Cyber Terrorism: New Challenges and Responses|último=Ogun|primeiro=M. N.|data=8 de outubro de 2015|isbn=9781614995289}}</ref> Lançada em julho de 2010, entre 2013 e 2014 lidava com mais de 70% de todas as transações de bitcoin (BTC) em todo o mundo, e era a maior ''exchange'' de bitcoin e a principal bolsa de bitcoin do mundo.<ref>{{citar periódico|url=https://www.wsj.com/articles/BL-263B-352|título=5 things about Mt. Gox's crisis|último=Vigna|primeiro=Paul|publicado=[[The Wall Street Journal]]|data=25 de fevereiro de 2014}}</ref>
 
Em fevereiro de 2014, a Mt. Gox suspendeu as negociações, fechou seu site e serviço de câmbio e entrou com pedido de proteção contra falência junto a seus credores.<ref>{{citar periódico|url=https://dealbook.nytimes.com/2014/02/28/mt-gox-files-for-bankruptcy/|título=Erosion of Faith Was Death Knell for Mt. Gox|publicado=[[The New York Times]]|data=28 de fevereiro de 2014}}</ref> Em abril de 2014, a empresa iniciou o processo de liquidação.<ref{{citar web|url=https://www.theverge.com/2014/4/16/5619636/mt-gox-asks-for-permission-to-liquidate|título=Mt. Gox abandons rebuilding plans and files for liquidation: WSJ|publicado=The Verge|data=16 de abril de 2014}}</ref>
 
Mt. Gox anunciou que aproximadamente 850.000 bitcoins pertencentes aos clientes e à empresa estavam desaparecidos e provavelmente foram roubados, uma quantia avaliada em mais de US$ 450 milhões na época.<ref>{{citar periódico|url=https://www.bloomberg.com/news/articles/2014-02-28/mt-gox-exchange-files-for-bankruptcy|título=Mt. Gox Seeks Bankruptcy After $480 Million Bitcoin Loss|publicado=Bloomberg News|data=28 de fevereiro de 2014}}</ref>
 
Embora 200.000 bitcoins já tenham sido "encontrados", os motivos do desaparecimento - roubo, fraude, má administração ou uma combinação deles - inicialmente não eram claros. Novas evidências apresentadas em abril de 2015 pela empresa de segurança de Tóquio WizSec os levaram a concluir que "a maioria ou todos os bitcoins perdidos foram roubados diretamente da ''Hot Wallet'' da Mt. Gox ao longo do tempo, começando no final de 2011".<ref>{{citar periódico|url=https://www.nytimes.com/2016/05/26/business/dealbook/mt-gox-creditors-seek-trillions-where-there-are-only-millions.html|título=Mt. Gox Creditors Seek Trillions Where There Are Only Millions|último=Popper|primeiro=Nathaniel|publicado=The New York Times|data=25 de maio de 2016}}</ref>
 
{{Referências}}