Diferenças entre edições de "Mikhail Bogdanovich Barclay de Tolly"

m
sem resumo de edição
(Revisão Geral)
m
 
{{Info/Biografia/Wikidata|data_nascimento=[[27 de dezembro]] de [[1761]]|data_morte=[[26 de maio]] de [[1818]]}}
'''Mikhail Bogdanovich Barclay de Tolly''' ({{dni|lang=br|27|12|1761|si}} — {{morte|lang=br|26|5|1818}}) (em [[alfabeto cirílico]]: Михаи́л Богда́нович Баркла́й-де-То́лли) foi um [[marechal de campo]] alemão báltico e Ministro da Guerra do [[Império Russo]] durante a [[Campanha da Rússia (1812)|Invasão Napoleônica à Rússia]] em 1812 e a [[Guerra da Sexta Coalizão]]. Barclay implementou uma série de reformas durante esse tempo que melhorou o sistema de abastecimento do exército, dobrou o número de soldados do exército e implementou novos princípios de treinamento de combate. Ele também foi o governador-geral da [[Finlândia]].<ref name=":0" /><ref name=":1" /><ref name=":2" />
 
Ele nasceu em uma família nobre de língua alemã da [[Livônia]] que eram membros do clã escocês Barclay. Seu pai foi o primeiro de sua família a ser aceito na [[nobreza russa]]. Barclay ingressou no [[Exército Imperial Russo]] ainda jovem em 1776, alistando-se no Regimento de Carabineiros Pskov. Por seu papel na captura de Ochakov em 1788 dos [[Império Otomano|otomanos]], ele foi pessoalmente condecorado por [[Gregório Alexandrovich Potemkin|Grigory Potemkin]]. Em 1794, ele participou da supressão da [[Revolta de Kościuszko]] na [[Polónia|Polônia]] e foi novamente condecorado por seu papel na captura de Vilnius.
Em 1806, Barclay começou a comandar nas [[Guerras Napoleônicas]], destacando-se na [[Batalha de Pultusk|Batalha de Pułtusk]] nesse mesmo ano. Ele foi ferido na [[Batalha de Eylau]] em 1807 enquanto suas tropas cobriam a retirada do exército russo. Por causa de seus ferimentos, ele foi forçado a deixar o comando. No ano seguinte, ele realizou operações bem-sucedidas na [[Guerra da Finlândia]] contra a [[Suécia]]. Barclay liderou um grande número de tropas russas a aproximadamente 100 km através do Golfo congelado de [[Bótnia Ocidental|Bótnia]] no inverno durante uma tempestade de neve. Por suas realizações, Barclay de Tolly foi nomeado governador-geral do [[Grão-Ducado da Finlândia]]. De 20 de janeiro de 1810 a setembro de 1812, foi [[Ministro da Guerra]] do Império Russo.
 
Quando a [[invasão francesa da Rússia]] começou em 1812, Barclay de Tolly era comandante do 1º Exército do Oeste, o maior Exército a enfrentar [[Napoleão Bonaparte|Napoleão]]. Barclay foi nomeado comandante-chefe e iniciou uma política de terra arrasada desde o início da campanha, embora isso o tornasse impopular entre os [[russos]]. Depois que a [[Batalha de Smolensk (1812)|Batalha de Smolensk]] não conseguiu deter os franceses e o descontentamento entre os russos continuou a crescer, [[Alexandre I da Rússia|Alexandre I]] nomeou [[Mikhail Kutuzov]] como comandante-chefe, embora Barclay permanecesse no comando do 1º Exército. No entanto, Kutuzov continuou a mesma retirada de terra arrasada até [[Moscou]], onde a [[Batalha de Borodino]] aconteceu nas proximidades. Barclay comandou a ala direita e o centro do exército russo para a batalha. Após a retirada de Napoleão, o eventual sucesso das táticas de Barclay o tornou um herói entre os russos. Ele se tornou [[Comandante em chefe|comandante-em-chefe]] mais uma vez em 1813 após a morte de Kutuzov e liderou a tomada de [[Paris]], para a qual foi feito [[marechal de campo]]. Sua saúde piorou mais tarde e ele morreu em uma visita à Alemanha em 1818.<ref name=":0">Helme, Rein (2006). ''Kindralfeldmarssal Barclay de Tolly'' (em estoniano). Tallinn: Eesti Entsüklopeediakirjastus. ISBN 978-9985-70-202-4</ref><ref name=":1">Josselson, Michael ; Josselson, Diana (1980). The Commander: A Life of Barclay de Tolly . Oxford: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-215854-3</ref><ref name=":2">Mikaberidze, Alexander (2005). ''The Russian Officer Corps in the Revolutionary and Napoleonic Wars, 1792–1815''. New York: Savas Beatie. ISBN 978-1-932714-02-9</ref>
 
{{Start box}}
|}
 
{{Referências}}{{NF|1761|1818|Barclay De Tolly, Michael Andreas}}
 
== Bibliografia ==
{{Refbegin}}
*{{citar livro |último =Helme |primeiro =Rein|título=Kindralfeldmarssal Barclay de Tolly |ano=2006 |publicado=Eesti Entsüklopeediakirjastus |local=Tallinn |isbn= 9985-70-202-6 }}
*{{citar livro |último =Josselson |primeiro =Michael|coautor=Josselson, Diana |título=The Commander: A Life of Barclay de Tolly |ano=1980 |publicado=Oxford University Press |local=Oxford |isbn= 0-19-215854-6 }}
{{Refend}}
 
{{NF|1761|1818|Barclay De Tolly, Michael Andreas}}
[[Categoria:Nobres da Rússia]]
[[Categoria:Militares da Rússia]]