Diferenças entre edições de "Lista de encouraçados do Brasil"

m
=== ''Brasil'' ===
[[Ficheiro:Buque Brasil (1864).jpg|miniaturadaimagem|upright=1.1|Ilustração do ''Brasil'' danificado durante a Guerra do Paraguai]]
O ''Brasil'' foi o primeiro navio encouraçado comissionado na Marinha do Brasil. Foi projetado em meio à ruptura de relações entre o [[Império do Brasil]] e o [[Império Britânico]], evento conhecido como [[Questão Christie]]. A encomenda foi feita ao estaleiro francês ''[[Société nouvelle des forges et chantiers de la Méditerranée|Societé Nouvelle des Forges et Chantiers]]'' pela quantia de 1 560 000 [[Franco (moeda)|francos]].{{Sfn|Marinha do Brasil-A|p=1}} O ''Brasil'' participou das campanhas da Guerra do Paraguai, como as batalhas de [[Batalha de Itapirú|Itapirú]] e [[Batalha de Curupaiti|Curupaiti]] em 1866. Em 9 de fevereiro de 1867, foi para o Rio de Janeiro, onde precisou ser reparado. Em 30 de março partiu da capital se juntando à Esquadra que posteriormente forçou a [[Passagem de Curupaiti]]. Em 2 de março de 1868, socorreu os encouraçados ''[[Lima Barros (monitor)|Lima Barros]]'' e ''[[Cabral (encouraçado)|Cabral]]'', que haviam sido [[Abordagem aos couraçados Lima Barros e Cabral|abordados de surpresa]]. Em 10 de abril, participou no bombardeio de Humaitá. Em 16 de agosto, forçou a passagem do Timbó. Em 26 de novembro, forçou o Passo de Angostura. Após o fim da guerra, o ''Brasil'' continuou fazendo parte da frota até que deu baixa em 1879.{{Sfn|Marinha do Brasil-A|pp=5-6}}
{| class="wikitable plainrowheaders" style="text-align: center;"
|- valign="center"