Diferenças entre edições de "IstoÉ"

3 645 bytes adicionados ,  6 junho
ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações usando script, traduções e adaptações de https://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Isto%C3%A9&oldid=997692419, recuperação de texto apagado, reorganização e adição de conteúdos referenciados
(Resgatando 1 fontes e marcando 0 como inativas.) #IABot (v2.0.8)
(ajustando datas, traduzindo nome/parâmetro nas citações usando script, traduções e adaptações de https://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Isto%C3%A9&oldid=997692419, recuperação de texto apagado, reorganização e adição de conteúdos referenciados)
|editor = Carlos José Marques
|equipe editorial =
|categoria = Notíciasnotícias
|frequência = Semanalsemanal
|circulação = Nacionalnacional
|editora = [[Editora Três]]
|circulação paga =
|circulação não paga =
|circulação total = 310 mil por edição (abril 2016){{fact}}
|fundação = {{Dtlink|||1976|idade}}
|primeira edição =
|empresa =
|país = {{BRA}}
|línguas = [[Língua portuguesa|Portuguêsportuguês]]
|sítio = [httphttps://www.istoe.com.br Site oficial]
}}
A '''''ISTOÉ''''' (ocasionalmente estilizada '''''IstoÉ''''') é uma [[revista]] semanalde [[brasilRevista de notícias|notícias]]eira desemanal [[informaçõesbrasil]] geraiseira, criada em [[1976]]. Seu primeiro diretor de redação foi o jornalista [[Mino Carta]], principal autor da concepção original do projeto editorial. A revista é publicada aos sábados pela [[Editora Três]],.<ref empresaname="proo">{{citar fundadajornal|url=http://proof-reading.org/a-flourishing-future-for-magazines-in-brazil/ pelo|título=A empresárioFlourishing [[DomingoFuture Alzugaray]].for Magazines in Brazil |data=1 de setembro de 2010 |obra=Proof |acessodata=4 de agosto de 2015}}</ref><ref>[http://www.istoe.com.br/reportagens/162517_ISTOE+35+ANOS ISTOÉ 35 anos], n° 2185, 23. de setembro de 2011</ref> É uma das três principais revistas do país, ao lado de ''[[Veja]]'' e [[Época (revista)|''Época'']].<ref name="proo" /><ref name="lar">{{citar jornal|url=https://www.nytimes.com/1999/08/30/business/media-a-news-magazine-war-in-brazil.html |título=A News Magazine War in Brazil |data=30 de agosto de 1999 |obra=The New York Times |autor =Larry Rohter |acessodata=8 de agosto de 2015}}</ref>
 
A revista possui reputação de ser "atrevida" e [[Nacionalismo brasileiro|nacionalista]] conforme descrição do jornal estadunidense ''[[The New York Times]]'', bem como de ter sido "mais negativa e de esquerda" durante a [[ditadura militar brasileira]] e uma "revista que acredita no Brasil" na [[Nova República]] (década de 1990) conforme descrição do fundador da revista [[Domingo Alzugaray]], ouvido pelo jornal estadunidense.<ref name="lar" />
A revista nasceu de um encontro entre os proprietários da Editora Três - o empresário Domingo Alzugaray, ex-diretor comercial da [[Editora Abril]], e o jornalista Luís Carta, ex-diretor da ''[[Realidade (revista)|Realidade]]'', publicada pela Abril,<ref>[http://www.cartacapital.com.br/revista/795/uma-ideia-genial-3554.html Uma ideia genial]. Por Mino Carta. ''[[Carta Capital ]]'', 12 de abril de 2014 ]</ref><ref>[http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/4/21/brasil/13.html Morre em Madri Luis Carta, diretor da "Vogue" espanhola]. ''[[Folha de S. Paulo]]'', 21 de abril de 1994.</ref> que logo depois deixaria a sociedade - com Mino Carta, que havia sido o criador da revista ''[[Veja]]'', também publicada pela Abril.<ref>[http://www.istoe.com.br/reportagens/248796_EDITORA+TRES+40+ANOS Editora Três 40 anos]. ''ISTOÉ'', n° 2.242, 26 de outubro de 2012.</ref> Mino Carta deixou a ''ISTOÉ'' em 1981.<ref>[http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:cb5uiWztbNAJ:observatoriodaimprensa.com.br/entre-aspas/mino_carta__27718/+&cd=4&hl=pt-BR&ct=clnk Mino Carta]. ''[[Observatório da Imprensa]]'', ed. 295, 21 de setembro de 2004.</ref>
 
A circulação da revista em 2003 foi de {{Fmtn|362307}} cópias.<ref>{{citar web|url=http://editora3.terra.com.br/publicidade_portugues/istoe/circulacao.htm |título=Publicidade - Editora 3 |obra=Editora Três |arquivourl=https://web.archive.org/web/20070513202731/http://editora3.terra.com.br/publicidade_portugues/istoe/circulacao.htm |arquivodata=13 de maio de 2007 |acessodata=1 de fevereiro de 2007 |citação=Média de 2003: 362.307 exemplares |urlmorta= sim}}</ref>
== Histórico==
 
== Histórico ==
No contexto a capa de uma edição da revista IstoÉ causou polêmica nas [[redes sociais]], a publicação foi acusada de cometer [[machismo]] e [[misoginia]]. Na edição a semanal trouxe uma reportagem intitulada “As Explosões Nervosas da Presidente”, que tratou sobre supostos casos de descontrole emocional da petista, chegando a comparar a presidente com [[Maria I, a Louca]], rainha de Portugal no fim do século XVIII.<ref>{{citar periódico|título=Capa da istoé gera polêmica|url = http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/capa-da-istoe-com-dilma-gera-polemica-e-acusacoes-de-machismo-62764/}}</ref> O site oficial da revista foi lançado em 1996.
 
A revista foi fundada pelos proprietários da Editora Três: o empresário [[Domingo Alzugaray]], ex-diretor comercial da [[Editora Abril]], o jornalista Luís Carta, ex-diretor da ''[[Realidade (revista)|Realidade]]'', publicada pela Abril,<ref>[http://www.cartacapital.com.br/revista/795/uma-ideia-genial-3554.html Uma ideia genial]. Por Mino Carta. ''[[Carta Capital ]]'', 12 de abril de 2014 ]</ref><ref>[http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/4/21/brasil/13.html Morre em Madri Luis Carta, diretor da "Vogue" espanhola]. ''[[Folha de S. Paulo]]'', 21 de abril de 1994.</ref> (e que logo depois deixaria a sociedade) e [[Mino Carta]], que havia sido o criador da revista ''[[Veja]]'', também publicada pela Abril.<ref>[http://www.istoe.com.br/reportagens/248796_EDITORA+TRES+40+ANOS Editora Três 40 anos]. ''ISTOÉ'', n° 2.242, 26 de outubro de 2012.</ref> Mino Carta deixou a ''ISTOÉ'' em 1981.<ref>[http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:cb5uiWztbNAJ:observatoriodaimprensa.com.br/entre-aspas/mino_carta__27718/+&cd=4&hl=pt-BR&ct=clnk Mino Carta]. ''[[Observatório da Imprensa]]'', ed. 295, 21 de setembro de 2004.</ref>
;ISTOÉ Senhor
Em junho de [[1988]], a revista ISTOÉ é rebatizada de ISTOÉ Senhor, sendo uma fusão da ISTOÉ e a antiga [[Senhor (revista)|revista Senhor]]. Em abril de [[1992]] o título Senhor é abandonado e a revista volta a se chamar apenas ISTOÉ.<ref>[http://www.revistastatus.com.br/2012/12/10/9838/ 40 anos de Editora 3] - Revista Status</ref>
 
Em junho de [[1988]], a revista ISTOÉ é rebatizada de '''''ISTOÉ Senhor''''', sendo uma fusão da ''ISTOÉ'' e a antiga [[Senhor (revista)|revista ''Senhor'']]. Em abril de [[1992]] o título Senhor é abandonado e a revista volta a se chamar apenas ISTOÉ.<ref>[http://www.revistastatus.com.br/2012/12/10/9838/ 40 anos de Editora 3] - Revista Status</ref>
== Prêmios ==
=== [[Prêmio ExxonMobil de Jornalismo]] (Esso) ===
 
O ''site'' oficial da revista foi lançado em 1996.{{fact}}
* 1996: Esso de Fotografia, concedido a Luciano Suassuna, pela obra "CONVERSAS FULMINANTES"<ref>{{citar web|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1996.aspx |título= Prêmio Esso de Jornalismo 1996|acessodata= 2020-03-26|autor=|data= |obra= Prêmio Esso|publicado= |arquivodata= 2010-07-26|arquivourl= https://web.archive.org/web/20110726162924/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1996 |urlmorta=yes}}</ref>
 
* 1998: Esso de Informação Econômica, concedido a Ronaldo Brasiliense, pela obra "A CONTA DO PROER"
No fim da década de 1990, o cenário brasileiro era de aumento da população alfabetizada e diminuição da inflação comparando aos níveis de 1980, mas também de recessão persistente e [[Desvalorização do real em 1999|desvalorização do real]].<ref name="lar" /> Nesse cenário, negociações foram iniciadas para compra da revista pela [[Editora Globo]], que tentava entrar no mercado de revistas de notícias.<ref name="lar" /> Sem êxito na negociações, a Editora Globo lançou em 1998 sua própria revista, a ''Época'', concorrendo com a ''ISTOÉ'' e a ''Veja''.<ref name="lar" /> Tal concorrência foi descrita em 1999 pelo jornal estadunidense ''[[The New York Times]]'' como uma "guerra de circulação" e "batalha antiquada e árdua", a despeito da pouca sobreposição entre os públicos-alvos, dos formatos distintos de cada uma e das diferenças entre o contexto do [[Brasil]] e dos [[Estados Unidos]] (referencial da descrição feita).<ref name="lar" />
* 1998: Esso de Informação Científica, Tecnológica e Ecológica, concedido a Daniel Stycer e Eduardo Marini, pela obra "REAPRENDENDO A VIVER"<ref>{{citar web|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1998.aspx |título= Prêmio Esso de Jornalismo 1998|acessodata= 2020-03-26|autor=|data= |obra= Prêmio Esso|publicado= |arquivodata= 2010-07-26|arquivourl= https://web.archive.org/web/20110726162729/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1998 |urlmorta=yes}}</ref>
 
* 1999: Esso de Criação Gráfica, na categoria revista, concedido a João Carlos Alvarenga Freire, "UM CADÁVER POLÍTICO"<ref>{{citar web|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1999.aspx |título= Prêmio Esso de Jornalismo 1999|acessodata= 2020-03-26|autor=|data= |obra= Prêmio Esso|publicado= |arquivodata= 2010-07-26|arquivourl= https://web.archive.org/web/20110726162651/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1999 |urlmorta=yes}}</ref>
Em 2005, o sítio eletrônico brasileiro [[Observatório da Imprensa]] atentou que ao fim de março a ''ISTOÉ'', ''Veja'' e ''Época'' coincidiram em suas matérias de capa, mas não só.<ref name="OI">{{citar web |url=http://observatoriodaimprensa.com.br/armazem-literario/veja-e-a-reclassificacao-das-especies/ |título=Vejae a reclassificação das espécies |data=22 de março de 2005 |acessodata=9 de julho de 2019 |obra=[[Observatório da Imprensa]] |publicado= |autor=Deonisio da Silva |arquivourl=http://web.archive.org/web/20190709195542/http://observatoriodaimprensa.com.br/armazem-literario/veja-e-a-reclassificacao-das-especies/ |arquivodata=9/7/2019 |urlmorta=no}}</ref> O trio deu destaque ao escritor brasileiro [[Paulo Coelho]].<ref name="OI" /> Aquele sítio trouxe que o assunto foi abordado de forma "pasteurizada", parecendo a mesma pessoa o ter redatado nos três casos, e ainda, ao afirmar que tal estilo teria partido da ''Veja'' e influenciado as outras duas, exemplificou e questionou a "mesmice" entre os veículos à época.<ref name="OI" />
* 2001: ganhou o Esso pela série de reportagens "Senadores Envolvidos na Fraude do Painel de Votação do Senado"<ref>{{citar web |url= https://www.istoedinheiro.com.br/diretor-da-istoe-mario-simas-filho-morre-em-sao-paulo-aos-59-anos/
 
|título= Diretor da ISTOÉ, Mario Simas Filho morre em São Paulo aos 59 anos
A revista ''ISTOÉ'' foi acusada de cometer [[machismo]] e [[misoginia]] em sua primeira matéria de capa de abril de 2016, uma reportagem intitulada “As Explosões Nervosas da Presidente”, que tratou sobre supostos casos de [[Histeria feminina|descontrole emocional]] da então presidenta [[Dilma Rousseff]] a partir de [[Estereótipo de gênero|estereótipos]], chegando a compará-la com [[Maria I, a Louca]], rainha de Portugal no fim do século XVIII.<ref>{{citar periódico|título=Capa da istoé gera polêmica|url = http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/capa-da-istoe-com-dilma-gera-polemica-e-acusacoes-de-machismo-62764/}}</ref>
|acessodata= 2020-01-24
 
|autor=
== Prêmios ==
|data=
|obra= IstoÉ Dinheiro
|publicado= Editora 3
|arquivodata=
|arquivourl=
|urlmorta=no}}</ref>
* 2002: ganhou o Esso de Criação Gráfica, na categoria revista, concedido a Roberto Weigand e Alex Soletto, pela reportagem "Uma Nação em Pânico"<ref>{{citar web
|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2002
|título= Prêmio Esso de Jornalismo 2002
|acessodata= 2020-03-23
|autor=
|data=
|obra= Prêmio Esso
|publicado=
|arquivodata= 2010-07-21
|arquivourl= https://web.archive.org/web/20100721194339/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2002
|urlmorta=yes}}</ref>
* 2004: ganhou o Esso de Informação Econômica, concedido a Weiller Diniz, Sônia Filgueiras, Celina Côrtes e Luiz Cláudio Cunha, pela reportagem "Presidente e Diretor do BC Esconderam da receita Bens no Exterior"<ref>{{citar web
|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2004
|título= Prêmio Esso de Jornalismo 2004
|acessodata= 2020-03-23
|autor=
|data=
|obra= Prêmio Esso
|publicado=
|arquivodata= 2010-08-11
|arquivourl= https://web.archive.org/web/20100811182404/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2004
|urlmorta=yes}}</ref>
 
=== [[Prêmio Vladimir Herzog]] ===
;Menção Honrosa do Prêmio Vladimir Herzog por Revista
{| class="wikitable"
!
! Ano
!Prêmio
! Obra
! Categoria
! Veículo de mídia
! Autor
! Resultado
|-
|1996
|[[Prêmio ExxonMobil de Jornalismo]]
|"Conversas fulminantes"
|Esso de Fotografia
|Luciano Suassuna
| {{Ven}}<ref>{{citar web|url= http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1996.aspx |título= Prêmio Esso de Jornalismo 1996|acessodata= 2020-03-26|autor=|data= |obra= Prêmio Esso|publicado= |arquivodata= 2010-07-26|arquivourl= https://web.archive.org/web/20110726162924/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1996 |urlmorta=yes}}</ref>
|-
|1998
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"A conta do PROER"
|Esso de Informação Econômica
|Ronaldo Brasiliense
| {{Ven}}
|-
|1998
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"Reaprendendo a viver"
|Esso de Informação Científica, Tecnológica e Ecológica
|Daniel Stycer e Eduardo Marini
| {{Ven}}<ref>{{citar web |url=http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1998.aspx |título=Prêmio Esso de Jornalismo 1998 |data= |acessodata=2020-03-26 |obra=Prêmio Esso |publicado= |autor= |arquivourl=https://web.archive.org/web/20110726162729/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1998 |arquivodata=2010-07-26 |urlmorta=yes}}</ref>
|-
|1999
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"Um cadáver político"
|Esso de Criação Gráfica (revista)
|João Carlos Alvarenga Freire
| {{Ven}}<ref>{{citar web |url=http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/1999.aspx |título=Prêmio Esso de Jornalismo 1999 |data= |acessodata=2020-03-26 |obra=Prêmio Esso |publicado= |autor= |arquivourl=https://web.archive.org/web/20110726162651/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=1999 |arquivodata=2010-07-26 |urlmorta=yes}}</ref>
|-
|2001
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"Senadores envolvidos na fraude do painel de votação do Senado"
|Esso
|série de reportagens
| {{Ven}}<ref>{{citar web |url=https://www.istoedinheiro.com.br/diretor-da-istoe-mario-simas-filho-morre-em-sao-paulo-aos-59-anos/ |título=Diretor da ISTOÉ, Mario Simas Filho morre em São Paulo aos 59 anos |data= |acessodata=2020-01-24 |obra=IstoÉ Dinheiro |publicado=Editora 3 |autor= |arquivourl= |arquivodata= |urlmorta=no}}</ref>
|-
|2002
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"Uma nação em pânico"
|Esso de Criação Gráfica (revista)
|Roberto Weigand e Alex Soletto
| {{Ven}}<ref>{{citar web |url=http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2002 |título=Prêmio Esso de Jornalismo 2002 |data= |acessodata=2020-03-23 |obra=Prêmio Esso |publicado= |autor= |arquivourl=https://web.archive.org/web/20100721194339/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2002 |arquivodata=2010-07-21 |urlmorta=yes}}</ref>
|-
|2004
|Prêmio ExxonMobil de Jornalismo
|"Presidente e diretor do BC esconderam da Receita bens no exterior"
|Esso de Informação Econômica
|Weiller Diniz, Sônia Filgueiras, Celina Côrtes e [[Luiz Cláudio Cunha]]
| {{Ven}}<ref>{{citar web |url=http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2004 |título=Prêmio Esso de Jornalismo 2004 |data= |acessodata=2020-03-23 |obra=Prêmio Esso |publicado= |autor= |arquivourl=https://web.archive.org/web/20100811182404/http://www.premioesso.com.br/site/premio_principal/index.aspx?year=2004 |arquivodata=2010-08-11 |urlmorta=yes}}</ref>
|-
| 2006
|[[Prêmio Vladimir Herzog]]
| “O drama da hanseníase no Brasil”
| "O drama da hanseníase no Brasil"
| IstoÉ
| Menção honrosa por revista
| Célia Chaim
| {{Ven}}<ref>{{citar web
|urlmorta= no
}}</ref>
|-
|}
 
== Ver também ==
* [[Imprensa no Brasil]]
 
{{referências}}
* {{oficial|http://www.terra.com.br/istoe}}
 
{{clr}}
{{Editora Três}}
{{esboço-revista}}
{{Portal3|Brasil|Imprensa|Jornalismo}}
{{controle de autoridade}}
 
{{DEFAULTSORT:Istoe}}
[[Categoria:Editora Três]]
[[Categoria:Revistas do Brasil]]