Diferenças entre edições de "Portal:Aviação/Aeronave"

Inclusão de mais fichas na subpágina do Portal:Aviação
(Atualização parcial da subpágina do Portal:Aviação/Aeronave)
(Inclusão de mais fichas na subpágina do Portal:Aviação)
'''[{{fullurl:Portal:Aviação/Aeronave|action=edit Clique aqui}}]''' para começar a editar esta página, após abrir a edição veja o número contido em <code><nowiki>{{Rand|}}</nowiki></code>, o número representa o total de fichas contidas nesta página. Aumente o número ao incluir uma nova ficha, depois role o campo de edição até a última ficha e inclua a numeração seguinte seguida da nova ficha. Não esquecendo de também atualizar a seção '''Lista dos artigos da vez'''.}}</noinclude>
<!-- PRIMEIRO COPIE O CÓDIGO ABAIXO PARA O ARQUIVO E DEPOIS ALTERE PARA A NOVA AERONAVE -->
{{#switch:{{Rand|710}}
| 0 = [[ficheiro:AMX Italian Air Force.JPG|left|100px|AMX da Força Aérea Italiana]]<p style="text-align: justify;">O '''[[AMX International AMX]]''', ou simplesmente '''AMX''' é um [[avião]] de [[Luta anti-superfície|ataque ar-superfície]] usado para missões de [[interdição]], [[apoio aéreo aproximado]] e [[reconhecimento aéreo]]. Foi desenvolvido pelo consórcio internacional ''[[AMX Internacional]]''. Na [[Força Aérea Brasileira]], ele é designado A-1. Na [[Itália]], ele tem o apelido de "''Ghibli''".
 
 
A fuselagem e as asas do A330 são idênticas às das versões menores do A340, embora tenham motores diferentes. A fuselagem do A330 é basicamente herdada do Airbus A300, como a seção do nariz/cockpit, o sistema [[fly-by-wire]] e o deck do [[Airbus A320|A320]]. O A330 e o A340 eram montados na mesma linha de montagem em [[Toulouse]]-Blagnac, [[França]], até a paralização da fabricação do [[Airbus A340]].</p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=Airbus A330}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[Airbus A330|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
}}
<!--
| 7 = [[ficheiro:|left|100px|]]<p style="text-align: justify;"> </p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
| 7 = [[ficheiro:Lockheed SR-71 Blackbird.jpg|left|100px|Lockheed SR-71 Blackbird]]<p style="text-align: justify;">'''Lockheed SR-71 Tipo A''', também conhecido por '''Blackbird''', e um avião projetado secretamente na [[area 51]] que sua função e de uma [[reconhecimento aéreo|aeronave de reconhecimento]] (daí o "SR": Strategic Reconnaissance) de longo alcance desenvolvido pela [[Lockheed Martin|Lockheed]] a partir dos projectos [[Lockheed YF-12|YF-12]] e [[A-12 Oxcart|A-12]].
| 8 = [[ficheiro:|left|100px|]]<p style="text-align: justify;"> </p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
O famoso engenheiro aeroespacial [[Clarence Johnson|Clarence "Kelly" Johnson]] é o nome por detrás de muitos dos conceitos avançados da [[aerodinâmica]] desse avião. Sua fuselagem foi feita com ligas de [[titânio]] para suportar as altas temperaturas em torno de 200 a 300 graus [[celsius]], causadas pelo atrito com o ar em virtude da alta velocidade alcançada.
| 9 = [[ficheiro:|left|100px|]]<p style="text-align: justify;"> </p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
À altitude operacional, o SR-71 conseguia fazer a vigilância de uma superfície de 12.000&nbsp;km² por hora, o que lhe permitia operar no [[Vietnã do Norte]], na [[China]], na [[União Soviética]], em [[Cuba]] ou na [[Coreia do Norte]] sem entrar no espaço aéreo respectivo. Nenhum dos 33 SR-71 fabricados foi abatido até a atualidade,no entanto 12 unidades foram perdidas em acidentes.</p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=Lockheed SR-71 Blackbird}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[Lockheed SR-71 Blackbird|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
| 8 = [[ficheiro:Supermarine Walrus.jpg|left|100px|Supermarine Walrus]]<p style="text-align: justify;">O '''Supermarine Walrus''' (trad. do [[Língua inglesa|inglês]] '''''[[Morsa]]''''') originalmente conhecido como '''Supermarine Seagull V''' (trad. do [[Língua inglesa|inglês]] '''''[[Gaivota]]''''') foi um [[hidroavião]] [[Avião anfíbio|anfíbio]] [[monomotor]] [[biplano]] para reconhecimento da frota embarcado em [[porta-aviões]] do [[Reino Unido]], desenvolvido pelo engenheiro aeronáutico '''R. J. Mitchell''', e que realizou seu primeiro voo no dia [[21 de junho]] de [[1933]]. Ele foi operado pela [[Fleet Air Arm]] (FAA), e também serviu com a [[Força Aérea Real]] (RAF), a [[Força Aérea Real Australiana]] (RAAF), a [[Marinha Real da Nova Zelândia]] (RNZN) e a [[Força Aérea Real da Nova Zelândia]] (RNZAF). Ela foi a primeira aeronave incorporada a um esquadrão de serviço [[Reino Unido|britânico]] que possuía [[trem de pouso]] totalmente retrátil e acomodações fechadas em uma fuselagem toda em metal.
 
Designado para uso com a frota local para ser lançado por catapulta de [[Cruzador|cruzadores]] e [[Cruzador de batalha|cruzadores de batalha]]. O Walrus foi depois empregado em outros tipos de missões, sendo a mais notável o emprego como aeronave de salvamento. Continuou o serviço após a [[Segunda Guerra Mundial]].</p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=Supermarine Walrus}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[Supermarine Walrus|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
| 9 = [[ficheiro:LATAM Brazil Airbus A350-900 F-WZGU (to PR-XTE) (28915136883).jpg|left|100px|Airbus A350 XWB]]<p style="text-align: justify;">O '''Airbus A350 XWB''' é uma [[Avião comercial|aeronave]] ''[[widebody]]'' [[bimotor]] ''[[turbofan]]'', desenvolvida e fabricada pela [[Airbus]]. O A350 é a primeira aeronave fabricada pela Airbus com fuselagem e asas feitas principalmente com [[fibra de carbono]] e [[polímero]]. Sua capacidade de passageiros varia de 280 a 366 passageiros. No início A350 foi criado para substituir o [[Airbus A330|A330]] e [[Airbus A340|A340]], e competir com o [[Boeing 787 Dreamliner|787 ''Dreamliner'']].
Como abrange maior capacidade para passageiros seu foco mudou para o [[Boeing 777|777]], que até então não tinha nenhum competidor a altura com a mesma capacidade, a não ser os grandes quadri-motores que eram muito menos eficientes.
Já com foco nos [[Boeing 787]], ficaram os [[Airbus A330neo]], lançados em Julho de 2014, que se tornou o competidor ideal.
 
O A350 foi projetado em 2004, com o ''layout'' de fuselagem do A330 e novas características aerodinâmicas e motores. Em 2006, a Airbus redesenhou a aeronave, após críticas de companhias aéreas e a renomeou como A350 XWB ''(Xtra Wide Body)''. Os custos de desenvolvimento foram estimados em 11 bilhões de [[euro]]s (15 bilhões de [[Dólar americano|dólares]], ou 9,5 bilhões de [[Libra esterlina|libras esterlinas]]). Até dezembro de 2015, a Airbus havia recebido 777 encomendas de 41 companhias aéreas. O primeiro voo foi realizado em 14 junho de 2013, partindo do [[Aeroporto de Toulouse-Blagnac]], [[França]].</p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=Airbus A350 XWB}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[Airbus A350 XWB|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
}}
<!--
| 10 = [[ficheiro:|left|100px|]]<p style="text-align: justify;"> </p>{{Portal:Aviação/Compartilhe|link=}}<div style="text-align:right;margin-right:10px;margin-bottom:4px;">'''[[|Leia ou edite o artigo completo...]]'''</div>
 
#[[McDonnell Douglas F-15 Eagle]]
#[[Airbus A330]]
#[[Lockheed SR-71 Blackbird]]
#[[Supermarine Walrus]]
#[[Airbus A350 XWB]]
 
[[Categoria:!Portal Aviação|Aeronave]]