Conde de Faro: diferenças entre revisões

2 bytes adicionados ,  06h49min de 18 de junho de 2021
Ajustes semi-automáticos; aj. LI, test, removed: ░
m (link de português para Portugal)
(Ajustes semi-automáticos; aj. LI, test, removed: ░)
|decreto = 22 de Maio de 1469
|ordem = [[Parente da Casa Real]]
|honras = Honras de Parente
|tipo = juro e herdade
|relação = [[Faro do Alentejo]]
|primeiro_titular = [[Afonso, 1.º conde de Faro|D. Afonso de Bragança]], 2º [[conde de Odemira]] jure uxoris
|linhagem = [[Casa de Bragança|Bragança]]
|actual_titular = extinto (Séculono {{séc|XVII)}}
|solar =
}}
'''Conde de Faro''' é um [[título nobiliárquico]] [[Portugal|português]] criado, de juro e herdade e com Honras de Parente, por [[Afonso V de Portugal|D. Afonso V]], [[Rei de Portugal]], por Carta de [[22 de maio]] de [[1469]] a favor de [[Afonso, 1.º conde de Faro|D. Afonso de Bragança]], 2º [[conde de Odemira]] jure uxoris. Observa-se que o título se refere à povoação de [[Faro do Alentejo]] e não à mais conhecida cidade de [[Faro]] no [[Algarve]].<ref>{{citar web|url=https://digitarq.adbja.arquivos.pt/details?id=1040997|titulo=''Paróquia de Faro do Alentejo''|publicado=Arquivo Distrital de Beja|acessodata= 21 de Novembro de 2013}}</ref>
 
==História==
Em 1484 os Condes de Faro fogem para [[Reino de Castela|Castela]], onde tiveram uma ligação muito íntima com a família de [[Cristóvão Colombo]].
 
O filho do primeiro conde de Faro foi D. [[Frederico de Portugal]], conselheiro de [[Fernando de Aragão]] e um dos principais apoiantes de D. [[{{Lknb|d=d|Carlos|V|do VSacro deImpério Espanha]]Romano-Germânico}}, que em [[1525]], o nomeou vice-rei da [[Catalunha]] e seu capital-general. D. Federico nunca se desligou do seu país: mandou construir, por exemplo, no [[Convento de São Francisco]], em [[Estremoz]], uma capela renascentista onde estão bem patentes as armas dos condes de Faro.
 
Em [[Vimeiro]], antigo concelho perto de [[Arraiolos]], subsiste um importante espólio desta família à espera de análise.
 
==Condes de Faro==
# [[Afonso, Conde de Faro|D. Afonso]] ([[1435]]), 1.º conde de Faro, 2.° [[conde de Odemira]] ''[[jure uxoris]]'' e 5.° senhor de Mortágua ''jure uxoris''.
# [[Estêvão de Faro|D. Estevão de Faro]] ([[1550]]), 2.º conde de Faro.
# [[Dinis de Faro|D. Dinis de Faro]] ([[1570]]), 3.º conde de Faro.
# [[Joana de Faro|D. Joana de Faro]] ([[1610]]), 4.ª condessa de Faro.
 
== Ver também ==
{{Honras de Parente}}
{{Conde de Faro}}
{{Controle de autoridade}}
 
{{Esboço-históriapt}}
 
149 627

edições