Diferenças entre edições de "Odalisca"

9 bytes adicionados ,  17h35min de 1 de julho de 2021
m
sem resumo de edição
m (Houve a listagem incorreta de um item referente à sessão "músicas".)
m
 
Uma '''odalisca''' ({{lang-tr|Odalık}}) era uma escrava em um [[harém]] no [[Império Otomano]]. Ela era uma assistente ou aprendiz para as [[concubina]]s e [[esposa]]s do [[sultão otomano]]; posteriormente poderia subir de estatuto, ou seja, tornar-se uma concubina ou, com muita sorte, esposa. A maioria das odaliscas faziam parte do [[harém imperial]], isto é, do agregado familiar do sultão.
 
No uso popular, a palavra "odalisca" pode referir-se a concubina ou [[amante]] de um sujeito rico, o que é incorreto uma vez que essas escravas eram [[virgindade|virgens]]; e também hoje, é muito comum para as dançarinas de [[dança do ventre]] auto-designarem-se como "odaliscas", muitas vezes tendem a mesclar o termo ''odalisca'' com o de ''[[Devadasi|devadâsî]]''.<ref>[http://buscon.rae.es/draeI/SrvltConsulta?TIPO_BUS=3&LEMA=bayadera] en el [[Diccionario de la Real Academia Española]] consultado el 15 de septiembre 2011.</ref>
 
== Artes ==
1 151

edições