Diferenças entre edições de "Rube Goldberg"

Revisão Geral
(Adicionei hiper-ligações)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Tarefa para recém-chegados
(Revisão Geral)
Etiquetas: Editor Visual Inserção de predefinição obsoleta
{{Reciclagem|data=março de 2017}}
{{Wikificação|data=março de 2017}}
{{Sem-fontes|data=março de 2017}}
{{Info/Biografia/Wikidata}}
'''Reuben Garrett Lucius Goldberg''' ([[4 de julho]] de [[1883]] a [[7 de dezembro]] de [[1970]]) Goldberg é mais conhecido por seus desenhos animados populares retratando dispositivos complicados que executam tarefas simples de maneiras indiretas e complicadas. Os desenhos animados levaram à expressão "máquinas de Rube Goldberg" para descrever dispositivos e processos semelhantes. Goldberg recebeu muitas homenagens em sua vida, incluindo o Prêmio Pulitzer de cartunismo político em 1948, o Prêmio T-Square da National Cartoonists Society em 1955, e o Prêmio Banshees 'Silver Lady em 1959. Ele foi um membro fundador e primeiro presidente da National Cartoonists Society dos EUA, que hospeda o Prêmio Reuben anual, homenageando o melhor cartunista do ano e batizado em homenagem a Goldberg, que ganhou o prêmio em 1967. Ele é a inspiração para competições internacionais conhecidas como Rube Goldberg Machine Competition, que desafia os participantes a criar uma máquina complicada para realizar uma tarefa simples.
[[File:Goldberg Himself.jpg|thumb|Rube Goldberg (1916)]]
[[File:Goldberg Cartoons.jpg|thumb|Anúncio (1916)]]
 
== Carreira ==
'''Reuben Garrett Lucius Goldberg''' ([[4 de julho]] de [[1883]] a [[7 de dezembro]] de [[1970]]) foi um [[artes plásticas|artista plástico]], [[cartoon|cartunista]], [[escultura|escultor]], [[escritor]] e [[engenheiro]] [[Estados Unidos|norte-americano]]. Goldberg se graduou como engenheiro pela [[Universidade da Califórnia em Berkeley|Universidade da California, Berkeley]], em 1904, e durante seis meses, contratado pela cidade de [[São Francisco (Califórnia)|San Francisco]], trabalhou no projeto do sistema de esgoto de sua cidade natal.
[[Ficheiro:Rube_Goldberg_&_family_1929.jpg|esquerda|miniaturadaimagem|237x237px|Rube Goldberg com a família, 1929]]
O pai de Goldberg era um policial e comissário de bombeiros de São Francisco, que encorajou o jovem Reuben a seguir carreira em engenharia. Rube se formou na [[Universidade da California, Berkeley]] em 1904 com um diploma em Engenharia e foi contratado pela cidade de [[São Francisco (Califórnia)|San Francisco]] como engenheiro para o Departamento de Água e Esgoto. Depois de seis meses, ele renunciou a seu cargo na cidade para ingressar no ''[[San Francisco Chronicle]],'' onde se tornou cartunista esportivo. No ano seguinte, ele conseguiu um emprego no ''San Francisco Bulletin'', onde permaneceu até que se mudou para [[Nova York]] em 1907, encontrando emprego como cartunista esportivo no ''New York Evening Mail''.<ref>[http://reuben.org/ncs/members/memorium/goldberg.jpg reuben.org - jpg]</ref><ref>Marzio, Peter C. (1973). Rube Goldberg: His Life and Work. Harper and Row. ISBN 978-0060128302</ref>
 
O primeiro sucesso público de Goldberg foi uma história em quadrinhos chamada ''Foolish Questions'', começando em 1908. Os cartuns de invenção começaram em 1912. O ''New York Evening Mail'' foi distribuído para o primeiro sindicato de jornal, o McClure Newspaper Syndicate, dando os cartuns de Goldberg uma distribuição mais ampla e, em 1915, ganhava US$ 25 000 por ano e era considerado o cartunista mais popular da América pelo jornal. Arthur Brisbane ofereceu a Goldberg US$ 2 600 por ano em 1911 em uma tentativa malsucedida de fazê-lo se mudar para rede de jornais de [[William Randolph Hearst|William Randolph Hearstr]], e em 1915 aumentou a oferta para US$ 50 000 por ano. Em vez de perder Goldberg para Hearst, o ''New York Evening Mail'' correspondeu à oferta de salário e formou o Evening Mail Syndicate para distribuir os cartuns de Goldberg nacionalmente.<ref>{{cite news |url=https://www.nytimes.com/2020/04/08/arts/design/rube-goldberg-bar-of-soap-challenge.html |title=A Rube Goldberg Hand-Washing Contraption? The Race Is On |date=8-8-2020 |last1=Sheets |first1=Hilarie M. |access-date=1-1-2021 |agency=The New York Times}}</ref><ref name="toonopediafoolishquestions">[http://toonopedia.com/foolishq.htm] at [[Don Markstein's Toonopedia]]. [https://www.webcitation.org/6jOdtzEQN?url=http://toonopedia.com/foolishq.htm Archived] from the original on July 30, 2016.</ref>
No entanto, abandonou sua carreira como engenheiro, e logo começou a trabalhar como cartunista do jornal [[San Francisco Chronicle]]. No ano seguinte, foi contratado pelo [[San Francisco Bulletin]], onde permaneceu até 1907, contratado para ilustrar a seção de esportes. Naquele mesmo ano, se mudou para [[Nova York]].
[[Ficheiro:Something_for_nothing_(1940).ogv|thumbtime=18|miniaturadaimagem|192x192px|''Something for Nothing'' (1940)]]
Em 1916, Goldberg criou uma série de sete curtas-metragens que enfocam aspectos humorísticos de situações cotidianas  na forma de um cinejornal animado. Os sete filmes foram lançados nessas datas em 1916: 8 de maio, ''The Boob Weekly''; 22 de maio, ''ano bissexto''; 5 de junho, ''The Fatal Pie''; 19 de junho, de ''mecânico de cozinha a estrela de cinema''; 3 de julho, ''Nutty News''; 17 de julho, ''Home Sweet Home''; 31 de julho, ''perdendo peso''.<ref>{{cite news |url=https://chroniclingamerica.loc.gov/lccn/sn84026749/1916-07-24/ed-1/seq-12/ |title=Goldberg is Again Star of the Film: Artist-Humorist of The Times Seen in New Set of Animated Cartoons |date=24-7-2016 |work=The Washington Times |page=12 |access-date=21-5-2018}}</ref><ref>{{cite news |last=Photoplay Editor |url=https://chroniclingamerica.loc.gov/lccn/sn83045211/1916-05-05/ed-1/seq-10/ |title=Pathé Boob Weekly News from Nowhere: Goldberg Does Some Clever Satiric Cartoons on News Pictures |date=5-5-1916 |work=[[Philadelphia Evening Ledger]] |page=10 |access-date=21-5-2018}}</ref><ref>{{cite book|url=https://books.google.com/books?id=JpcxDwAAQBAJ&pg=PA60|title=The Art of Rube Goldberg: (A) Inventive (B) Cartoon (C) Genius|last=George|first=Jennifer|date=12-11-2013|publisher=[[Harry N. Abrams]]|isbn=978-1-419-70852-7|access-date=21-5-2018|location=New York}}</ref>
 
Goldberg foi sindicado pelo McNaught Syndicate de 1922 a 1934.
Ele desenhou charges para vários jornais nova-iorquinos, incluindo o [[New York Evening Journal]] e o [[New York Evening Mail]]. Para o Mail, entre 1907 e 1915 criou várias tiras, tais como Foolish Questions, Soup and Fish, The Candy Kid, Lunatics I Have Met, I'm the Guy, They All Look Good When You're Far Away, The Weekly Meeting of the Tuesday Women's Club, Mike and Ike, e They Look Alike. Também para o Mail criou em 1915 a tira dominical Boob McNutt, que seria publicada até 1934. Seu trabalho começou a ser distribuído pelos sindicatos de imprensa em 1915, o que consolidou sua popularidade em todo o país.
 
Um artista prolífico, estima-se que Goldberg criou 50 000 desenhos animados durante sua vida. Alguns desses desenhos incluem ''Mike e Ike (eles se parecem)'', ''Boob McNutt'' , ''Foolish Questions'',  ''What Are You Kicking About'' , ''Telephonies'', ''Lala Palooza'', ''The Weekly Meeting of the Tuesday Women's Club'', e a tira de novela estranhamente séria, ''Doc Wright'', que funcionou por 10 meses começando em 29 de janeiro de 1933.<ref name="toonopediafoolishquestions" /><ref>{{cite magazine |data= |title=The Story Behind Rube Goldberg’s Complicated Contraptions |url=https://www.smithsonianmag.com/history/story-behind-rube-goldbergs-complicated-contraptions-180968928/ |revista= |publisher=Joseph J. Bonsignore |last=Wilson |first=Emily |date=1-5-2018 |magazine=Smithsonian Magazine |access-date=10-1-2021}}</ref><ref>{{cite news |url=http://chroniclingamerica.loc.gov/lccn/sn85066387/1910-06-02/ed-1/seq-13 |title=Foolish Questions hi |date=2-12-1910 |page=13 |newspaper=[[The San Francisco Call]]}}</ref><ref>{{cite news |url=http://chroniclingamerica.loc.gov/lccn/sn85066387/1910-06-01/ed-1/seq-13 |title=What Are You Kicking About |date=1-1-1910 |page=13 |newspaper=[[The San Francisco Call]]}}</ref><ref>[http://toonopedia.com/docwri.htm ''Doc Wright''] at [[Don Markstein's Toonopedia]]. {{webarchive|url=https://www.webcitation.org/6gWihdn6h?url=http://toonopedia.com/docwri.htm|date=4-4-2016}} from the original on April 4, 2016.</ref>[[File:Goldberg Cartoons.jpg|thumb|Anúncio (1916)|263x263px]]
Apesar de todas estas séries terem sido muito populares, a que lhe deu fama duradoura foi Inventions of Professor Lucifer Gorgonzola Butts. Nesta série, Goldberg desenharia diagramas esquemáticos chamados de "invenções" cômicas do imaginário professor Lucifer Gorgonzola Butts. Uma idéia da importância desta série na história dos quadrinhos pode ser dada pelo fato de que em 1995, "As Invenções de Rube Goldberg", representando o guardanapo auto-operante do Professor Butts, foi uma das 20 tiras incluídas no [[Comic Strip Classics]], série comemorativa de selos postais dos Estados Unidos.
[[Ficheiro:Rube_Goldberg's_"Self-Operating_Napkin"_(cropped).gif|esquerda|miniaturadaimagem|264x264px|''Professor Butts and the Self-Operating Napkin'' (1931)]]
A série de desenhos animados que lhe trouxe fama duradoura foi ''The Inventions of Professor Lucifer Gorgonzola Butts, A.K.'', publicada no ''Collier's Weekly'' de 26 de janeiro de 1929 a 26 de dezembro de 1931. Nessa série, Goldberg desenhou esquemas rotulados na forma de pedidos de patentes de personagens cômicos intrincadas "invenções" que mais tarde levariam seu nome.  O personagem do professor Butts foi baseado no professor de Rube, Frederick Slate , do College of Mining and Engineering da University of California, onde Rube frequentou de 1901 a 1903. Frederick Slate deu a seus alunos de engenharia a tarefa de construir uma balança que pudesse pesar a terra. A escala era chamada de “Barodik”. Para Goldberg, isso exemplificava uma combinação cômica de seriedade e ridículo que viria a servir de inspiração para sua obra.<ref>{{cite book|title=Screwball!: The Cartoonists Who Made the Funnies Funny|last1=Tumey|first1=Paul C.|date=2019|publisher=The Library of American Comics|isbn=978-1684051878|page=135}}</ref><ref>{{Cite news |url=https://www.brainstuffshow.com/podcasts/the-man-behind-rube-goldberg-machines.htm |title=The Man Behind Rube Goldberg Machines |date=2018-06-13 |work=BrainStuff |language=en |access-date=2018-06-13}}</ref><ref>{{cite magazine |data= |title=19 July, 2013 |url=https://www.newyorker.com/tech/annals-of-technology/object-of-interest-rube-goldberg-machines |revista= |publisher=Condé Nast |last=Beschloss |first=Steven |date= |magazine=The New Yorker |location=New York, NY |access-date=18-1-2021}}</ref>[[File:Goldberg Himself.jpg|thumb|Rube Goldberg (1916)|262x262px]]De 1938 a 1941, Goldberg desenhou duas tiras semanais para o Register and Tribune Syndicate: ''Brad and Dad'' (1939-1941) e ''Side Show'' (1938-1941), uma continuação dos desenhos de invenção.<ref>[http://www.bailsprojects.com/bio.aspx?Name=GOLDBERG%2c+RUBE Goldberg profile], ''Who's Who of American Comic Book Artists, 1928–1999''. Accessed Jan. 5, 2018.</ref>
 
A partir de 1938, Goldberg trabalhou como cartunista editorial para o ''New York Sun''. Ele ganhou o Prêmio Pulitzer de Cartum Editorial de 1948 por um desenho intitulado "Paz Hoje". Ele se mudou para o ''[[New York Journal American|New York Journal-American]]'' em 1949 e trabalhou lá até sua aposentadoria em 1963. Na década de 1960, Goldberg começou uma carreira de escultura, principalmente criando bustos.<ref name="sayej">{{cite news |url=https://www.theguardian.com/artanddesign/2019/oct/09/rube-goldberg-cartoons-pulitzer-queens-museum-new-york |title=Rube Goldberg: celebrating a remarkable life of cartoons and creations |date=9-10-2019 |work=The Guardian |author=Nadja Sayej |access-date=2020-02-23}}</ref><ref>{{cite news |url=https://www.city-journal.org/html/alphabet-satire-13707.html |title=The Alphabet of Satire |date=2015 |work=City Journal |author=Stefan Kanfer |access-date=2020-02-23}}</ref><ref>Rube Goldberg and Emily S. Nathan. Transcript of interview with Rube Goldberg, 1970. Emily Nathan papers, circa 1943-1985. Archives of American Art, Smithsonian Institution.</ref>
Durante os anos 1920, Goldberg continuou a criar novas histórias, como Phoney Films, Boobs Abroad, Life's Little Jokes o Bobo Baxter. Mais tarde, na década de 1930, vieram Lala Palooza e Brad and Dad .
 
== Referências ==
Seu trabalho não se limitou a desenhos humorísticos. Elaborado também ilustrou artigos em vários jornais e participou de várias campanhas publicitárias para empresas como [[Pepsi|Pepsi Cola]]. Em 1948 foi premiado com o [[Prémio Pulitzer de Cartooning Editorial|Prêmio Pulitzer]] por suas charges publicadas no ''[[The New York Sun]]''. Ele também trabalhou no cinema, escrevendo o roteiro para o filme [[Soup to Nuts]] , dirigido por Benjamin Stoloff, e até atuou em um curta-metragem sobre si mesmo, Travelgag Rube Goldberg, dirigido por Leslie Roush.
 
Em 1945, participou da fundação da National Cartoonists Society ([[http://www.reuben.org/ National Cartoonists Society]]), da qual se tornou presidente um ano mais tarde. O prêmio principal laureado por esta instituição, o Prêmio Reuben se chama assim por causa do primeiro nome de Goldberg.
 
Mais tarde em sua carreira Goldberg foi contratado pelo [[New York American Journal]], e trabalhou lá até sua aposentadoria em 1964. Durante sua aposentadoria, se manteve ocupado com escultura em bronze. Foram organizadas várias exposições sobre o seu trabalho; a última, que teve em vida foi em 1970, no [[National Museum of American History|Museu Nacional de História Americana]], em [[Washington, D.C.|Washington, DC]]. Poucos meses depois, morreu aos 87 anos, e foi enterrado no cemitério Mount Pleasant em [[Hawthorne, Nova York]].
 
Além do [[Prémio Pulitzer de Cartooning Editorial|Prêmio Pulitzer]] em 1948, recebeu muitos prêmios: o Prêmio Gold T-Square Award em 1955, o Prêmio Reuben em 1967, e postumamente, em 1980, o Prêmio Gold Key Award (Hall da Fama) em 1980.
 
== Ver também ==