Diferenças entre edições de "José Estanislau de Oliveira"

15 bytes removidos ,  19h04min de 11 de agosto de 2021
m
Foram revertidas as edições de Lhymne para a última revisão de Tuga1143, de 22h31min de 9 de julho de 2020 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de Lhymne para a última revisão de Tuga1143, de 22h31min de 9 de julho de 2020 (UTC))
Etiqueta: Reversão
'''José Estanislau de Oliveira''', primeiro '''[[barão de Araraquara]]''' e '''visconde de Rio Claro''', ([[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[5 de março]] de [[1803]] – [[Rio Claro (São Paulo)|Rio Claro]], [[4 de setembro]] de [[1884]]) foi um [[fazendeiro]] e [[militar]] [[brasil]]eiro, [[cafeicultor]] da região de [[Mesorregião de Piracicaba|Piracicaba]], além de ter participado como [[coronel]] na [[Guerra do Paraguai]]. Foi um dos fundadores da Estrada de Ferro Rio Claro–São Carlos do Pinhal.
 
Filho de Estanislau José de Oliveira e de Maria Joaquina de Araújo. Casou-se em [[1810]] com a teuto-brasileira Elisa Justina de Melo Franco, com a qual teve dozecinco filhos, entre os quais:
* [[Estanislau José de Oliveira]], 2.º barão de Araraquara, casado com Amélia Cândida Luz.
* Maria Joaquina de Melo e Oliveira, casada com [[Rafael Tobias de Aguiar Pais de Barros]], 2.º [[barão de Piracicaba]].