Diferenças entre edições de "Fansub"

710 bytes adicionados ,  19h49min de 11 de agosto de 2021
sem resumo de edição
Um dos primeiros grupos de fãs de anime conhecido no Brasil foi a ORCADE (Organização Cultural de Animação e Desenho), fundado em meados de 1988 por Sérgio Peixoto Silva e José Roberto Pereira, que mais tarde seriam editores da futura revista [[Animax]].<ref name=":3">{{Citar web |ultimo=peixoto999 |url=http://www.animaxmagazine.com/2012/09/antes-da-animax-parte-3.html |titulo=ANTES DA ANIMAX - PARTE 3 {{!}} Animax Magazine |acessodata=2021-08-11}}</ref><ref name=":4">{{Citar web |ultimo=peixoto999 |url=http://www.animaxmagazine.com/2013/03/os-primeiros-eventos-para-fas-de.html |titulo=Os Primeiros Eventos para fãs de Anime/Mangá no Brasil {{!}} Animax Magazine |acessodata=2021-08-11}}</ref> O clube era destinado a fãs de animes, mangás e quadrinhos, e em setembro de 1993 o grupo publicou a fanzine Japan Fury, que seria transformada em revista pela editora Nova Sampa em 1995.<ref name=":3" /><ref name=":4" /> Os primeiros encontros para exibição de animes foram realizadas pelo clube durante julho de 1988 no [[Sesc Pompeia|SESC Pompéia]], localizado no bairro [[Pompeia (bairro de São Paulo)|Vila Pompéia]], em [[São Paulo]].<ref name=":4" /> Em uma parceria com a Gibiteca Municipal Henfil a partir de 1991, o clube realizou exibições de animes semanais aos domingos até 2004.<ref name=":4" /><ref>{{Citar web |url=https://www.cavzodiaco.com.br/noticia/17/07/2004/orcade-exibe-o-ova-7-de-hades-neste-domingo |titulo=ORCADE exibe o OVA 7 de HADES neste domingo |acessodata=2021-08-11 |website=CavZodiaco.com.br |lingua=pt-br}}</ref>
 
É difícil apontar precisamente qual foi o primeiro grupo brasileiro dedicado a ''fansubbing''. Um dos primeiros que se tem notícia é o BAC (Brasil Anime Club), fundado em agosto de 1996 por Antonius Lourenço Kasbergen (1974 – 2020), em [[Brasília]].<ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010305011255/http://www.animeclube.com/html/info/sobre.shtml |titulo=BaC > Info > Sobre o BaC |data=2001-03-05 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref name=":5">{{citar periódico |url=https://portalintercom.org.br/anais/sul2019/resumos/R65-1642-1.pdf |titulo=FANSUBBING E STREAMING NO BRASIL: Um panorama do consumo de animes legendados por fãs |acessodata=11 de agosto de 2021 |jornal=Revista Brasileira de Ciências da Comunicação |publicado=Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação |ultimo= |primeiro= |ano=2019 |paginas=1-15 |autores=MELLO, Anna; VIEIRA, Eloy Santos}}</ref>{{Nota de rodapé |Kasbergen participou de discussões de anime na Usenet, assinando com um email pertencente ao site do seu grupo [https://groups.google.com/g/rec.arts.anime.misc/c/2-Fpz1-kHIY/m/K0sKyDTVtIoJ nesta postagem]. [https://groups.google.com/g/alt.atheism/c/SFXRbX7r2O4/m/_KZ7UgpiMHsJ Outra postagem] lista seu nome e seu ano de nascimento. Um [https://www.facebook.com/antonius.lourenco.kasbergen perfil no Facebook], com seu nome, ano de nascimento e localidade (Brasília) informa que ele faleceu em setembro de 2020.}} A partir de 1997, o BAC integrou o projeto Anime Plus (posteriormente Anime Clube), associação de ''fansubbers'' que também reunia os grupos K-Anime, Paradoxx e Shin Seki Anime, todos dedicados a legendar e distribuir as fitas.<ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010305011618/http://www.animeclube.com/html/fitas/projeto.mv |titulo=BaC > Fitas > Projeto Anime Plus |data=2001-03-05 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref name=":5" /><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010401141250/http://www.animeclube.com/ |titulo=Anime Clube |data=2001-04-01 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref> O grupo ficou ativo até 2001,<ref name=":5" /> e legendou títulos como ''[[Ah! Megami-sama]]'', ''[[Berserk (mangá)|Berserk]]'', ''[[Blue Seed]]'', ''[[Blue Submarine No.6]]'', ''[[Bubblegum Crisis]]'', ''[[Cowboy Bebop]]'', ''[[Mobile Suit Gundam Wing]]'', ''[[Maison Ikkoku]]'', ''[[Kidō Senkan Nadeshiko]]'', ''[[Ranma ½]]'', ''[[Perfect Blue]]'', ''[[Rurouni Kenshin]]'', [[Sakura Taisen|''Sakura Taisen'']] e [[Yu Yu Hakusho|''Yu Yu Hakusho'']].<ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010617063905/http://www.animeclube.com/html/fitas/portugues.mv |titulo=BaC > Fitas > Legenda > Português |data=2001-06-17 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref>
 
Outro grupo de destaque dessa época foi o Lum's Club, fundado em meados dos anos 1990 como um ''fansubber'' para legendar a franquia ''[[Urusei Yatsura]]''.<ref>{{citar web |url=https://tornadocti.tripod.com/clube.htm |titulo=Clube |acessodata=10 de agosto de 2021 |website=Lum's Club |arquivourl=https://web.archive.org/web/20210811021339/https://tornadocti.tripod.com/clube.htm |arquivodata=10 de agosto de 2021 |urlmorta=yes}}</ref><ref>{{citar web |url=http://lums-club.simplenet.com/ |titulo=Início |data=12 de junho de 2000 |acessodata=10 de agosto de 2021 |website=Lum's Club |arquivourl=https://web.archive.org/web/20000622064601/http://lums-club.simplenet.com/ |arquivodata=22 de junho de 2000 |urlmorta=yes}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20210811014942/https://tornadocti.tripod.com/lc.htm |titulo=Wayback Machine |data=2021-08-11 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref> Fundado por Cesar Takashi Ikko,<ref>{{Citar web |url=https://tecnoblog.net/430372/anime-nos-anos-90-nao-nao-temos-saudade-dessa-epoca/ |titulo=Anime nos anos 90: não, não temos saudade dessa época |data=2021-04-16 |acessodata=2021-08-11 |website=Tecnoblog |lingua=pt-br}}</ref> o clube funcionou até o início de 2001,<ref>{{citar web |url=http://www.lums-club.com/2/index.html |titulo=Início |data=30 de janeiro de 2001 |acessodata=10 de agosto de 2021 |website=Lum's Club |arquivourl=https://web.archive.org/web/20010203141000/http://www.lums-club.com/2/index.html |arquivodata=3 de fevereiro de 2001 |urlmorta=yes}}</ref> legendando e distribuindo, dentre outras, séries, filmes e OVAs de franquias como [[Ah! Megami-sama|''Ah! Megami-sama'']], [[3x3 Eyes|''3x3 Eyes'']], [[Bakuretsu Hunters|''Bakuretsu Hunters'']], [[Cowboy Bebop|''Cowboy Bebop'']], ''Cyber City Oedo'', ''[[Neon Genesis Evangelion]]'', [[Kimagure Orange Road|''Kimagure Orange Road'']], ''Kodomo no Omocha'', [[Mahou Tsukai Tai!|''Mahō Tsukai Tai!'']], ''[[Sailor Moon]]'', ''[[Slayers]]'', e [[Tenchi Muyo!|''Tenchi Muyo!'']] nos formatos [[Laserdisc|LaserDisc]], [[VHS]], [[S-VHS]] e [[DVD]]''.''<ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20000622064601/http://lums-club.simplenet.com/ |titulo=Wayback Machine |data=2000-06-22 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010112131600fw_/http://lums-club.simplenet.com/geral3.htm |titulo=Catalogo de Animes Disponiveis |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010112132100fw_/http://lums-club.simplenet.com/geral4.htm |titulo=Catalogo de Animes Disponiveis |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20010112132800fw_/http://lums-club.simplenet.com/geral6.htm |titulo=Catalogo de Animes Disponiveis |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref><ref>{{Citar web |url=https://web.archive.org/web/20210811024500/https://tornadocti.tripod.com/catalogo.htm |titulo=Catalogo de Animes Disponiveis |data=2021-08-11 |acessodata=2021-08-11 |website=web.archive.org}}</ref> Nessa mesma época, Ikko também fundaria as primeiras exposições anuais de anime e mangá do país, como a AnimExpo (de 1997 à 2002), Animecon (de 1999 à 2010; juntamente com Sérgio Peixoto), e a Anime Festival BH (desde 2003).<ref>{{Citar web |ultimo=Eventos |primeiro=Bh |url=http://bheventos.com.br/noticia/05-06-2014-anime-festival-comemora-10-anos-de-sucesso-em-minas-gerais-com-28-edicao-do-evento |titulo=Notícia: Anime Festival comemora 10 anos de sucesso em Minas Gerais com 28ª edição do evento |acessodata=2021-08-11 |website=BH Eventos}}</ref><ref>{{Citar web |ultimo=Eventos |primeiro=Bh |url=http://bheventos.com.br/noticia/05-10-2017-belo-horizonte-recebe-a-40-edicao-do-anime-festival |titulo=Notícia: Belo Horizonte recebe a 40ª edição do Anime Festival |acessodata=2021-08-11 |website=BH Eventos}}</ref><ref>{{Citar web |url=http://edicaodobrasil.com.br/2017/08/10/bh-recebe-41a-edicao-da-anime-festival/ |titulo=BH recebe 41ª Edição da Anime Festival – Edição do Brasil |acessodata=2021-08-11 |lingua=pt-BR}}</ref>
Interpretam as vozes dos personagens em seu idioma em programações estrangeiras em geral, principalmente mais nos [[animes]]. Geralmente a maioria dos dubladores não têm escolaridade de teatro.
 
{{Bibliografianotas}}
 
{{Referências}}
2 909

edições