Diferenças entre edições de "Visiona"

m
sem resumo de edição
m
 
|divisões =
|subsidiárias =
|acionistas = [[Embraer Defesa & Segurança]] (51%), [[Telecomunicações Brasileiras S/.A.|Telebras]] (49%)
|cotação =
|valor de mercado =
|rodapé =
}}
A '''Visiona Tecnologia Espacial''' é uma joint-venture entre a [[Embraer]] Defesa & Segurança e a [[Telecomunicações Brasileiras S/.A.|Telebras]] voltada para a integração de sistemas espaciais. Aliando as competências de integração de sistemas da Embraer com o conhecimento acumulado do [[Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais|INPE]] na integração de satélites, a Visiona tem um papel de liderança no setor, coordenando as ações empresariais da indústria de forma a prover soluções para as necessidades civis e militares brasileiras de satélites.
 
A Visiona foi a prime contractor do Programa [[SGDC|SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas)]], sendo responsável pela estruturação do programa, engenharia de sistemas, definição de requisitos, gerenciamento do projeto, aquisição, implantação e testes do sistema, para assegurar a compatibilidade das interfaces, o desempenho do sistema e adesão ao custo do projeto e cronograma. A Visiona selecionou, após exaustivo processo de concorrência, a [[Thales Alenia Space]], empresa do Grupo Thales, para o fornecimento do SGDC e dos equipamentos de solo, que equipam os centros de controle do satélite e das bandas de comunicação.
== Ver também ==
* [[Embraer]]
*[[Telecomunicações Brasileiras S/.A.|Telebras]]
* [[Agência Espacial Brasileira]]
 
12 977

edições