Diferenças entre edições de "Região Metropolitana de João Pessoa"

17 bytes adicionados ,  17h33min de 12 de setembro de 2021
m
Alterei o link de Conde para o endereço correto.
m (Foram revertidas as edições de BruxelasDaBelgica para a última revisão de Levyks, de 19h05min de 9 de setembro de 2020 (UTC))
Etiqueta: Reversão
m (Alterei o link de Conde para o endereço correto.)
 
|população_pos = 24}}
 
A '''Região Metropolitana de João Pessoa''' é uma [[região metropolitana]] [[brasil]]eira. Criada pela [[:s:Lei Complementar Estadual da Paraíba 59 de 2003|Lei Complementar Estadual 59/2003]], era composta inicialmente pelos seguintes municípios: [[Bayeux (Paraíba)|Bayeux]], [[Cabedelo]], [[Conde (Paraíba)|Conde]], [[Cruz do Espírito Santo]], [[João Pessoa]], [[Lucena (Paraíba)|Lucena]], [[Mamanguape]], [[Rio Tinto (Paraíba)|Rio Tinto]] e [[Santa Rita (Paraíba)|Santa Rita]]. Foi ampliada pela [[:s:Lei Complementar Estadual da Paraíba 90 de 2003|Lei Complementar Estadual 90/2009]] que incluiu os municípios de [[Alhandra (Paraíba)|Alhandra]], [[Pitimbu]] e [[Caaporã]] e, posteriormente, pela [[:s:Lei Complementar Estadual da Paraíba 93 de 2009|Lei Complementar Estadual 93/2009]], que incluiu o município de [[Pedras de Fogo]]. Após a criação da [[Região Metropolitana do Vale do Mamanguape]], em 2013, foi excluído o município de Mamanguape.
 
Em 2018, passou a delimitar-se com a [[Região Metropolitana do Recife]], sendo o único caso de [[regiões metropolitanas]] de capitais limítrofes no [[Brasil]]. A área metropolitana Recife-João Pessoa tinha 5,327 milhões de habitantes em 2017.
1

edição