Diferenças entre edições de "Partido Comunista da Coreia"

m
arranjos
m (arranjos)
{{Não confundir com|Partido dos Trabalhadores da Coreia}}{{Info/Partido político|colorcode=red|logo=1946 10 朝鮮共山黨 昌建記念日 朴憲永.jpg|website=|fundação=Abril de [[1925]]|espectro=[[Extrema esquerda]]|ideologia=[[Comunismo]]<br/>[[Marxismo-Leninismo]]|dissolução=[[23 de novembro]] de [[1943]]|internacional=[[Internacional Comunista]]|nome=Partido Comunista da Coreia|nome_original=조선공산당 <br /> 朝鮮共產黨<br /> ''Chosŏn Kongsandang''|líder=[[Kim Jae-bong]] <br /> [[Kang Dal-young]] <br /> [[Pak Hon-Yeong]]|logo_tamanho=250px}}O '''Partido Comunista da Coreia''' ({{Lang-ko|조선공산당}}) foi um [[partido comunista]] que atuou na [[Coreia|Península Coreana]]. Foi fundado durante uma reunião secreta em [[Seul]] em 17 de abril de 1925.<ref name="demise">{{Citar periódico |url=https://muse.jhu.edu/article/9177 |titulo=The Demise of Non-Communist Parties in North Korea (1945–1960) |primeiro=Andrei N. |ultimo=Lankov |data=1-1-2001 |journalperiódico=Journal of Cold War Studies |volume=3 |paginas=103–125 |via=Project MUSE |acessodata= |publicado=}}</ref> A partir da [[Leis de Preservação da Paz|Lei de Preservação da Paz]], o [[Governador-Geral da Coreia]] baniu os partidos [[Comunismo|comunistas]], o que forçou o partido a operar de maneira clandestina. Os líderes do partido eram [[Kim Yong-bom]] e [[Pak Hon-Yeong|Pak Hon-yong]]. No entanto, em novembro de 1925, vários líderes do partido foram presos durante uma festa de casamento, o que foi um duro golpe naquela pequena organização.<ref>[https://archive.org/details/communisminkorea0000scal/page/72/mode/2up Communism in Korea by Scalapino, Robert A], em inglês, acesso em 19/09/2021.</ref>.
 
== História ==
O partido passou a ser a seção coreana da [[Internacional Comunista]] durante o 6º congresso da Internacional Comunista realizado entre agosto e setembro de 1928. Após alguns meses, no entanto, as rixas perpétuas entre facções rivais que atormentaram o partido desde sua fundação levaram a Internacional a dissolver o Partido Comunista da Coreia em dezembro do mesmo ano.<ref>{{Citar periódico |jstor=2642612 |titulo=Kim Il-Song of North Korea |journal=Asian Survey |primeiro=Chong-Sik |ultimo=Lee |data=1-1-1967 |publicado= |volume=7 |paginas=374–382 |doi=10.2307/2642612 |url= |acessodata=}}</ref>
 
=== Primeiros anos ===
O partido passou a ser a seção coreana da [[Internacional Comunista]] durante o 6.º congresso da Internacional Comunista realizado entre agosto e setembro de 1928. Após alguns meses, no entanto, as rixas perpétuas entre facções rivais que atormentaram o partido desde sua fundação levaram a Internacional a dissolver o Partido Comunista da Coreia em dezembro do mesmo ano.<ref>{{Citar periódico |jstor=2642612 |titulo=Kim Il-Song of North Korea |journalperiódico=Asian Survey |primeiro=Chong-Sik |ultimo=Lee |data=1-1-1967 |publicado= |volume=7 |paginas=374–382 |doi=10.2307/2642612 |url= |acessodata=}}</ref>
 
No entanto, o partido continuou a existir através de várias células espalhadas pela península. Alguns comunistas, como [[Kim Il-sung]], foram para o exílio na [[República da China (1912–1949)|China]], onde ingressaram no [[Partido Comunista da China]]. No início da década de 1930, os comunistas coreanos e chineses deram início a atividades de [[guerrilha]] contra as forças japonesas ocupantes.
 
=== Segunda Guerra Mundial ===
Após a libertação em 1945, a situação dos comunistas coreanos mudou consideravelmente. O país estava dividido em zonas de ocupação dos [[Estados Unidos]] e da [[União Soviética]], e as condições de trabalho do partido eram muito distintas nas duas zonas.
 
No Sul, o líder do partido, Pak Hon-yong, que havia lutado na resistência contra o Japão, tornou-se bastante ativo em [[Seul]] após a cidade ser liberta em 1945. Ele reorganizou um [[Comité central|Comitê Central]], onde se tornou Secretário. Por estar baseado em Seul, Pak tinha contato limitado com as forças de ocupação soviéticas no Norte.
 
O [[Exército Vermelho]] soviético libertou o norte da Coreia em agosto de 1945. A maioria dos membros do Partido Comunista da Coreia estava no Sul e haviamhavia poucos quadros revolucionários no Norte. Desse modo, os soviéticos começaram a depender principalmente de comunistas exilados que retornaram à CoréiaCoreia ao final da [[Segunda Guerra Mundial]], bem como de coreanos étnicos que faziam parte da grande comunidade coreana na [[URSS]]<nowiki/> e, portanto, de cidadãos soviéticos.
 
Kim Il-sung tornou-se uma figura proeminente do partido nas áreas do Norte. Após seus anos como líder guerrilheiro, Kim Il-sung mudou-se para a União Soviética (onde os historiadores{{Quem}} acreditam que seu filho [[Kim Jong-il]] nasceu em 1941) e se tornou capitão do [[Exército Vermelho]]. Seu batalhão chegou a [[Pyongyang]] no momento em que os soviéticos procuravam uma pessoa adequada que pudesse assumir um papel de liderança na [[Comitê Popular Provisório da Coreia do Norte|Coreia do Norte]].
 
Em 13 de outubro de 1945, o Birô da Coreia do Norte do Partido Comunista da Coreia foi estabelecido. Embora estivesse tecnicamente estivesse sob o controle da liderança do partido baseada em Seul, o Bureau norte-coreano teve pouco contato com Seul e trabalhou em estreita colaboração com a [[Administração Civil Soviética]]. O primeiro presidente do Bureau foi Kim Yong-bom, enviado à Coreia pelo [[Internacional Comunista]] na década de 1930 para conduzir atividades revolucionárias clandestinas. Kim Il-sung já era membro do Bureau em sua fundação e substituiu Kim Yong-bom como presidente em dezembro de 1945.
 
Por outro lado, historiadores oficiais norte-coreanos{{Quem?}} contestaram essa versão, sustentando que Kim Il-sung já era o presidente desde o início do Bureau. Além disso, fontes oficiais norte-coreanas{{Quais}} afirmam que a reunião inaugural foi realizada em 10 de outubro. O dia 10 de outubro é considerado o 'Dia da Fundação do Partido' na Coreia do Norte, onde Kim Il-sung formou o primeiro partido marxista-leninista genuíno do país. Os historiadores oficiais norte-coreanos{{Quem?}} procuram minimizar o papel dos primeiros líderes comunistas como Pak Hon-yong. Fontes oficiais norte-coreanas{{Quais}} afirmam que o nome do Bureau foi alterado para 'Comitê Organizacional do Partido Comunista da Coreia do Norte' (muitas vezes referido simplesmente como 'Partido Comunista da Coreia do Norte').<ref>{{Citar web |ultimo=Lankov |primeiro=Andrei |url=http://times.hankooki.com/lpage/opinion/200411/kt2004110818494654140.htm |titulo=The Truth Behind the Meeting |data=2004-11-04 |acessodata=2006-04-11 |website=The Korea Times |arquivourl=https://web.archive.org/web/20060109235827/http://times.hankooki.com/lpage/opinion/200411/kt2004110818494654140.htm |arquivodata=2006-01-09}}</ref>
Em 29 de julho de 1946, o Novo Partido Popular e o Bureau da Coreia do Norte realizaram uma sessão plenária conjunta dos [[Comité central|Comitês Centrais]] de ambos os partidos e concordaram em se fundir em uma única entidade. Uma conferência de fundação do [[Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte]] foi realizada de 28 a 30 de agosto.
 
O restante do partido, ainda atuando nas áreas do Sul, trabalhava com o nome de '''Partido Comunista da Coreia do Sul'''. O partido se fundiu com os membros do Novo Partido do Povo que atuavam no Sul e com uma facção do [[Partido do Povo da Coreia]] (os chamados "''quarenta guerreiros''"), fundando assim o [[Partido dos Trabalhadores da Coreia do Sul]] em 23 de novembro de 1946.
 
== Ver também ==