Diferenças entre edições de "Chinampa de Gorostiza"

m
Foram revertidas as edições de Gabeartez para a última revisão de Dbastro, de 14h17min de 9 de novembro de 2016 (UTC)
Etiquetas: Editor Visual Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel Revertida Tarefa para recém-chegados
m (Foram revertidas as edições de Gabeartez para a última revisão de Dbastro, de 14h17min de 9 de novembro de 2016 (UTC))
Etiquetas: Reversão Hiperligações de desambiguação
 
'''Chinampa de Gorostiza''' é um [[município]] do estado de [[Veracruz]], no [[México]]. Ele está situado na porção norte do estado, a cerca de 220&nbsp;km da capital [[Xalapa]].<ref name="e-local">{{citar web|url= http://www.e-local.gob.mx/work/templates/enciclo/veracruz/municipios/30060a.htm |title=Enciclopedia de los Municipios de México: Chinampa de Gorostiza |publisher=Gobierno Estatal|língua=es|accessdate=2009-06-05}}</ref> Tem uma superfície de 152,99 km² e localiza-se a 21°22'N 97°44'W. Produz principalmente [[milho]], [[feijão]], [[laranja]] e [[manga]].No mês de junho acontece a festa de Santo Antônio de Pádua, padroeiro do lugar.
A cidade de San Antonio Chinampa era uma fazenda sob jurisdição do município de Amatlán (hoje Naranjos-Amatlán). Por decreto de 23 de outubro de [[1874]], passou a ser município de San Antonio Chinampa, com congregações oriundas do município de Amatlán. Em 1932, o município e cabeceira passam a chamar-se [[Chinampa de Gorostiza]], em homenagem ao ilustre dramaturgo de [[Veracruz]], '''Manuel Eduardo de Gorostiza'''.
 
{{Referências}}
Localiza-se na região norte do estado, nas coordenadas 21o 22´ de latitude norte e 97o 44´ de longitude oeste, a uma altitude de 100 metros acima do nível do mar. Limita ao sul com Tantima, Amatlán e Tuxpan, ao leste com Tamiahua, ao norte e noroeste com Tamalín. Sua distância aproximada ao noroeste da capital paulista é de 220 km.
 
Possui uma área de 140,40 km2, valor que representa 0,21% do total do estado.
 
O município está localizado na zona norte do estado, dentro da região de [[Huastecas|Huasteca]], apresentando algumas irregularidades em seu solo que correspondem à Serra de Otontepec.
 
É regada por pequenos riachos que despejam suas águas na lagoa [[Tamiahua]].
 
Seu clima é extremo quente com temperatura média de 24ºC; sua precipitação média anual é de 1.600,5 milímetros.
 
Os [[Ecossistema|ecossistemas]] que coexistem no município são a mata média sub-perenifólia com espécies de ojito, mogno, cedro, ceiba e sapote. Composta por populações de coelhos, raposas, coiotes, tatus, gambás e guaxinins.
 
RECURSOS NATURAIS
 
No município existem jazidas de petróleo, com destaque para o Poço Chinampa nº 1, Juan Casiano e Chapopote, entre outros.
 
FESTIVAIS, DANÇAS E TRADIÇÕES
 
San Antonio de Padua é celebrada de 13 a 16 de junho na sede municipal com atos religiosos, danças indígenas e folclóricas e danças populares.
 
San Pedro e San Pablo de 28 a 30 de junho no bairro San Pedro.
 
Virgem de Guadalupe em 12 de dezembro. Todos os santos e as
 
tradições dos
 
mortos fiéis são celebrados nos dias 1 e 2 de novembro. Em cada uma das casas são colocados altares, onde se oferecem zacahuil, pão dos mortos, pão de passarinho, maçãs, laranjas, tangerinas, batata-doce enlatada, mamão e amendoim, charutos, chocolate, toupeira, etc. Nesta celebração é realizada a Dança dos Negritos.
 
MÚSICA
 
No município a música propriamente dita é o son huasteco (huapango) e hoje os jovens têm uma preferência pela música tropical.
 
GASTRONOMIA
 
Os pratos mais representativos do município são o huasteco mole, a marinada de porco e o zacahuil (preferencialmente massa, chili e carne de porco; no entanto, algumas pessoas incluem frango ou peru)., apresentando algumas irregularidades em seu solo que correspondem à Serra de Otontepec.
 
HIDROGRAFIA
 
É regada por pequenos riachos que despejam suas águas na lagoa Tamiahua.
 
CLIMA
 
Seu clima é extremo quente com temperatura média de 24ºC; sua precipitação média anual é de 1.600,5 milímetros.
 
PRINCIPAIS ECOSSISTEMAS
 
Flora
 
Os ecossistemas que coexistem no município são a mata média sub-perenifólia com espécies de ojito, mogno, cedro, ceiba e sapote.
 
Fauna
 
Composta por populações de coelhos, raposas, coiotes, tatus, gambás e guaxinins.
 
RECURSOS NATURAIS
 
No município existem jazidas de petróleo, com destaque para o Poço Chinampa nº 1, Juan Casiano e Chapopote, entre outros.
 
FESTIVAIS, DANÇAS E TRADIÇÕES
 
San Antonio de Padua é celebrada de 13 a 16 de junho na sede municipal com atos religiosos, danças indígenas e folclóricas e danças populares.
 
San Pedro e San Pablo de 28 a 30 de junho no bairro San Pedro.
 
Virgem de Guadalupe em 12 de dezembro. Todos os santos e as
 
tradições dos
 
mortos fiéis são celebrados nos dias 1 e 2 de novembro. Em cada uma das casas são colocados altares, onde se oferecem zacahuil, pão dos mortos, pão de passarinho, maçãs, laranjas, tangerinas, batata-doce enlatada, mamão e amendoim, charutos, chocolate, toupeira, etc. Nesta celebração é realizada a Dança dos Negritos.
 
MÚSICA
 
No município a música propriamente dita é o son huasteco (huapango) e hoje os jovens têm uma preferência pela música tropical.
 
GASTRONOMIA
 
Os pratos mais representativos do município são o huasteco mole, a marinada de porco e o zacahuil (preferencialmente massa, chili e carne de porco; no entanto, algumas pessoas incluem frango ou peru).{{Referências}}
 
{{esboço}}