Diferenças entre edições de "António Ribeiro"

m
sem resumo de edição
m
m
 
{{Ver desambig|o poeta português conhecido como "Chiado"|António Ribeiro Chiado|ou=!}}
{{Mais notas||bio|pt|data=junho de 2013}}
{{Info/Prelado da Igreja Católica
|type = Cardeal
 
== Biografia ==
Era filho de José Ribeiro (c. 1860) e de sua mulher Ana Gonçalves (c. 1904), ambos de São Clemente de Basto. Estudou no [[Seminário de Braga]], na [[Pontifícia Universidade Gregoriana]], em [[Roma]], na Faculdade Teológica em [[Innsbruck]] e na [[Faculdade Teológica de Munique]].<ref name=fiu>{{citar web |autor= |url=http://www2cardinals.fiu.edu/~mirandas/bios-rbios1973.htm#Ribeiro |título=The Cardinals of the Holy Roman Church |publicado= |língua2=en |obra= |data= |acessodata= }}</ref>
 
== Vida ==
Foi ordenado em [[5 de julho]] de [[1953]], na [[Arquidiocese de Braga]]. O então arcebispo de Braga, D. António Bento Martins Júnior, mandou-o estudar para Roma onde se doutorou na [[Pontifícia Universidade Gregoriana]] com a tese «''A Doutrina do Evo em S. Tomás de Aquino. Ensaio sobre a duração da alma separada''». Depois desta sua formação humanística, filosófica e teológica, António Ribeiro iniciou a sua atividade na Comunicação Social e no ensino. Entre [[1959]] e [[1964]] foi membro do corpo docente do Seminário de Braga e ficou responsável pelo programa «Encruzilhadas da Vida», transmitido aos sábados na RTP, em que debate temas de atualidade, frequentemente sugeridos pelos próprios telespectadores. Foi docente do [[Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas]], entre [[1964]] e [[1966]]. Transita para o programa, também na RTP, intitulado "Dia do Senhor", entre [[1964]] e [[1967]], onde demonstrou as suas qualidades de comunicador, com um sentido crítico e uma capacidade de leitura cristã dos acontecimentos. Lecionou Filosofia Social, Filosofia Moral e Psicologia Social e foi director do [[Instituto Superior de Cultura Católica]], entre [[1965]]–[[1967]] e [[Vigário-geral]] da arquidiocese de Braga, entre [[1966]] e [[1967]]. Para além de trabalhar na área da Comunicação Social, foi assistente nacional e diocesano da Liga Universitária Católica e ainda das associações profissionais de médicos, farmacêuticos, juristas, engenheiros e professores.<ref name=fiu />
 
Ainda como Padre esteve envolvido no escândalo de prostituição de menores conhecido como "Ballet Rose" (1967), situação abafada pela igreja católica tendo em conta o protagonismo adquirido pelo padre na comunicação social.<ref>{{Citar web |url=https://sol.sapo.pt/artigo/593591/moita-flores-para-exibir-a-serie-tivemos-que-esperar-a-morte-de-um-sacerdote- |titulo=Moita Flores. “Para exibir a série tivemos que esperar a morte de um sacerdote” |acessodata=2021-05-21 |website=Jornal SOL |lingua=pt}}</ref>
== Ligações externas ==
{{commonscat|António Ribeiro}}
* {{link|1=en|2=http://www2cardinals.fiu.edu/~mirandas/bios-rbios1973.htm#Ribeiro|3=The Cardinals of the Holy Roman Church|4=www2cardinals.fiu.edu}}
* {{link|1=en|2=http://www.catholic-hierarchy.org/bishop/bribeiroa.html|3=Catholic Hierarchy|4=www.catholic-hierarchy.org}}
* {{link|1=en|2=http://www.gcatholic.org/hierarchy/datap/cardPL6-4.htm#257|3=GCatholic|4=www.gcatholic.org}}
* {{link|1=pt|2=http://www.igrejaortodoxahispanica.com/Biografias/Antonio_Ribeiro.html|3=Site oficial da Igreja Católica Ortodoxa Hispânica|4=www.igrejaortodoxahispanica.com}}
* {{link|1=pt|2=http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?id=57511|3=Agência Ecclesia|4=www.agencia.ecclesia.pt}}
*[https://sol.sapo.pt/artigo/593591/moita-flores-para-exibir-a-serie-tivemos-que-esperar-a-morte-de-um-sacerdote- Jornal Sol- Entrevista a Moita Flores]
 
 
 
<center>
</center>
{{Portal3|Biografias|Catolicismo|Lisboa}}
{{controle de autoridade|viaf=67277170}}
 
[[Categoria:Naturais de Celorico de Basto]]