Diferenças entre edições de "Revolta de 31 de janeiro de 1891"

185 bytes adicionados ,  18h05min de 20 de outubro de 2021
m
→‎História: hiperligações adicionadas
(mudança de Ortografia da língua portuguesa injustificada)
Etiqueta: Desfazer
m (→‎História: hiperligações adicionadas)
 
No dia [[31 de Janeiro]] de [[1891]], na cidade do [[Porto]], registou-se um levantamento militar contra as cedências do [[Governo]] (e da [[Coroa (monarquia)|Coroa]]) ao [[ultimato britânico de 1890]] por causa do ''[[Mapa Cor-de-Rosa]]'', que pretendia ligar, por terra, [[Angola]] a [[Moçambique]].
 
A 1 de Janeiro de 1891 reuniu-se o Partido Republicano em congresso, de onde saiu um directório eleito constituído por: [[Teófilo Braga]], [[Manuel de Arriaga]], [[Francisco Manuel Homem Cristo|Homem Cristo]], [[José Jacinto Nunes|Jacinto Nunes]], [[José Francisco de Azevedo e Silva|Azevedo e Silva]], [[Bernardino Pereira Pinheiro|Bernardino Pinheiro]] e [[Sebastião de Magalhães Lima|Magalhães Lima]].
 
Estes homens apresentaram um plano de acção política a longo prazo, que não incluía a revolta que veio a acontecer, no entanto, a sua supremacia não era reconhecida por todos os republicanos, principalmente por aqueles que defendiam uma acção imediata. Estes, além de revoltados pelo desfecho do episódio do [[Ultimato britânico de 1890|Ultimato]], entusiasmaram-se com a recente [[Proclamação da República do Brasil|proclamação da República no Brasil]], a 15 de Novembro de 1889.
 
As figuras cimeiras da "Revolta do Porto", que sendo um movimento de descontentes grassando sobretudo entre sargentos e praças careceu do apoio de qualquer oficial de alta patente, foram o [[capitão]] [[António Amaral Leitão]], o [[alferes]] [[Rodolfo Malheiro]], o [[tenente]] [[Manuel Maria Coelho|Coelho]], além dos civis, o dr. [[Alves da Veiga]], o actor [[Miguel Verdial]] e Santos Cardoso, além de vultos eminentes da cultura como [[João Chagas]], [[Aurélio da Paz dos Reis]], [[Sampaio Bruno]], [[Basílio Teles]], entre outros.
 
=== O acontecimento ===
1 592

edições