Diferenças entre edições de "Christian Rosenkreuz"

sem resumo de edição
'''Christian Rosenkreuz''' ([[1378]] (?) - [[1484]] (?)) é um personagem mítico, tradicionalmente aceito como o fundador do Movimento [[Rosa-cruz]], mas cuja existência divide historiadores, metafísicos e rosacrucianos. Para alguns destes, a figura de Christian Rosenkreuz (ou F.R.C., alusão à Frater Christian Rosenkreuz) pode ter sido apenas uma lenda, utilizada como metáfora por rosacruzes, como Sir [[Francis Bacon]]<ref>{{citar web|url= https://www.britannica.com/Biography/Christian-Rosenkreuz|título= Christian Rosenkreuz|obra= Encyclopædia Britannica Online|língua= en|acessodata= 2020-10-02}}</ref> e [[Johannes Valentinus Andreae]]<ref>Harald Lamprecht: Neue Rosenkreuzer. Vandenhoeck & Ruprecht, Göttingen 2004</ref>.
 
Nascido em 1371 na [[Alemanha]], junto ao [[rio Reno]], seus pais teriam sido pessoas ilustres, mas sem grandes posses materiais. SuaAos educaçãoquatro começouanos aosde quatroidade, anosficou numaórfão abadiae foi enviado para um mosteiro, onde ficou por doze anos e aprendeu grego, latim, hebraico e magia.
 
Em [[1393]], acompanhado de um monge, visitou a [[Terra Santa]]<ref>[https://books.google.com.br/books?id=snPnBQAAQBAJ&pg=PA667&redir_esc=y#v=onepage&q&f=false "The Strange Journey of Christian Rosencreutz], em inglês, acesso em 27/10/2021.</ref>, Damasco, o Egito e Marrocos, onde estudou com sábios turcos, árabes e persas, possivelmente mestres [[Sufismo|sufis]] ou [[Zoroastrismo|zoroastrianos]], depois do falecimento de seu mestre, em Chipre.
Em [[1393]], acompanhado de um monge, visitou Damasco e também o Egito e Marrocos, onde estudou com mestres das [[ocultismo|artes ocultas]], depois do falecimento de seu mestre, em Chipre. Após seu retorno à Alemanha, em [[1407]], teria fundado a "Fraternidade da Rosa Cruz", de acordo com os ensinamentos obtidos pelos seus mestres [[árabes]], que o teriam curado de uma doença, iniciando-o no conhecimento de práticas do [[ocultismo]]. Teria passado, ainda, cinco anos na Espanha, onde três discípulos redigiram os textos iniciadores da sociedade. Depois, teriam formado a ''Casa Sancti Spiritus'' (Casa do Espírito Santo) onde, através da cura de doenças e do amparo daqueles que necessitavam de ajuda, foram desenvolvendo a fraternidade que pretendia, no futuro, guiar os monarcas na boa condução dos destinos da humanidade. Segundo o texto ''Fama Fraternitatis'', Christian Rosenkreuz (também referido como C. R. C.) morreu em 1484. A localização da sua tumba permaneceu desconhecida durante 120 anos, até 1604, quando teria sido redescoberta.
 
Em 1407, após seu retorno à Alemanha, teria fundado a "Fraternidade da Rosa Cruz", de acordo com os ensinamentos obtidos pelos seus mestres [[árabes]], que o teriam curado de uma doença, iniciando-o no conhecimento de práticas do [[ocultismo]].
 
Teria passado, ainda, cinco anos na Espanha, onde três discípulos redigiram os textos iniciadores da sociedade.
 
Depois, teriam formado a ''Casa Sancti Spiritus'' (Casa do Espírito Santo) onde, através da cura de doenças e do amparo daqueles que necessitavam de ajuda, foram desenvolvendo a fraternidade que pretendia, no futuro, guiar os monarcas na boa condução dos destinos da humanidade.
 
Em 1484, morreu, segundo o texto ''Fama Fraternitatis''.
 
Em 1604, a localização da sua tumba teria sido redescoberta e seu corpo estava em perfeito estado de preservação.
 
==Ver também ==