António Assis Esperança: diferenças entre revisões

1 747 bytes adicionados ,  14 de dezembro de 2021
Inseri referências
(inseri portais e controlo de autoridade)
(Inseri referências)
 
'''António Assis Esperança''' ([[Faro]], [[27 de março]] de [[1892]] — [[Lisboa]], [[3 de março]] de [[1975]]), foi um [[escritor]] e [[jornalismo|jornalista]] [[Portugueses|português]]<ref>{{citar web|url=http://www.algarveprimeiro.com/index.php?article=15983&visual=8&id_area=1&layout=20|título=António Assis Esperança|autor=|data=|publicado=Algarve Primeiro / Figuras da nossa Terra|acessodata=22 de dezembro de 2012}}</ref>.
 
== Percurso ==
Trabalhou para as publicações ''[[Seara Nova]]'', ''O Diabo'' e ''Vértice'', ''[[Renovação (revista)|Renovação]]'' (1925-1926) e dirigiu o jornal de crítica teatral ''A Crítica''. <ref >{{Citar web |autor=Jorge Mangorrinha |data=1 de Março de 2016 |título=Ficha histórica:Renovação : revista quinzenal de artes, litertura e atualidades (1925-1926)|url=http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/FichasHistoricas/Renovacao.pdf |formato=pdf |publicado=[[Hemeroteca Municipal de Lisboa]] |acessodata=18 de maio de 2018}}</ref><ref ename=":0">{{citar dirigiulivro|url=https://www.wook.pt/livro/quem-foi-quem-gloria-marreiros/105073|título=Quem ofoi jornalquem? de2000 críticaAlgarvios teatraldo ''Aséculo Crítica''.XX|ultimo=Marreiros|primeiro=Glória Maria|editora=Edições Colibri|ano=2000|local=Lisboa|páginas=185-186|isbn=972-772-192-3}}</ref><br />Foi membro do ''Pen Club'' e um fundadores da Sociedade Contemporânea de Autores, pertencendo à primeira direcção da Sociedade Portuguesa de Escritores (ambas encerradas pelo [[Estado Novo (Portugal)|Estado Novo]]). <br/ref name=":0">Algumas{{citar obraslivro|url=https://www.wook.pt/livro/quem-foi-quem-gloria-marreiros/105073|título=Quem suasfoi estãoquem? traduzidas2000 emAlgarvios romeno.do século XX|ultimo=Marreiros|primeiro=Glória Maria|editora=Edições Colibri|ano=2000|local=Lisboa|páginas=185-186|isbn=972-772-192-3}}</ref>
 
Em 1946, ganha o [[prémio Ricardo Malheiros]], atribuído pela [[Academia das Ciências de Lisboa|Academia de Ciências de Lisboa,]] pelo romance ''Servidão''. <ref name=":0">{{citar livro|url=https://www.wook.pt/livro/quem-foi-quem-gloria-marreiros/105073|título=Quem foi quem? 2000 Algarvios do século XX|ultimo=Marreiros|primeiro=Glória Maria|editora=Edições Colibri|ano=2000|local=Lisboa|páginas=185-186|isbn=972-772-192-3}}</ref><ref>{{Citar web|url=https://issuu.com/acad-ciencias/docs/pr_mio_ricardo_malheiros|titulo=Premio Ricardo Malheiros by João Fernandes - Issuu|acessodata=2021-12-14|website=issuu.com|lingua=en}}</ref><ref>{{Citar web|ultimo=Domingo|primeiro=Folha do|url=https://folhadodomingo.pt/o-algarve-cultural-no-seculo-xx-3-os-neo-realistas/|titulo=O ALGARVE CULTURAL NO SÉCULO XX (3) – OS NEO-REALISTAS|data=2012-06-29|acessodata=2021-12-14|lingua=pt-PT}}</ref><br />Algumas obras suas estão traduzidas em romeno.
 
== Obras ==
Escreveu: <ref>{{Citar web|url=https://catalogo.bnportugal.gov.pt/ipac20/ipac.jsp?session=IRV9500327488.365414&profile=bn&uri=link=3100018~!58185~!3100024~!3100022&aspect=basic_search&menu=search&ri=3&source=~!bnp&term=Esperan%C3%A7a,+Assis,+1892-1975&index=AUTHOR|titulo=Biblioteca Nacional de Portugal - Obras de Assis Esperança|acessodata=2021-12-14|website=catalogo.bnportugal.gov.pt}}</ref>
* ''Vertigem'' (1919)
* ''Viver'' (1921)
 
{{referências}}
* Marreiros, Glória Maria. ''Quem Foi Quem? 200 Algarvios do Século XX (2ª ed. 2001)''. Edições Colibri, Lisboa, 2000.
 
 
7 392

edições