José Ely de Miranda: diferenças entre revisões

m
Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes
(Ajuste)
m (Bot: Substituição automática de afluentes - solicitado em Usuária:Aleth Bot/Substituição de afluentes)
Apelidado de "Gerente",<ref>{{Citar web|url=http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2015/06/1642255-gerente-zito-deu-broncas-em-pele-e-ria-com-apelido-de-chule-no-santos.shtml|titulo='Gerente', Zito deu broncas em Pelé e ria com apelido de 'chulé' no Santos - 15/06/2015 - Esporte - Folha de S.Paulo|acessodata=2017-01-15|obra=www1.folha.uol.com.br}}</ref> era o líder do time dentro de campo, inclusive recebendo do técnico [[Luís Alonso Pérez|Lula]] o aval para comandar os atletas em campo da maneira que achasse melhor.{{Carece de fontes|data=maio de 2010}} Tornaram-se célebres seus gritos incentivando os jogadores a continuar marcando gols, mesmo com as partidas já decididas. Atuou no time por quinze anos, entre 1952 e 1967, tendo jogado 733 partidas e marcado 57 gols.
 
Após a sua aposentadoria, trabalhou nas categorias de base do Santos, sendo responsável por revelar diversos jogadores, entre eles [[Robinho]], [[Diego Ribas da Cunha|Diego]] e [[Neymar Jr.|Neymar]] para o clube.<ref>{{Citar web |url=https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2015/06/14/morre-zito-aos-82-anos-bicampeao-do-mundo-pela-selecao-brasileira-e-santos.htm |titulo=Morre Zito aos 82 anos, bicampeão do mundo pela seleção brasileira e Santos |acessodata=2021-08-04 |website=www.uol.com.br |lingua=pt-br}}</ref>
 
==Seleção Brasileira==
1 028 762

edições