Diferenças entre edições de "Beveren (Flandres Oriental)"

5 bytes adicionados ,  12h33min de 5 de junho de 2007
===De 1570 à actualidade===
 
Em [[1570]], uma maré catastrófica inundou a área. Devido a rezões estratégicas ficou sobre a protecção de [[Antuérpia]], as autoridade locais decidiram desmantelar os [[dique]]s existentes. Cinco anos depois, os direitos do território foram vendidos. As área mais próximas ao rio [[Escalda]] foram compradas por um mercador de [[Antuérpia]] e o resto foi para o duque de [[Aarschot]]. Esta situação manteve-se até à [[Revolução Francesa]], quando o território foi subdividido em comunas. Do [[século XVII]] adiante, o território foi lentamente tomadaconquistado ao mar, até [[1846]], quando a última parcela de terra foi drenada.
 
Em [[1 de Fevereiro]] de [[1953]], uma terrível tempestade destruiu os diques, causando a destruição de centenas de casas. Na [[década de 1960]] e na [[década de 1970]], a expansão do porto de [[Antuérpia]] recebeu o território de [[Kallo]]. A aldeia de [[Doel]] viu a sua população reduzida de 900 habitantes para apenas os a(c)tuais 250 por causa da expansão do porto de [[Antuérpia]]. Vastas instalações [[indústria|industriais]] surgiram na sua esteira, incluindo uma [[central nuclear]] que permitiu ao município de Beveren reduzir as taxas municipais aos seus habitantes. A abertura do [[Liefkenshoek]] um túnel de carros debaixo do rio [[Escalda]] em [[1991]] permitiu o acesso mais rápido ao lado esquerdo do referido rio. Apesar destes desenvolvimentos, Beveren conseguiu manter intactas as áreas verdes , oferecendo paisagens pitorescas aos seus visitantes.
25 939

edições