Espiritismo: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  13 abril
sem resumo de edição
m
Kardec criou o termo ''espiritismo'' em 1857{{Sfn|MFESP|2012}}{{Sfn|Larousse|2012}} e o definiu como "a doutrina fundada sobre a existência, as manifestações e o ensino dos espíritos". Mesmo não sendo reconhecido como [[ciência]],{{Sfn|Pine|2008|pp=13-37}} Kardec dizia que o espiritismo alia aspectos científicos, [[filosofia|filosóficos]] e [[religião|religiosos]],{{Sfn|Kardec|1859|p=40}}{{Sfn|Kardec|1861a|p=15}} buscando uma melhor compreensão não apenas do [[universo]] tangível, mas também do universo a esse [[Transcendência (religião)|transcendente]].{{Sfn|Lang|2008|p=171}}{{Sfn|Neto|2007|p=622}}{{Sfn|Vannuchi|2013|p=250}} Depois de observar e analisar as [[mesas girantes]], o professor Rivail ficou intrigado com o fato de que como poderia a mesa se mover se ela não possui músculos ou formular respostas se ela não tem um cérebro. E foi o próprio agente causador do fenômeno que teria respondido: "Não é a mesa que pensa! Somos nós, as almas dos homens que viveram na Terra".{{Sfn|Porto|2019}} Rivail foi então estudar este e outros fenômenos, tal como a chamada "[[Incorporação (espiritismo)|incorporação]]" e a [[mediunidade]].{{Sfn|Pine|2008|pp=13-37}}
 
A doutrina é baseada em cinco "obras básicas", chamadas de ''[[Codificação Espírita]],'', publicada por Kardec entre 1857 e 1868. A codificação é composta por ''[[O Livro dos Espíritos]]'', ''[[O Livro dos Médiuns]]'', ''[[O Evangelho segundo o Espiritismo]]'', ''[[O Céu e o Inferno (espiritismo)|O Céu e o Inferno]]'' e ''[[A Gênese]]''. Somam-se ainda as chamadas obras "complementares", como ''[[O Que é o Espiritismo?]]'', ''[[Revue Spirite|Revista Espírita]]'' e ''[[Obras Póstumas]]''. Seus seguidores consideram o espiritismo uma doutrina voltada para o [[Renovação moral|aperfeiçoamento moral]] do homem e acreditam na existência de um [[Deus]] único, na possibilidade de comunicação útil com os espíritos através de [[Mediunidade|médiuns]] e na [[reencarnação]] como processo de crescimento espiritual e justiça divina.{{Sfn|Lucchetti|2012|p=125-126}}
 
De acordo com o [[Conselho Espírita Internacional]], o espiritismo está representando em 36 países ao redor do mundo, sendo mais difundido no [[Brasil]], onde conta com cerca de 3,8 milhões de adeptos, segundo dados do [[Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística]] (IBGE), e mais de 30 milhões de simpatizantes, de acordo com a [[Federação Espírita Brasileira]] (FEB).{{Sfn|Schröder|2016}}{{Sfn|Bernardo|2019}} Os espíritas também são conhecidos por influenciar e promover um movimento de [[assistência social]] [[Filantropia|filantrópica]].{{Sfn|Calejo|2018}} O kardecismo teve uma forte influência em várias outras correntes religiosas, como a [[santeria]], a [[umbanda]] e os [[New age|movimentos ''new age'']].<ref name="Encyclopedia of New Religious"/>
126

edições