Diferenças entre edições de "Castelo de Avô"

43 bytes adicionados ,  01h51min de 8 de julho de 2007
m
 
==História==
O lugar de Avô e seus domínios foram doados pelo [[Henrique de Borgonha, conde de Portucale|Conde D. Henrique]] ao [[bispo de Coimbra]]. A sua fortificação, entretanto, é atribuída ao reinado de [[Afonso I de Portugal|D. Afonso Henriques]] (1112-1185).
 
A evolução histórica e arquitectónica do [[castelo]] requeremrequer maiores pesquisas. Em meados do [[século XIX]] a estrutura já estaria abandonada quando, em [[1856]], a sua [[cantaria]] foi reutilizada na construção da ponte de [[Ribeira de Moura]]. Posteriormente, particulares da região teriam prosseguido na utilização das antigas pedras, degradando inteiramente o monumento.
 
O conjunto dos panos de muralhas remanescentes no castelo, que compreende as ruínas da Ermida de São Miguel em seu perímetro, foi classificado como [[Imóvel de Interesse Público]] por Decreto publicado em [[25 de Outubro]] de [[1963]].