Diferenças entre edições de "Direito imobiliário"

31 bytes adicionados ,  02h56min de 20 de julho de 2007
(+cat e wikificar)
{{wikificar}}
Como ramo do [[Direito Privado]], o [[Direito]] Imobiliário, em sentido amplo, e o Direito Registral Imobiliário - este cuidando dos fenômenos jurídicos aliados ao registro de imóveis - possui suas raízes no Direito de Propriedade, seja como direito subjetivo à detenção de uma coisa, seja como ramo especializado da [[Doutrina Jurídica]].
== '''Introdução''' ==
 
Vários aspectos da vida privada se encontram sob regulamentação das normas de Direito Imobiliário, tais quais o [[condomínio]], o [[aluguel]], a compra e venda de imóveis, a [[usucapião]] e os [[financiamentos]] da [[casa própria]].
 
Um dos fenômenos juridicojurídico-econômicos de maior destaque no ramo do Direito Imobiliário são as incorporações imobiliárias, postouma vez que alavancam aas possibilidadepossibilidades do uso do [[imóvel|bem imóvel]] como forma de investimento e fomento de riqueza, com conseqüenciasconseqüências sociosócio-econômicas de grande impacto.
 
As incorporações imobiliárias, aliadas aos fundos de investimento são o carro-chefe das economias de [[países desenvolvidos]], como no caso dos [[Estados Unidos da América]].
Como ramo do Direito Privado, o Direito Imobiliário, em sentido amplo, e o Direito Registral Imobiliário - este cuidando dos fenômenos jurídicos aliados ao registro de imóveis - possui suas raízes no Direito de Propriedade, seja como direito subjetivo à detenção de uma coisa, seja como ramo especializado da Doutrina Jurídica.
 
Vários aspectos da vida privada se encontram sob regulamentação das normas de Direito Imobiliário, tais quais o condomínio, o aluguel, a compra e venda de imóveis, a usucapião e os financiamentos da casa própria.
 
Um dos fenômenos juridico-econômicos de maior destaque no ramo do Direito Imobiliário são as incorporações imobiliárias, posto que alavancam a possibilidade do uso do bem imóvel como forma de investimento e fomento de riqueza, com conseqüencias socio-econômicas de grande impacto.
 
As incorporações imobiliárias, aliadas aos fundos de investimento são o carro-chefe das economias de países desenvolvidos, como no caso dos Estados Unidos da América.
 
 
148

edições