Diferenças entre edições de "Biperideno"

1 584 bytes adicionados ,  23h30min de 30 de agosto de 2007
sem resumo de edição
m (Bot: Adicionando: es:Biperideno)
 
[[es:Biperideno]]
O biperideno é uma droga anticolinérgica utilizada para tratar manifestações extrapiramidais, quer da doença de Parkinson, quer secundárias ao uso de antipsicóticos (Brocks, 1999). Para uso oral, a dose diária recomendada é de 2 a 4 mg; a biodisponibilidade média é de 29%, com meia-vida de 18,4 a 24,3 horas e pico de concentração sérica entre 1 e 1,5 hora (Brocks, 1999). No rol de efeitos colaterais do biperideno incluem-se manifestações cardiovasculares (bradicardia e hipotensão ortostática), gastrintestinais (obstipação e xerostomia), geniturinárias (retenção urinária), oftalmológicas (turvação visual) e neuropsiquiátricas (agitação, alterações do sono REM, coréia, desorientação, euforia e tontura). A hipotensão postural, as tonturas e o déficit visual, isoladamente ou em conjunto, favorecem a ocorrência de quedas, que propiciam fraturas e aumentam a necessidade de institucionalização (Fabrício et al., 2004).
 
O biperideno, quando associado com amadantina, rimantadina, fenotiazínicos, narcóticos, antidepressivos tricíclicos e antihistamínicos, pode causar síndrome colinérgica central ou periférica. Além de acentuar a ação de betabloqueadores, antagoniza a ação de drogas anticolinesterásicas utilizadas para estabilizar a demência tipo Alzheimer leve a moderada (Sicras e Rejas-Gutiérrez, 2004). Seu emprego no tratamento do tremor da doença de Parkinson pode ser tão eficaz quanto drogas dopaminérgicas, no entanto, o mesmo não ocorre com o controle da bradicinesia e da rigidez (Schrag et al., 1999).
Utilizador anónimo