Diferenças entre edições de "Carlos Magalhães de Azeredo"

22 bytes adicionados ,  06h42min de 3 de setembro de 2007
m
sem resumo de edição
m (+categoria)
m
Foi membro do [[Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro]], da [[Academia Internacional de Diplomacia]] e do [[Instituto de Coimbra]].
 
==Carreira Diplomáticadiplomática==
 
==Carreira Diplomática==
segundo secretário da Legação do Brasil no Uruguai (1895-96) e na Santa Sé (1896-1901); promovido a primeiro secretário em 1901 e conselheiro em 1911; ministro residente em Cuba, na América Central (1912) e na Grécia (1913-14); ministro plenipotenciário na Santa Sé (1914-19) e embaixador na mesma (1919-34).
 
*''Odes e Elegias'', poesia (1904);
*''O Hino de Púrpura'', poesia (1906);
*''Quase Parábola'', contos (1913);
*''Vida e Sonho'', poesia (1919);
*''A Volta do Imperador'', poesia (1920);
:''Verás - rindo talvez! - alma leviana e louca,
:''O supremo perdão do mal que me tens feito...
{{portal-academia}}
 
==[[Image:Lorbeerkranz.png|30px]] Academia Brasileira de Letras=={{portal-academia}}
Quando da fundação do novo Silogeu, a [[28 de janeiro]] de [[1897]], foi um dos dez intelectuais convidados para integrar o quadro de fundadores, contando apenas vinte e cinco anos - sendo o mais novo de todos. Ocupou a cadeira 9 da [[Academia Brasileira de Letras|Academia]], escolhendo por patrono a [[Domingos Gonçalves de Magalhães]].
 
{{biografias}}
 
[[Categoria:AcadêmicosMembros doda BrasilAcademia Brasileira de Letras|Carlos Magalhaes Azeredo]]
[[Categoria:Jornalistas do Brasil|Carlos Magalhaes Azeredo]]
[[Categoria:Diplomatas do Brasil|Carlos Magalhaes Azeredo]]
285 760

edições