Cerinto: diferenças entre revisões

6 bytes removidos ,  20h29min de 19 de novembro de 2007
sem resumo de edição
m (Ceríntio movido para Cerinto: Nome correto deste gnóstico. "Ceríntio" é o nome dado ao gnosticismo do qual ele se transformou em mestre.)
{{má tradução}}{{correção}}
'''CeríntoCerinto''' (''c'' 100) foi um dos primeiros líderes do antigo gnosticismo que foi reconhecido como [[Heresia|herético]] pelos [[primeiros Cristãos]] devido aos seus ensinamentos sobre [[Jesus Cristo]] e suas interpretações sobre o [[cristianismo]]. Ao contrário dos ensinamentos da [[Cristandade proto-ortodoxa]], a escola [[gnosticismo|gnóstica]] de Ceríntio seguiu a lei Judaica, negando que o deus supremo tinha feito o mundo físico e negando a divindade de Jesus. Na interpretação de Ceríntio, o espírito de "Cristo" veio a Jesus no momento do seu [[batismo de Jesus|batismo]], guiando-lhe em todo o seu ministério, mas abandonando-o momentos antes de sua [[morte e ressurreição de Jesus|crucificação]].
 
CeríntoCerinto, assim como os [[Ebionismo|ebionitas]], usava apenas uma versão do evangelho de Mateus como escritura, rejeitando os escritos do apóstolo Paulo por o considerarem apóstata da lei. Esforçava-se e se sujeitava aos usos e costumes da lei judaica e à maneira de viver dos judeus. Venerava a cidade de Jerusalém como se fosse a casa de Deus. <ref> Henry Bettenson, Documentos da Igreja Cristã, Editora Aste, 2007</ref>
 
CeríntoCerinto ensinou numa época em que a relação do Cristianismo com o Judaísmo estava se tornando irreconciliável. Para definir o criador do mundo como [[Demiurgo]], combinou a filosofia grega e com os ensinos sincréticos dos [[Gnósticos|gnósticos]]. Sua descrição de Cristo como um espírito sem corpo que residido temporariamente no homem Jesus combina com o gnosticismo de Valentim.
 
A tradição Cristã antiga descreve CeríntoCerinto como um contemporâneo e oponente de [[João, o Evangelista]], que escreveu o [[Evangelho segundo João]] contra ele <ref>Catholic Encyclopedia article cited below</ref>.
Tudo que nós sabemos sobre Ceríntio vem da escrita de seus oponentes teologicos.
 
232

edições