Diferenças entre edições de "Niiama"

2 bytes removidos ,  18h16min de 18 de dezembro de 2007
sem resumo de edição
Niyama ([[Sânscrito]]: नियम) é um conjunto de comportamentos codificados como "as observâncias" em numerosas escrituras hindus incluindo as [[Upanishad]]es Shandilya e Varuha, o [[Hatha Yoga Pradipika]] de Gorakshanatha, o [[Tirumantiram]] de [[Tirumular]] e os [[Yoga Sutras]] de [[PatañjaliPátañjali]]. Todos os textos acima listam dez Niyamas, com exceção dos trabalhos da Patanjali, que enumera apenas cinco. Eles compreendem orientações para a nossas relações com o mundo interior, e o [[Swami Vivekananda]] descreve-as como a segunda etapa do [[Raja Yoga]] ([[Sânscrito]]: राज योग).
 
Os dez tradicionais Niyamas são: <br>
# [[Vrata]]: votos sagrados, cumprir as promessas religiosos, regras e observá-las fielmente;
# [[Japa]]: recitação, mantras diários;
# [[Tapas (sânscrito) | Tapas]]: culto da força de vontade com apara resistência; a fome e sede, calor e frio, manter-se de pé e sentado, etc
 
Nos [[Yoga Sutras]] de Patañjali, os Niyamas são a segunda parte dos oito passos do [[Raja Yoga]]. <br>
Eles são encontrados no Sadhana Pada verso 32: <br>
# [[Shaucha]]: Na codificação tradicional, este item é listado como um [[YamasYama]]; essa palavra significa pureza.
# [[Santosha]]: contentamento.
# [[Tapas (sânscrito) | Tapas]]: austeridade e penitência.
# [[Svadhyaya]]: auto-estudo das escrituras.
# [[Ishvarapranidhana]]: auto-entrega.
3 587

edições