Quarto Concílio de Toledo: diferenças entre revisões

52 bytes adicionados ,  02h48min de 19 de janeiro de 2008
m
sem resumo de edição
m (*cat)
m
Reunião dos bispos locais da Espanha[[Hispânia]] visigótica realizada no ano de 633 na cidade de [[Toledo]], [[Espanha]]. Seguindo um costume originado com [[Constantino]], [[Lista de imperadores romanos|imperador]] de [[Roma]], o concílio foi convocado pelo então rei [[Sisenando]] e presidida pelo Bispo [[Isidoro de Sevilha]].
Neste concílio foram formuladas as colecções de Leis, tanto civis quanto eclesiásticas, citando entre as primeiras o famoso ''[[Forum iudiciorumIudiciorum]]'' (foro dos juízes), e entre as segundas 29 cânones relativos à disciplina e à administração da Igreja. Os clérigos foram declarados isentos de impostos e taxas, previram-se punições para quem faltasse aos juramentos de lealdade para com o rei ou se revoltassem contra ele, além de considerarem o rei o "Ungido do Senhor".
Este Concílio também decidiu sobre a forma de sucessão do monarca e foi taxativo: a coroa seria atribuída por eleição, tendo por votantes os aristocratas e os bispos.
 
[[Categoria:Concílios de Toledo|*4]]
 
[[es:IV Concilio de Toledo]]