Diferenças entre edições de "Economia da Bahia"

17 bytes adicionados ,  22h13min de 28 de fevereiro de 2008
m
Desambiguação assistida por bot: Valença
m (Desambiguação assistida por bot: Belmonte - Mudado(s) link(s) para Belmonte (Bahia))
m (Desambiguação assistida por bot: Valença)
A subárea do Extremo Sul apresenta uma base produtiva [[agricultura|agrícola]] bastante diversificada, onde se destacam os cultivos perenes como [[cravo da índia]], [[cacau]], [[guaraná]], [[seringueira]], [[pimenta do reino]], [[coco-da-baía]], [[dendê]], [[banana]], [[laranja]] e [[café]] que, em conjunto, representavam 87,3% do total da área plantada na subárea em [[1993]]. Entre as lavouras temporárias, a [[mandioca]] constitui a principal exploração, participando com 23,3% do total da área e 22,2% do volume de produção regional.
 
O setor industrial apresenta uma produção orientada para o mercado local e regional, concentração espacial, baixo nível tecnológico e escala reduzida. As unidades industriais concentram-se nos municípios de [[Valença (Bahia)|Valença]], [[Camamu]] e [[Ituberá]], representando 84,8% do total. Dos 15 gêneros industriais presentes na subárea, três concentram 57,8% dos estabelecimentos: [[madeira]] 23,8%, [[alimento]]s 23,0%, e [[mineral|minerais]] não [[metal|metálicos]] 11,0%. A [[metalurgia]] corresponde a 6,8% e o setor mobiliário e produtos químicos e [[perfume|perfumaria]] totalizam 1,7%.
 
=== Região Médio São Francisco ===
15 576

edições