Abrir menu principal

Alterações

2 bytes removidos, 22h04min de 15 de março de 2008
sem resumo de edição
[[Livre pensador ]] desde a juventude, Bertrand Russel aborda, nesse livro, questões de suma importância para o ser humano, tais como sua posição no [[Universo]] e o papel (para ele nefasto) que a Religião exerce na vida das pessoas. E o faz de um modo incisivo e eloqüente, expressando-se com a mesma [[prosa]] brilhante que fizeram famosos todos os seus livros e o levaram a ser laureado com o [[Prêmio Nobel de Literatura]], em [[1950]].
 
Além dos ensaios, o livro inclui um completo relato sobre o rumoroso caso de [[1949]], quando Russel foi impedido, judicialmente, de exercer a função de professor visitante no City College de New York]], pela acusação de defender e difundir conceitos "imorais". Inclui também a transcrição de um debate radiofônico sobre a existência de [[Deus]], que ele travou com o padre F. C. Copleston S.J, em [[1948]], através da [[BBC]] de [[Londres]].
 
[[Agnóstico]] convicto, Bertrand Russel resume nessas palavras a essência de seu pensamento acerca da questão religiosa:
2 186

edições