Diferenças entre edições de "Vila Nova de Famalicão"

1 716 bytes adicionados ,  18h24min de 18 de março de 2008
==História==
 
Os factosvestígios históricos sobre a origem dosdo povoamentospovoamento desta terra, levamleva-nos a [[Idade do Ferro]], mais propiamente a vestígios arqueológicos de [[castros]] empelo todoconcelho. o[[Imagem:Pedra concelhoFormosa Castro das Eiras.jpg|thumb|left|[[Pedra Formosa]] do Castro de Eiras em V.N.Famalicão]]O [[Castro do Monte das Ermidas]], talvez fundado no século IV a. C., éo um desses vestígiosCastro de remotos povoamentos queSão Miguel-o-Anjo munícipioou ainda hojeo conservaCastro comode partimónioEiras, cultural.são [[Imagem:Pedraalguns Formosados Castrovestígios dasarqueológicos Eiras.jpg|thumb|left|[[Pedrade Formosa]]remotos dopovoamentos Castroque deo Eirasconcelho emdispõe. V.N.Famalicão]]A Pedra formosa do Castro de Eiras que pertencia a um complexo de banhos, foi encontrada em 1880, e segundo os arqueólogos data do primeiro milénio antes de Cristo.
No entanto, as origens de ''Vila Nova'' remontam mais propriamente ao reinado de [[D. Sancho I]], segundo rei de Portugal, que detinha na zona um [[reguengo]], este elaborou uma [[carta foral]] no ano de 1205, afim de criar raízes populacionais nessa zona.
A cidade de ''Vila Nova de Famalicão'' remonta apenas a [[1985]]. O seu [[concelho]], todavia, é mais antigo, sendo a sua ascenção a [[municipio]] datada de Setembro de [[1835]]. No entanto, as origens da hoje cidade remontam ao reinado de [[D. Sancho I]], segundo rei de Portugal, por volta de 1205.
 
 
 
 
 
 
===A Carta do Foral de 1205===
* [http://www.cm-vnfamalicao.pt/foral/_pdf/cartaforal.pdf Carta foral de 1205]
 
===AscençãoO a munícipioMunícipio===
A Vila de Famalicão, como cabeça do Julgado de [[Vermoim]], começou a valorizar-se com o correr dos anos, e tanto assim que em 1706 contava 100 habitantes naturais da terra. Mostrando os seus anseios de melhor progresso, em 1734 e 1735 insistiu com [[Barcelos]], pedindo regalias, como a significar o cuidado de novas intenções progressivas. Continuando a ferver em si o interesse pelo desenvolvimento local. Em 1825, pediu decididamente à Vila de Barcelos a criação de um [[concelho]] próprio, o que não veio a conseguir obter.
Finalmente, dez anos depois e com a criação da nova ''Divisão Judicial do Reino de Portugal'', em 21 de Março de 1835, entre o geral do País, ficou formado o concelho de Vila Nova de Famalicão por carta foral da rainha [[D. Maria II]]
 
===A Cidade===
[[Imagem:Famalicãoestação.jpg|thumb|300px|leftright|<center>Estação de comboios de Famalicão</center>]]
 
Na segunda metade do século XX, a cidade tinha atingido um patamar de qualidade, com equipamentos e infra-estruturas modernas, porgresso esse que poderia levar a vila à elevção a cidade. Assim, a Lei de 14 de Agosto de 1985, aprovado pela Assembleia da República em 8 de Julho de 1985, abriu caminho à ascenção de Vila Nova de Famalicão à categoria de cidade.
 
 
 
 
==Geografia==
Vila Nova de Famalicão encontra-se na província do Minho, no distrito e arquidiocese de Braga, é sede de concelho e de comarca, encontra-se em terreno plano a 88 metros de altitude.
A cidade encontra-se num importante nó rodoviário que a liga ao [[Porto]], a [[Braga]], a [[Barcelos]], a [[Guimarães]], à [[Póvoa de Varzim]] e a [[Santo Tirso]]. Tanto a nível rodoviário como a nível ferroviário Vila Nova de Famalicão é uma povoação com uma excelente situação geográfica, o que a tornando-se um ponto de passagem obrigatória.
 
[[Imagem:Famalicãoestação.jpg|thumb|300px|left|<center>Estação de comboios de Famalicão</center>]]
 
{| {{prettytable1|center}}
65

edições