Diferenças entre edições de "Política do Bahrein"

408 bytes adicionados ,  09h20min de 30 de março de 2008
sem resumo de edição
Este facto demonstra-se na actual representação parlamentar do ''concelho dos representantes'' que se realizou em [[Fevereiro]] de [[2007]], mesmo com todas as restrições democraticas que os partidos da oposição detêm num país governado por uma monarquia absolutista, a oposição (composta pelos dezasete que compõem a bancada ''Xiia'' representadas pelo partido ''al Wifaq'' oposicionista tradicional e mais um aliado independente ''sunni'') têm dezoito representantes e a casa governante só pode contar com apenas sete representantes (os quatro ''sunnis'' do partido ''al Mustaqbal'' que é moderado e pró monarquia e os três independentes ''sunnis'').<br>
 
Os restantes divididos entre oito representantes do partido ''al Asala'' (''sunnis'' salafistas ou seja tradicionalistas) e os sete do partido ''al Minbar'' (que é o ramo no Bahrein da [[Irmandade Islâmica| Irmandade Muçulmana]]) embora não demonstrando oposição à casa reinante também não demonstram apoio, prosseguindo agendas próprias, os primeiros são criticos da abertura ao ocidente e das corrupções sociais promovidas pelos ocidentais bem como se opõem a quaisquer negócios e alianças comerciais com estes e os segundos promovem a sua agenda muito própria que não podemos considerar próxima das politicas pro-ocidentais dos governates do [[Bahrein]].
 
= Bibliografia =
* [http://www.coladaweb.com/perso/bahrein.htm Página sobre o Bahrein na Cola da Web]
* [http://www.encyclopedia.com/doc/1E1-Bahrain.html Bahrain - The Columbia Encyclopedia, Sixth Edition - 2007]
* [http://www.historia.uff.br/nec/Seculo%20XX/A%20Irmandade%20Mu%E7ulmana.htm A Irmandade Muçulmana - Sua influência na origem do fundamentalismo islâmico por Leonardo Silva Pinto de Castro]
 
{{Bahrein/Tópicos}}
5 518

edições