Espiral de lítuo

A Espiral de lítuo é a curva plana na qual o ângulo é inversamente proporcional ao quadrado do raio, descrita em coordenadas polares pela equação

Lituus.svg

Esta espiral é assintótica à linha .

Foi publicada pela primeira vez em 1722 pelo matemático inglês Rogert Cotes. Note que o lítuo se aproxima cada vez mais da origem mas nunca a alcança. A espiral de lítuo deve seu nome de uma antiga trombeta romana chamada lítuo. Na arte, a espiral de lítuo é uma forma recorrente chamada voluta. O lítuo era também o bastão curvado usado pelo clero romano antigo que inspirou os actuais báculos. Os padres foram chamados "áugures," que tentavam predizer o futuro, e a forma aparece nas moedas romanas.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  • Pickover, Clifford A. A Passion for Mathematics. John Wiley & Sons, Inc. New Jersey. 2005).
  Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.