Abrir menu principal

Esporte Clube Cambaíba é uma agremiação esportiva brasileira, fundada a 27 de agosto de 1930, sediada em Campos dos Goitacases, no estado do Rio de Janeiro.

Cambaíba
CAMBAÍBA.jpg
Nome Esporte Clube Cambaíba
Fundação 27 de agosto de 1930 (89 anos)
Estádio Hely Ribeiro Gomes
Capacidade 1.000
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

Surgiu quando dois times formados por trabalhadores da Indústria Açucareira de Cambaíba, o Palmeiras e o Liberal se uniram para formar um único escrete no local, distante 12 km da zona urbana de Campos.

A usina pertencia ao então deputado federal, Luis Guaraná, que a vendeu, depois ao industrial Hely Ribeiro Gomes, ex-campeão de natação e um apaixonado pelo esporte, que logo se entusiasmou com o clube e o apoiou irrestritamente.

Apesar de fundado em 1930, somente em 1966 se filiou à Liga Campista e passou a disputar os campeonatos por ela organizados. Naquela época o patrono do clube fez uma grande reformulação no estádio, incluindo a participação das dimensões do campo para a máxima permitida, além da construção de banheiros, vestiários, cabines para a imprensa e o gramado, o qual ficou em perfeitas condições.

O estádio foi batizado com seu nome e inaugurado a 1 de maio de 1966, quando foi realizada uma grande festa que durou o dia inteiro e contou com milhares de participantes, começando pela manhã com desfile de cães, saltos de pára-quedas e uma missa campal.

À tarde ocorreram duas partidas. Os reservas do Cambaíba venceram por 5 a 0 o time do Estrela, de Ponta da Cruz, e depois, a equipe principal enfrentou e perdeu por 1 a 0 para o forte time do Goytacaz Futebol Clube. Mas o clima era de festa e ao chegar à noite, houve grande festa com barraquinhas tendo Hely Ribeiro Gomes comprado 10 mil refrigerantes, dois sacos de farinha, um caminhão de laranjas e ainda mandou abater quatro bois para um animado churrasco que durou até o amanhecer.

O Cambaíba sempre contou com boas equipes, sendo um adversário muito difícil de ser batido, contudo, não conseguiu levantar títulos importantes, somente uma Taça Cidade de Campos, em 1975, e o Torneio de Verão, de São João da Barra, realizado na cidade vizinha, em janeiro do mesmo ano, quando venceu o Vesúvio, na final, e ficou com o troféu Cel. Antônio Brandão Siqueira, homenagem ao então Comandante da Polícia Militar do Estado do Eio de Janeiro.

Destacaram-se em suas equipes grandes craques como Caranguejo, Manoel Benteli, Jair, Paizinho, Joélio, Tomé, Caruso, Tuquinha, Bauí, Lolosa, Aílton, Luís, Vavá, Célio, Adalberto, Pedro Rodrigues, Perácio, Mílton, Jorge Ramos, Fefeu, Batista, Nel, entre outros.

Hely Ribeiro Gomes elegeu-se posteriormente deputado federal, pelo antigo estado do Rio e posteriormente assumiu o cargo de vice-governador, e deixou o clube sob o comando do filho José Lysandro, o qual faleceu ainda jovem. Daí, o Cambaíba entrou em decadência até encerrar as suas atividades esportivas oficiais.

TítulosEditar

  • 1975 - Taça Cidade de Campos;
  • 1975 - Torneio de Verão de São João da Barra;
  • ((1989)) - Taça Cidade de Campos;

FonteEditar

  • PARDO, Aristides Leo. No país do futebol, cidade sem memória. Rio de Janeiro, 2007.
  • VIANA, Eduardo. Implantação do futebol Profissional no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Editora Cátedra, s/d.