Esporte Clube Tupy

O Esporte Club Tupy é um clube brasileiro de futebol, sediado no município de Vila Velha, no estado do Espírito Santo. O clube tradicionalmente tem o principal foco nas categorias de base e é tido como a equipe mais tradicional de Vila Velha.

Tupy
Tupy Escudo.png
Nome Esporte Club Tupy
Alcunhas Índio Guerreiro
Índio Canela Verde
Mascote Índio
Principal rival Vilavelhense
Fundação 16 de outubro de 1938 (81 anos)
Estádio Toca do Índio
Capacidade 1.000[1]
Localização Vila Velha, ES
Presidente Rogério Pedrini
Treinador Eleomar Pereira
Patrocinador Linsen Lentes de Contato
Incrementa Benefícios
Material (d)esportivo Icone Sports
Competição Espírito Santo (estado) Campeonato Capixaba
Copa Espírito Santo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

HistóriaEditar

O clube foi fundado no dia 16 de outubro de 1938 e foi o primeiro clube de futebol de Vila Velha. Na maior parte de sua história o clube disputou torneios amadores da cidade. Tornou-se profissional no dia 28 de junho de 1988 e no ano seguinte disputou o seu primeiro campeonato, a Segunda Divisão do Campeonato Capixaba de 1989.[2]

Em 2001, o Tupy conquistou seu primeiro título profissional, o Campeonato Capixaba da Segunda Divisão.[2]

Na Copa Espírito Santo de 2003, o clube contou com o folclórico atacante Túlio Maravilha, ídolo do Botafogo, marcando cinco gols na competição.[3]

 
Lambiru no treinamento do Tupy em 1 de fevereiro de 2017.

No Campeonato Capixaba da Série B de 2016 termina a primeira fase na quarta colocação e classifica-se para jogar as semifinais contra o Rio Branco-VN.[4] Na semifinal elimina o Rio Branco de Venda Nova, garante vaga na final e retorna à Primeira Divisão após 12 anos.[5] Na final o Tupy é derrotado pelo Vitória-ES na disputa por pênaltis por 3 a 1 após o empate sem gols no tempo normal no Estádio Salvador Costa.[6]

 
Faixas da torcida do Tupy no Estádio Kleber Andrade.

No retorno à Série A do Capixabão em 2017, o Tupy com a presença do zagueiro Luiz Alberto, ex-Flamengo, empata em 1 a 1 com o Rio Branco no Estádio Kleber Andrade.[7] O Tupy estreia o uniforme todo verde em homenagem à Chapecoense com o escudo do time catarinense e a hashtag "#forçachape" nas costas da camisa.[8] Na primeira fase, o Tupy classifica-se às semifinais do Capixabão pela primeira vez na história.[9] Na semifinais o Tupy é eliminado pelo Atlético Itapemirim com uma derrota no Estádio Kleber Andrade no jogo de ida e um empate em Itapemirim no jogo de volta.[10]

No Campeonato Capixaba de 2019, o Tupy termina na penúltima colocação e é rebaixado à Série B.[11]

Na Copa Espírito Santo de 2019, o Tupy termina a primeira fase da competição na sétima colocação, classificando à próxima fase.[12] Nas quartas de final, o Tupy é eliminado pelo Vitória-ES.[13]

EstádioEditar

 Ver artigo principal: Estádio Gil Bernardes da Silveira

O Estádio Gil Bernardes da Silveira, também conhecido como Toca do Índio, é a casa do Tupy. Localizado na sede do clube em Itapuã, Vila Velha, o estádio tem capacidade para 1.000 pessoas.[1]

 
Treinamento na Toca do Índio, com arquibancadas ao fundo.

TítulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Capixaba - Série B 1 2001
  Copa Metropolitana 1 2009
Municipais
Competição Títulos Temporadas
  Liga Vilavelhense 2 1966 e 1985
  Taça Vila Velha de Master 1 1985

Categorias de BaseEditar

  • Copa Amizade Nacional de Futebol Infantil: 2002.

Campanhas de destaqueEditar

Jogadores ilustresEditar

 
Luiz Alberto no treinamento do EC Tupy em 1 de fevereiro de 2017.

SímbolosEditar

EscudoEditar

UniformesEditar

Temporada 2019Editar

Copa Espírito Santo
     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2
Campeonato Capixaba
     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2

Temporada 2018Editar

     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2

Temporada 2017/2018: Homenagem à ChapecoenseEditar

Em homenagem à Chapecoense, devido ao acidente aéreo ocorrido com a delegação do clube na Colômbia em 28 de novembro de 2016, Tupy adota o verde na uniforme número um na temporada 2017. A camisa, calção e meiões são semelhantes aos que a Chapecoense utilizou na partida de volta da semifinal da Copa Sul-Americana de 2016, quando empatou com o San Lorenzo e garantiu a vaga na final da competição. O uniforme número dois foi o tradicional amarelo.[14][15]

     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2

Temporada 2016Editar

     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2
     
 
 
Uniforme nº 3

Temporada 2015Editar

     
 
 
Uniforme nº 1
     
 
 
Uniforme nº 2
     
 
 
Uniforme nº 3

HinoEditar

Referências

  1. a b «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol - 2016» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 2 de abril de 2016 
  2. a b «História do Esporte Club Tupy». FES. Consultado em 20 de março de 2019 
  3. «Tupy-ES negocia com veterano com passagens por grandes clubes do país». globoesporte.com. 13 de dezembro de 2016. Consultado em 13 de dezembro de 2016 
  4. «Castelo vira sobre o Tupy-ES e fica em 3º lugar na 1ª fase da Série B 2016». globoesporte.globo.com. 4 de junho de 2016. Consultado em 5 de junho de 2016 
  5. «Lambiru brilha novamente, Tupy goleia o Rio Branco VN e está de volta à elite». globoesporte.globo.com. 18 de junho de 2016. Consultado em 20 de junho de 2016 
  6. «Vitória-ES vence o Tupy-ES nos pênaltis e conquista a Série B 2016». globoesporte.com. 26 de junho de 2016. Consultado em 26 de junho de 2016 
  7. «Rio Branco-ES e Tupy-ES ficam no empate no Kléber Andrade». globoesporte.com. 29 de janeiro de 2017. Consultado em 30 de janeiro de 2017 
  8. «Vitória-ES e Tupy-ES homenageiam a Chape na 1ª rodada do Capixabão». globoesporte.com. 30 de janeiro de 2017. Consultado em 31 de janeiro de 2017 
  9. «Vitória-ES se salva do rebaixamento ao vencer o Tupy-ES jogando em casa». globoesporte.com. 8 de abril de 2017. Consultado em 10 de abril de 2017 
  10. «Atlético-ES empata com o Tupy e garante vaga inédita para as finais do Capixabão». globoesporte.com. 22 de abril de 2017. Consultado em 23 de abril de 2017 
  11. «Com gol de Cristian, Rio Branco VN arranca empate no Araripe e rebaixa o Tupy-ES». globoesporte.com. 13 de março de 2019. Consultado em 20 de março de 2019 
  12. «Tupy-ES goleia o Linhares e encara o Vitória-ES nas quartas de final da Copa ES». globoesporte.com. 5 de outubro de 2019. Consultado em 7 de outubro de 2019 
  13. «Thauan faz dois, Vitória-ES passa pelo Tupy e avança às semifinais da Copa ES». globoesporte.com. 19 de outubro de 2019. Consultado em 20 de outubro de 2019 
  14. «Em homenagem à Chape, Tupy-ES irá adotar o verde na temporada 2017». globoesporte.com. 30 de novembro de 2016. Consultado em 30 de novembro de 2016 
  15. «Tupy-ES divulga novos uniformes e confirma homenagem à Chapecoense». globoesporte.com. 13 de janeiro de 2017. Consultado em 16 de janeiro de 2017