Abrir menu principal

Wikipédia β

Estádio Alfredo Jaconi

O Estádio Alfredo Jaconi é um estádio de futebol brasileiro, situado na cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Alfredo Jaconi
Estádio Alfredo Jaconi
Nome Estádio Alfredo Jaconi
Características
Local Rua Hércules Galló, 1.547 (Bairro Jardim América)
Caxias do Sul (RS),  Brasil
Gramado Grama natural (105 x 68 m)
Capacidade 27.345 espectadores[1]
Construção
Inauguração
Data 23 de março de 1975
Partida inaugural Juventude 0-0 Flamengo-RJ
Primeiro gol Ronaldo (Palmeiras)
(4 de abril de 1975)[2]
Recordes
Público recorde 27.740 pessoas[3][4]
Data recorde 27 de novembro de 2002
Partida com mais público Juventude 0-1 Grêmio
Outras informações
Proprietário Esporte Clube Juventude
Mandante Esporte Clube Juventude

HistóriaEditar

O estádio do Esporte Clube Juventude foi inaugurado em 23 de março de 1975, durante as comemorações do centenário da Colonização Italiana no Rio Grande do Sul.

A construção ocorreu no período entre 1972 e 1975, quando o time estava sob a presidência de Willy Sanvitto, tendo sido construído sobre o antigo estádio do clube, a Quinta dos Pinheiros. As obras foram coordenadas pelo antigo jogador e presidente do clube, Alcides Longhi.[5]

A obra, que começou em 1972, durou três anos e o nome do estádio faz alusão a um dos maiores ídolos do torcedor da papada, Alfredo Jaconi, que foi jogador, treinador e dirigente nas décadas de 1930 e 1940.

Atualmente, após obras para aumentar o conforto e a segurança dos torcedores, a capacidade do Estádio Alfredo Jaconi teve a sua capacidade diminuída de 30.519, para 23.726 espectadores, sendo que na revisão da CBF de 2014 a capacidade do estádio é de 19.924.

RecordesEditar

O maior público no estádio ocorreu em 20 de Novembro de 1994, onde aproximadamente 33 mil torcedores acompanharam o jogo pela semifinal do Campeonato Brasileiro da Série B, o Juventude venceu o Americano-RJ por 1 a 0. Entretanto, o público oficial para esta partida foi de 21.992 pessoas.

O maior público já registrado foi de 27.740 pessoas, no dia 27 de Novembro de 2002, em jogo válido pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro de 2002, onde o Juventude perdeu para o Grêmio por 1 a 0.

Já no Campeonato Gaúcho, o maior público é de 27.653[6], no primeiro jogo da final da competição no dia 23 de Junho de 1996, onde o Juventude perdeu para o Grêmio por 3 a 0.

Foto panorâmica do estádio.

Referências

  1. "Diretoria de Competições publica revisão 5 do Cadastro Nacional de Estádios de Futebol". CBF, 24/10/2014
  2. Alfredo Jaconi. Lance!, acessado em 20 de fevereiro de 2014
  3. Côrtes, Gustavo. Clássico Ca-Ju, paixão e rivalidade, 2008, p. 200
  4. Brasileiro de 2002 - Fase Final. Bola na Área, 16/02/2015
  5. "Rigon, Roni. "Alcides Longhi, ídolo do Juventude". Pioneiro, 18/09/2003
  6. Côrtes, Gustavo. Almanaque do Juventude: Período de Glórias, p. 75
  Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.