Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Arquiteto Ricardo Etcheverri
ESTADIO ARQUITECTO ETCHEVERRI.PNG

Nome Estádio Arquiteto Ricardo Etcheverri
Características
Local Buenos Aires, Argentina
Gramado Grama natural (105 x 70 m)
Capacidade 24.440 espectadores
Construção
Data 1905
Inauguração
Data 2 de janeiro de 1905
Outras informações
Proprietário Club Ferro Carril Oeste
Mandante Club Ferro Carril Oeste

O Estádio Arquiteto Ricardo Etcheverri é um estádio de futebol argentino localizado na cidade de Buenos Aires.[1]

Inaugurado em 2 de Janeiro de 1905, tem capacidade para 24.440 torcedores. Foi construído nos fundos de um terreno da linha de trem Ferro Carril Oeste e é um dos únicos estádios argentinos que permanecem no mesmo lugar desde o inicio do Século XX.

É utilizado pelo Ferro Carril Oeste que, durante sua construção, vendia seus jogadores em troca de materiais de construção para o estádio, como madeira e chapas de zinco.

Por ainda possuir arquibancada de madeira, é conhecido como "El Templo de Madera" ou "El Monumental de Madera", numa referência ao Estádio Monumental de Nuñez do River Plate.

O nome é uma homenagem a Ricardo Etcheverri, dirigente do clube por quase trinta anos.

Devido a sua localizado privilegiada (no centro geográfico de Buenos Aires), as principais equipes já utilizaram o estádio quando não puderam usam seus proprios campos, tais como River Plate, Boca Juniors, Vélez Sarfield, San Lorenzo de Almagro e, mais recentemente Argentinos Juniors.

Ligações ExternasEditar

Referências


  Este artigo sobre estádios de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.