Abrir menu principal

Estádio Cerecamp

estádio de futebol no Brasil
Cerecamp
Estádio Dr. Horácio Antônio Costa
Patinhas esteve aqui - Estadio do Cerecamp 4 - panoramio.jpg
Foto do Estádio Cerecamp
Nomes
Nome Centro Recreativo e Esportivo de Campinas Doutor Horácio Antônio da Costa
Apelido Cerecamp
Mogiana
Antigos nomes Estádio da Mogiana
Características
Local Campinas, SP, Brasil
Gramado Grama natural (104 x 64 m)
Capacidade 4.033 pessoas[1]
Construção
Data 1939 e 1940
Inauguração
Data 9 de julho de 1940
Partida inaugural Mogiana 1x1 Uberaba
Outras informações
Remodelado 2006
Proprietário Governo do Estado de São Paulo
Administrador Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer
Mandante nenhuma

O Centro Recreativo e Esportivo de Campinas Doutor Horácio Antônio da Costa, mais conhecido por Estádio Cerecamp, ou também Estádio da Mogiana, é um estádio desportivo localizado no bairro Guanabara, na região central da cidade de Campinas, no Brasil. Pertence ao Governo do Estado de São Paulo e possui capacidade para 4.000 pessoas.

Índice

HistóriaEditar

Concluído em 17 de junho de 1940, na época era o principal estádio de futebol do interior, só perdendo no Brasil em termos de qualidade e arquitetura para o recém inaugurado Pacaembu em São Paulo, e também para o estádio de São Januário no Rio de Janeiro. A primeira partida foi disputada em 9 de julho de 1940, num jogo entre Esporte Clube Mogiana e Uberaba Sport Club.

O estádio foi apelidado de Mogiana por ficar ao lado da antiga estação de trens Guanabara da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, e ter sido sede do antigo time de futebol da associação esportiva dos ferroviários daquela empresa, o Esporte Clube Mogiana (ECM) de Campinas. O time desapareceu após os anos 1950.

O EC Mogiana jogou a divisão intermediária do futebol paulista seis vezes: de 1947 a 1950 e depois em 1958 e 1959. O time mandava seus jogos em estádio próprio e mesmo com o encerramento das suas atividades futebolísticas, o estádio permaneceu. Durante muito tempo ele ficou abandonado, à mercê de vândalos, que destruíram grande parte das suas dependências.

Graças ao trabalho realizado desde 1998 pelo até então Campinas Futebol Clube, o estádio foi reformado e recuperado em 2003, sendo preservado o patrimônio histórico da cidade e do estado. O Campinas FC mandou seus jogos no estádio até o ano de 2009, sendo que no ano de 2010, com problemas financeiros, a equipe acabou se transferindo para o município de Barueri. Possui capacidade para 4 mil pessoas.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.