Estádio Nuevo Mirandilla

O Estádio Nuevo Mirandilla, anteriormente conhecido como Estádio Ramón de Carranza, é um estádio de futebol da Espanha, localizado na cidade de Cádiz, na Andaluzia, e utilizado pelo clube homônimo para mandar seus jogos.

Estádio Nuevo Mirandilla
Vista aérea Nuevo Ramón de Carranza.jpg
Vista aérea do estádio.
Nomes
Nome Nuevo Mirandilla
Antigos nomes Estádio Ramón de Carranza (1955–2021)
Características
Local Plaza de Madrid, S/N, 11010
Cádiz (Andaluzia), Espanha
Gramado Grama natural (106 x 68 metros)
Capacidade 20.724 pessoas
Construção
Data 1954–1955
Custo 11 milhões de pesetas
68 milhões de euros (reforma de 2003 a 2012)
Inauguração
Data 3 de setembro de 1955
Partida inaugural Cádiz 0 - 4 Barcelona
(2 de setembro de 1955)
Primeiro gol Ramón Villaverde (Barcelona)
Outras informações
Remodelado 1984, 2003–2012
Proprietário Prefeitura de Cádiz
Arquiteto Manuel Muñoz Monasterio
Manuel Fernández Pujol
Mandante Cádiz

ConstruçãoEditar

Construído entre maio de 1954 e agosto de 1955, o estádio foi inaugurado em 3 de setembro deste último ano. A obra custou 11 milhões de pesetas (moeda espanhola na época) e teve a colaboração de uma equipe que possuía entre 150 e 250 pessoas, liderada pelos arquitetos Manuel Muñoz Monasterio e Manuel Fernández Pujol, que também participaram de uma cerimônia de hasteamento da bandeira espanhola ocorrida em agosto, que contou com as presenças de José León de Carranza (prefeito), Cazalla Morales (responsável pela obra), Juan Ramón Cilleruelo Montero (presidente do Cádiz) e Rafael García Serrano (vice-presidente)[1].

A primeira partida oficial foi um dia antes, entre o Cádiz CF e o Barcelona, que venceu os mandantes por 4 a 0 - Ramón Villaverde foi o autor do primeiro gol no novo estádio, além de ter balançado as redes outra vez. Luis Suárez e László Kubala deixaram também uma bola na rede.

O estádio manteve sua estrutura original até 1984, quando passou pela primeira reforma, que durou 4 meses. Em fevereiro de 2002, a então prefeita de Cádiz, Teófila Martínez, apresentou um projeto de reformulação maior para o local, que teve a ampliação das áreas comerciais próximas como um de seus principais destaques. A segunda reforma do Ramón de Carranza durou entre 9 anos (2003 a 2012), com a demolição e reconstrução das 4 arquibancadas.

Possui atualmente capacidade para receber 20.724 torcedores, sendo o quinto maior estádio da Andaluzia e o 24º maior da Espanha. Em novembro de 2019, a seleção nacional disputou seu primeiro jogo no estádio, enfrentando Malta pelas eliminatórias da Eurocopa de 2020 e vencendo por 7 a 0.[2].

Mudança de nomeEditar

Desde 2019, uma mudança no nome oficial do estádio era proposta após a reeleição de José María González para a prefeitura da cidade.

Após a aplicação da Lei da Memória Democrática, a troca foi oficializada em setembro de 2020[3] e em junho de 2021 foi anunciado o novo nome do estádio, Nuevo Mirandilla[4][5], substituindo Ramón de Carranza (militar espanhol que se juntou às tropas de Francisco Franco e foi prefeito de Cádiz por 2 vezes).

Referências

  1. «Estadio Ramón de Carranza | Cádiz CF - Web Oficial». Estadio Ramón de Carranza | Cádiz CF - Web Oficial (em espanhol). Consultado em 5 de novembro de 2019 
  2. UEFA.com. «Spain-Malta | European Qualifiers». UEFA.com (em inglês). Consultado em 3 de janeiro de 2020 
  3. «Adeus ao Ramón de Carranza: estádio espanhol mudará de nome». IstoÉ. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  4. «El estadio Ramón de Carranza pasa a llamarse Nuevo Mirandilla». Diario de Cádiz (em espanhol). Consultado em 24 de junho de 2021 
  5. «Histórico estádio do Cádiz muda de nome após 66 anos». UOL Esporte. Consultado em 28 de junho de 2021 
  Este artigo sobre estádios de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.