Estádio Olímpico Colosso da Lagoa

O Estádio Olímpico Colosso da Lagoa é um estádio de futebol localizado em Erechim, Rio Grande do Sul.

Estádio Olímpico Colosso da Lagoa
Estádio Colosso da Lagoa.
Sisbrace: [1]
Características
Local Erechim, Rio Grande do Sul, Brasil
Gramado Grama natural (110m x 76m)
Capacidade 22.000 espectadores[2]
Inauguração
Data 2 de Setembro de 1970
Partida inaugural Grêmio 0 x 2 Santos
Primeiro gol Pelé (Santos)
Recordes
Público recorde 25.000 pagantes[3]
Data recorde 18 de agosto de 1974
Partida com mais público Ypiranga 0 x 2 Internacional
Outras informações
Proprietário Ypiranga Futebol Clube

O estádio pertence ao time de futebol erechinense Ypiranga e foi inaugurado na gestão do presidente Oscar Abal.

História editar

 
Estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em um Grenal

Desde o início das suas atividades no departamento de futebol, no ano de 1924, o Ypiranga disputava suas partidas em um estádio conhecido como "Estádio da Montanha", localizado na Rua Bento Gonçalves, bairro Ipiranga, em um campo que deteriorou-se com o passar dos tempos e foi abandonado.[4] Naquele período, a sede do clube ficava na Rua Alemanha, no centro da cidade.[4]

Após receber o apoio do então presidente do clube em 1964, Oscar Abal, deu-se início à ideia da construção de um estádio próprio, em um terreno que possuía ao redor uma lagoa e uma pedreira.[5] No ano de 1967, ocorreu o início das obras da construção de um estádio próprio do Ypiranga, localizado na Avenida Sete de Setembro, considerada uma das vias mais tradicionais da cidade.[4] A construção só tornou-se viável devido à venda de títulos patrimoniais, com o sorteio de automóveis e eletrodomésticos, em um momento em que o clube chegou a ter 50 mil associados patrimoniais, inclusive no exterior.[5] Com a decisão tomada, tornou-se necessária ainda a venda e a subsequente demolição do Estádio da Montanha para arcar com os gastos financeiros da construção do estádio próprio.[5]

O estádio foi denominado como Estádio Olímpico Colosso da Lagoa e sua inauguração oficial deu-se em 2 de setembro de 1970, com a realização de um festival de amistosos envolvendo as equipes do Grêmio, Santos, Botafogo, Internacional, Cruzeiro, Independiente, Esportivo, Atlântico e Ta-Guá, além da própria equipe do Ypiranga.[6] A primeira partida oficial foi entre as representações do Grêmio e do Santos, vencida pela equipe paulista pelo placar de 2-0.[7] O gol inaugural do estádio foi marcado pelo jogador Pelé, tendo sido este o gol de número 1 040 na carreira do atacante e recebendo uma placa de bronze da Rádio Tupi em homenagem pelo feito.[8] A primeira partida do Ypiranga ocorreu uma semana após, em um triunfo pelo mesmo torneio amisto por 3-2 sobre a equipe do Esportivo.[4]

A partida com o maior número de espectadores na história do estádio ocorreu durante o Campeonato Gaúcho de Futebol de 1974, onde o Ypiranga foi derrotado pelo placar de 2-0 frente ao Internacional.[4] Decorrido no dia 18 de agosto, o jogo marcava a comemoração de 50 anos do aniversário do Canarinho e recebeu cerca de 25 000 pessoas.[3] O primeiro confronto entre as equipes de Grêmio e Internacional no estádio ocorreu em um amistoso no ano de 1992, terminando em um empate por 0-0.[9] Devido à capacidade do estádio, bem como a qualidade nos sistemas de iluminação, comunicação e vestiários, a Federação Gaúcha de Futebol optou por realizar mais três edições do clássico Grenal no estádio.[10] A primeira, que ocorreu em 2009, foi vencida pelo Internacional pelo placar de 1-0.[11] As outras duas partidas foram realizadas nas edições de 2010 e 2013 do Campeoanto Gaúcho, ambas vencidas pelo Internacional pelo placar de 2-1.[12]

A capacidade do estádio Colosso da Lagoa, no momento da sua construção, era de 30.000 pessoas.[4] No entanto, com as padronizações do futebol a fim de evitar problemas causados por superlotações, sua capacidade máxima foi reduzida para 22.000 pessoas.[13] Tal redução também é devida à implantação de duas mil cadeiras brancas em um setor das arquibancadas, as quais são oriundas do Estádio Beira-Rio, que não seriam mais utilizadas após a reforma feita para a Copa do Mundo FIFA de 2014.[14] Apesar da redução da capacidade em cerca de oito mil lugares, o Colosso da Lagoa é o quarto estádio em número de espectadores no Rio Grande do Sul, sendo o maior do interior e permanecendo atrás apenas do Beira-Rio, da Arena do Grêmio e do Estádio Olímpico Monumental.[15] As dimensões do estádio foram de 110 x 76m, considerado um dos maiores campos em dimensão do futebol brasileiro.[15] No ano de 2015, houve a construção de uma bola estática na frente do portão de entrada do estádio, com a dimensão de 3.5 metros de diâmetro; ao superar a do Estádio Mané Garrincha, com 2.2 metros de diâmetro, tornou-se a maior do mundo neste quesito.[16]

Ver também editar

Referências

  1. «Classificação de estádios de futebol (Sisbrace)». Ministério dos Esportes. 25 de fevereiro de 2017 
  2. «CNEF - Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (Rev. 6)» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 16 de julho de 2016 
  3. a b «O Colosso da Lagoa». Jornal Bom Dia. Consultado em 15 de julho de 2016 
  4. a b c d e f «Assembléia Legislativa presta homenagem ao Ypiranga de Erechim». Assembleia Legislativa. Consultado em 15 de julho de 2016 
  5. a b c «Conheça a história da construção do estádio Colosso da Lagoa, em Erechim». Globo. Consultado em 14 de julho de 2016 
  6. Site oficial do Ypiranga. «História - Ypiranga». Consultado em 27 de fevereiro de 2016 
  7. «Inaugurações de estádios». Acervo Santos FC. Consultado em 15 de julho de 2016 
  8. «Pelé no Rio Grande do Sul: os números do 'Rei do Futebol' contra os gaúchos». ClicRBS. Consultado em 15 de julho de 2016 
  9. «Brasileirão terá Gre-Nal inédito fora de Porto Alegre; Inter domina histórico». Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2016 
  10. «Com pouco valor, Gre-Nal prematuro será para o interior ver». ESPN. Consultado em 15 de julho de 2016 
  11. «Nilmar marca no fim e Inter vence o Grenal em Erechim». ClicRBS. Consultado em 15 de julho de 2016 
  12. «DEU A LÓGICA: EM GRE-NAL QUENTE, INTER VENCE OS RESERVAS DO GRÊMIO». Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2016 
  13. «Direto de Erechim: Colosso da Lagoa recebe últimos retoques». ClicRBS. Consultado em 15 de julho de 2016 
  14. «Colosso da Lagoa ganha cadeiras antigas do Beira-Rio». ClicRBS. Consultado em 15 de julho de 2016 
  15. a b «O estádio». YFC. Consultado em 15 de julho de 2016 
  16. «Maior bola estática em estádio de futebol no mundo é de Erechim». Comunidade Viadutos. Consultado em 15 de julho de 2016