Estação Ferroviária de Benfica

estação ferroviária em Portugal

A Estação Ferroviária de Benfica, originalmente denominada de Bemfica, é uma interface ferroviária da Linha de Sintra, que serve a zona de Benfica, na cidade de Lisboa, em Portugal.

Benfica
BSicon BAHN.svg
Estação de Benfica, em 2008
Identificação:[1] 60046 BEN (Benfica)
Denominação: Estação Satélite de Benfica
Classificação: ES (estação satélite)[2]
Coordenadas:
38° 44′ 39,68″ N, 9° 11′ 59,01″ O
Concelho: bandeiraLisboa
Linha(s): Linha de Sintra (PK 6,275)
Coroa: L
Serviços:
Estação anterior Comboios de Portugal Comboios de Portugal Estação seguinte
S.C.Damaia
M.S.-Meleças
  CP Lisboa
Linha de Sintra
  Campolide
Rossio
S.C.Damaia
Sintra
   
    Sete Rios
Oriente
Alverca

Conexões: 202 703 724 729 750 754 764 799
Serviço de táxis
Equipamentos: Bilheteiras e/ou máquinas de venda de bilhetes Lavabos Telefones públicos Caixas Multibanco Bar ou cafetaria Zona Comercial Lavabos adaptados Sala de espera
Website:
Comboio da série 2300 chegando a Benfica, em 2016
Comboio da série 3500 em Benfica, em 2014
Disambig grey.svg Nota: Para outras interfaces ferroviárias com nomes semelhantes ou relacionados, veja Estação Benfica, Apeadeiro de São Domingos de Benfica ou Apeadeiro de Santa Cruz de Benfica.

DescriçãoEditar

Localização e acessosEditar

Tem acesso, do lado norte da via, pela Rua da Venezuela, em Lisboa,[3] ligando-se esta à Estrada de Benfica (eixo viário histórico para a ligação Lisboa-Sintra) pela Av. Gomes Pereira, construída para o efeito.[carece de fontes?] Do lado sul há um acesso de menor vazão que liga ao Bairro do Calhariz de Benfica.[carece de fontes?]

Vias e plataformasEditar

Em janeiro de 2011, apresentava quatro vias de circulação, com comprimentos entre os 215 e 236 m; as plataformas tinham 221 e 220 m de extensão, e 90 cm de altura.[4]

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: Linha de Sintra § História

Esta interface situa-se no troço original da Linha de Sintra, entre Alcântara-Terra e Sintra, que foi aberta no dia 2 de Abril de 1887.[5]

Já em 1889…
…e ainda em 1926:
A grafia "Bemfica" manteve-se em uso no nome da estação até bem mais tarde do que a reforma ortográfica que formalizou a grafia "Benfica" em 1911.
CP-USGL + CP-Reg + Soflusa + Fertagus
(Serviços ferroviários suburbanos de passageiros na Grande Lisboa)
Serviços:   Cascais (CP)  Sintra (CP)  Azambuja (CP)
  Sado (CP+Soflusa)  CP Regional (R+IR)  Fertagus
 
             
 
(n) Azambuja 
               
 Praias do Sado-A (u)
(n) Espadanal da Azambuja 
               
 Praça do Quebedo (u)
(n) Vila Nova da Rainha 
             
 Setúbal (u)
**(n) Carregado 
     
 
 
     
 Palmela (u)
(n) Castanheira do Ribatejo 
             
 Venda do Alcaide (u)
(n) Vila Franca de Xira 
       
 
 
 Pinhal Novo (u)(a)
(n) Alhandra 
             
 Penteado (a)
(n) Alverca 
               
 Moita (a)
(n) Póvoa 
               
 Alhos Vedros (a)
(n) Santa Iria 
               
 Baixa da Banheira (a)
(n) Bobadela 
               
 Lavradio (a)
(n) Sacavém 
               
 Barreiro-A (a)
(n) Moscavide 
               
 Barreiro (a)
(n) Oriente 
           
 (Soflusa)
(n)(z) Braço de Prata 
         
 
 
 Terreiro do Paço (a)
 
 
 
 
 
 
 
 
 Penalva (u)
(n)(ẍ) Santa Apolónia 
 
 
 
 
 
       
 Coina (u)
(z) Marvila 
 
         
 Fogueteiro (u)
(z) Roma-Areeiro 
           
 Foros de Amora (u)
(z) Entrecampos 
           
 Corroios (u)
(z)(7) Sete Rios 
           
 Pragal (u)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Campolide (z)(s)(u)*
(s) Benfica 
             
 Rossio (s)
(s) Santa Cruz-Damaia 
             
 Cais do Sodré (c)
(s) Reboleira 
             
 Santos (c)
(z) Alcântara-Terra 
 
 
 
 
   
 Alcântara-Mar (c)
(s) Amadora 
               
 Belém (c)
(s) Queluz-Belas 
               
 Algés (c)
(s) Monte Abraão 
               
 Cruz Quebrada (c)
(s) Massamá-Barcarena 
               
 Caxias (c)
(s)(o) Agualva-Cacém 
               
 Paço de Arcos (c)
 
 
 
         
 Santo Amaro (c)
(o) Mira Sintra-Meleças 
               
 Rio de Mouro (s)
(s) Mercês 
             
 Oeiras (c)
(s) Algueirão - Mem Martins 
             
 Carcavelos (c)
(s) Portela de Sintra 
             
 Parede (c)
(s) Sintra 
             
 São Pedro Estoril (c)
(o) Telhal 
           
 São João Estoril (c)
(o) Sabugo 
           
 Estoril (c)
(o) Pedra Furada 
           
 Monte Estoril (c)
(o) Mafra 
           
 Cascais (c)
(o) Malveira 
   
 
   
 Jerumelo (o)**

2015-2019 []

Linhas: a L.ª Alentejoc L.ª Cascaiss L.ª Sintra C.ª X.
n L.ª Norteo L.ª Oestez L.ª Cinturau L.ª Sul7 C.ª 7 R.
(*) vd. Campolide-A   (**)   continua além z. tarif. Lisboa

Fonte: Página oficial, 2020.06

Ver tambémEditar

Referências

  1. (I.E.T. 50/56) 56.º Aditamento à Instrução de Exploração Técnica N.º 50 : Rede Ferroviária Nacional. IMTT, 2011.10.20
  2. Instrução de exploração técnica nº 2 : Índice dos textos regulamentares em vigor. IMTT, 2012.11.06
  3. «Benfica». Comboios de Portugal. Consultado em 13 de Novembro de 2014 
  4. «Directório da Rede 2012». Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. 80 páginas 
  5. TORRES, Carlos (16 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Lisboa. Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1682): 61, 62. Consultado em 10 de Setembro de 2014 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de Benfica

Ligações externasEditar