Estação Ferroviária de Cornélio Procópio

A Estação de Cornélio Procópio é a antiga estação ferroviária do município de Cornélio Procópio, localizado no interior do estado do Paraná. Desde 2002, nela funciona o Museu de História Natural Mozart de Oliveira Valim.[1]

Estação Cornélio Procópio/Museu de História Natural Mozart de Oliveira Valim
Estação Ferroviária de Cornélio Procópio
Fotografia da plataforma e do pátio da estação.
Uso atual Centro cultural
Administração Prefeitura de Cornélio Procópio
Linhas Linha Ourinhos-Cianorte
Código PR-1483
Informações históricas
Inauguração 1 de dezembro de 1930 (93 anos)
Fechamento 1981 (43 anos)
(Como Estação Ferroviária)
Localização
Localização Rua Dr Jader Silva Correia Junior, Cornélio Procópio, PR

Faz parte da EF369, linha Ourinhos-Cianorte, e seu prédio atual não é o original, tendo sido reconstruído em algum momento após 1940.[2]

História editar

A estação foi inaugurada em 1o de dezembro de 1930, pela Companhia Ferroviária São Paulo-Paraná, durante a expansão a oeste realizada pela Paraná Plantations, companhia inglesa que comprara a concessão da ferrovia.[3][4] No ano seguinte, recebeu o então príncipe de Gales, Eduardo VIII do Reino Unido, que na ocasião visitou a cidade.[5]

Em 1942, com o início da Segunda Guerra Mundial, a Inglaterra vende dois terços de seus investimentos no exterior,[3] dentre os quais a Paraná Plantations, que é comprada no ano seguinte por brasileiros e passa a se chamar Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, negociação que só foi aprovada pelo governo de Getúlio Vargas com a condição de que a Estrada de Ferro passasse à administração do Poder Público.[6] A transferência da estrada deu-se no ano seguinte, 1944, quando passou a compor a Rede de Viação Paraná-Santa Catarina (RVPSC).[7]

Com a criação da Rede Ferroviária Federal (RFFSA) em 1957, e sendo a RVPSC uma de suas fundadoras, a estação passa à administração dela.[8]

Perde seus trens de passageiros em 11 de março de 1981, quando eles deixam de circular entre as estações de Ourinhos e Maringá da linha, sob a alegação de que o serviço era deficitário.[9]

Passou à administração da América Latina Logística em 1997, com a concessão da malha Sul da RFFSA,[10] e foi transferida à Rumo Logística em 2015, quando esta comprou a ALL.

 
Estação vista da rua.

Em 2002, nela foi instalado um museu de história natural e taxidermia pela prefeitura,[1] e seus trilhos ainda recebem trens cargueiros.

Toponímia editar

O nome da estação é o do Coronel Cornélio Procópio de Araújo Carvalho, que ocupava posição de destaque no Império durante o final do século XIX. Uma de suas filhas casou-se com Francisco da Cunha Junqueira, político influente, que achou razoável homenageá-lo com o nome da estação do quilômetro 125 da Estrada de Ferro São Paulo-Paraná.[11]

Ver também editar

Referências

  1. a b «Alunos da Visiaudio visitam Museu de História Natural e descobrem pelo tato como são os animais empalhados». www.cornelioprocopio.pr.gov.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  2. «Cornelio Procopio -- Estações Ferroviárias do Paraná». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  3. a b Redação (19 de fevereiro de 2014). «A história da Parana Plantations Ltd». GGN. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  4. «RVPSC - Estações ferroviárias em 1960 | Linha Ourinhos - Apucarana». vfco.brazilia.jor.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  5. «Visita de cônsul inglês a Cornélio Procópio ganha status de realeza». www.cornelioprocopio.pr.gov.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  6. «Companhia Melhoramentos Norte do Paraná». www.cmnp.com.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  7. «Decreto-Lei nº 6.412 de 10 de abril de 1944». www2.camara.leg.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  8. «A Eletrificação da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina». www.pell.portland.or.us. Consultado em 3 de janeiro de 2023 
  9. Giesbrecht, Ralph Mennucci (2017). O desmanche das ferrovias paulistas. São Paulo: [s.n.] ASIN B076PJQV17 
  10. «Concessões Ferroviárias de Cargas». ANTT. 23 de dezembro de 2011. Consultado em 3 de janeiro de 2023. Arquivado do original em 23 de dezembro de 2011 
  11. «Cornélio Procópio 84 anos Pelo segundo ano, aniversário do município não terá comemorações». www.cornelioprocopio.pr.gov.br. Consultado em 3 de janeiro de 2023 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.