Estação Ferroviária de São Pedro do Estoril

estação ferroviária em Portugal
São Pedro do Estoril
BSicon BAHN.svg
Vista geral da estação.
Coordenadas:
38° 41′ 43,53″ N, 9° 22′ 19,02″ O
Concelho: bandeiraCascais
Linha(s): Linha de Cascais (PK 21,062)
Serviços:
Estação anterior Comboios de Portugal Comboios de Portugal Estação seguinte
Parede
Cais do Sodré
  CP Lisboa
Linha de Cascais
  São João do Estoril
Cascais
Conexões: 490
Equipamentos: Serviço de táxis Bilheteiras e/ou máquinas de venda de bilhetes Acesso para pessoas de mobilidade reduzida Sala de espera Telefones públicos
Inauguração: Década de 1920
Website:
Nome abreviado na plataforma.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre estação da Linha de Cascais, em Portugal. Se procura a estação do Metrô de Porto Alegre, no Brasil, veja Estação São Pedro. Se procura a estação da Linha do Minho, em Portugal, veja Estação Ferroviária de São Pedro da Torre. Se procura a estação da extinta Estrada de Ferro Maricá, no Brasil, veja Estação São Pedro da Aldeia.
Disambig grey.svg Nota: Para as estações do extinto Ramal de Viseu, em Portugal, com nomes semelhantes, ver Estação Ferroviária de São Pedro do Sul e Estação Ferroviária de Termas de São Pedro do Sul.
Disambig grey.svg Nota: Para outras estações da Linha de Cascais, em Portugal, com nomes semelhantes, ver Estação Ferroviária de São João do Estoril, Estação Ferroviária de Monte Estoril, e Estação Ferroviária do Estoril.

A Estação Ferroviária de São Pedro do Estoril, originalmente denominada de Cae-Agua (“cai água”), é uma estação da Linha de Cascais, que serve a localidade de São Pedro do Estoril, no concelho de Cascais, em Portugal.

Átrio principal de acesso às plataformas, em 2017.
Antigo edifício da Estação, visto da rua.
Vista panorâmica, em 2017.

DescriçãoEditar

Localização e acessosEditar

Situa-se na localidade de São Pedro do Estoril, com acesso pedonal subterrâneo pela Rua Nunes dos Santos.[1][2]

CP-USGL + CP-Reg + Soflusa + Fertagus
(Serviços ferroviários suburbanos de passageiros na Grande Lisboa)
Serviços:   Cascais (CP)  Sintra (CP)  Azambuja (CP)
  Sado (CP+Soflusa)  CP Regional (R+IR)  Fertagus
 
             
 
(n) Azambuja 
               
 Praias do Sado-A (u)
(n) Espadanal da Azambuja 
               
 Praça do Quebedo (u)
(n) Vila Nova da Rainha 
             
 Setúbal (u)
**(n) Carregado 
     
 
 
     
 Palmela (u)
(n) Castanheira do Ribatejo 
             
 Venda do Alcaide (u)
(n) Vila Franca de Xira 
       
 
 
 Pinhal Novo (u)(a)
(n) Alhandra 
             
 Penteado (a)
(n) Alverca 
               
 Moita (a)
(n) Póvoa 
               
 Alhos Vedros (a)
(n) Santa Iria 
               
 Baixa da Banheira (a)
(n) Bobadela 
               
 Lavradio (a)
(n) Sacavém 
               
 Barreiro-A (a)
(n) Moscavide 
               
 Barreiro (a)
(n) Oriente 
           
 (Soflusa)
(n)(z) Braço de Prata 
         
 
 
 Terreiro do Paço (a)
 
 
 
 
 
 
 
 
 Penalva (u)
(n)(ẍ) Santa Apolónia 
 
 
 
 
 
       
 Coina (u)
(z) Marvila 
 
         
 Fogueteiro (u)
(z) Roma-Areeiro 
           
 Foros de Amora (u)
(z) Entrecampos 
           
 Corroios (u)
(z)(7) Sete Rios 
           
 Pragal (u)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Campolide (z)(s)(u)*
(s) Benfica 
             
 Rossio (s)
(s) Santa Cruz-Damaia 
             
 Cais do Sodré (c)
(s) Reboleira 
             
 Santos (c)
(z) Alcântara-Terra 
 
 
 
 
   
 Alcântara-Mar (c)
(s) Amadora 
               
 Belém (c)
(s) Queluz-Belas 
               
 Algés (c)
(s) Monte Abraão 
               
 Cruz Quebrada (c)
(s) Massamá-Barcarena 
               
 Caxias (c)
(s)(o) Agualva-Cacém 
               
 Paço de Arcos (c)
 
 
 
         
 Santo Amaro (c)
(o) Mira Sintra-Meleças 
               
 Rio de Mouro (s)
(s) Mercês 
             
 Oeiras (c)
(s) Algueirão - Mem Martins 
             
 Carcavelos (c)
(s) Portela de Sintra 
             
 Parede (c)
(s) Sintra 
             
 São Pedro Estoril (c)
(o) Telhal 
           
 São João Estoril (c)
(o) Sabugo 
           
 Estoril (c)
(o) Pedra Furada 
           
 Monte Estoril (c)
(o) Mafra 
           
 Cascais (c)
(o) Malveira 
   
 
   
 Jerumelo (o)**

2015-2019 []

Linhas: a L.ª Alentejoc L.ª Cascaiss L.ª Sintra C.ª X.
n L.ª Norteo L.ª Oestez L.ª Cinturau L.ª Sul7 C.ª 7 R.
(*) vd. Campolide-A   (**)   continua além z. tarif. Lisboa

Fonte: Página oficial, 2020.06

Vias e plataformasEditar

Em Janeiro de 2011, possuía três vias de circulação, com 293, 263 e 220 m de comprimento; as plataformas tinham todas 110 cm de altura, e 197 m de extensão.[3]

Esta estação conta com uma frequência de passagem de comboios de 12 minutos por sentido em horas de ponta, alargando-se para 20 e 30 minutos fora desta.[4] Situa-se na zona 3 para efeitos tarifários.[5]

HistóriaEditar

 Ver artigo principal: História da Linha de Cascais

InauguraçãoEditar

Esta interface situa-se no troço entre Pedrouços e Cascais, que foi aberto ao serviço pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses em 30 de Setembro de 1889.[6] No entanto, esta interface apenas entrou ao serviço na Década de 1920, com a categoria de apeadeiro e o nome de Cae-Agua, em relação à localidade que servia; a sua abertura deveu-se ao apoio de Nunes dos Santos, proprietário dos Armazéns do Chiado, que disponibilizou os terrenos e os meios financeiros para a sua construção.[7][8]

Alteração de nomeEditar

O Decreto n.º 11228, datado de 31 de Agosto de 1926, alterou oficialmente o nome da povoação de Cai Água (já na ortografia pós-1911) para São Pedro do Estoril[9]; em Outubro daquele ano, o nome do apeadeiro também já tinha sido alterado.[8]

Século XXIEditar

Esta estação foi, até 2011, término de serviços da família S. Pedro[10], cujos serviços se efetuavam entre esta estação e a de Cais do Sodré, servindo as localidades de Parede e Carcavelos.[11]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «São Pedro do Estoril». Comboios de Portugal. Consultado em 28 de Novembro de 2014 
  2. «São Pedro do Estoril - Linha de Cascais». Infraestruturas de Portugal. Consultado em 2 de Maio de 2016 
  3. «Linhas de Circulação e Plataformas de Embarque». Rede Ferroviária Nacional. Directório da Rede 2012: 71-85. 6 de Janeiro de 2011 
  4. «COMBOIOS URBANOS > LISBOA. CASCAIS | CAIS DO SODRÉ» (PDF). 1 de fevereiro de 2015 
  5. «COMBOIOS URBANOS DE LISBOA. PREÇÁRIO | Linha de Cascais» (PDF) 
  6. TORRES, Carlos Manitto (16 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1682): 61-64. Consultado em 2 de Maio de 2016 
  7. «Estação de São Pedro do Estoril». Comboios de Portugal. Consultado em 2 de Maio de 2016. Cópia arquivada em 14 de novembro de 2013 
  8. a b «Linhas Portuguesas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 39 (932). 313 páginas. 16 de Outubro de 1926. Consultado em 23 de Junho de 2013 
  9. PORTUGAL. Decreto n.º 12:228, de 31 de Agosto de 1926. Ministério do Interior - Direcção Geral de Administração Política e Civil, Paços do Governo da República. Publicado na Série I do Diário da República n.º 192, de 31 de Agosto de 1926
  10. «Wayback Machine» (PDF). 21 de novembro de 2010. Consultado em 27 de setembro de 2017 
  11. Cipriano, Carlos. «LOCAL LISBOA. Falta de carruagens obriga a CP a reformular os horários na linha de Cascais». PÚBLICO 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a Estação de São Pedro do Estoril
  Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.